Oeiras do Pará

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Oeiras do Pará
"papa jabarana"
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 20 de janeiro
Fundação 1758
Gentílico oeirense
Prefeito(a) Ely Batista (PMN)
(2013–2016)
Localização
Localização de Oeiras do Pará
Localização de Oeiras do Pará no Pará
Oeiras do Pará está localizado em: Brasil
Oeiras do Pará
Localização de Oeiras do Pará no Brasil
02° 00' 10" S 49° 51' 14" O02° 00' 10" S 49° 51' 14" O
Unidade federativa Pará Pará
Mesorregião Nordeste Paraense IBGE/2008[1]
Microrregião Cametá IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Cametá, Baião, Curralinho, Bagre, Limoeiro do Ajuru
Distância até a capital 160 km
Características geográficas
Área 3 852,256 km² [2]
População 31 257 hab. IBGE/2016[3]
Densidade 8,11 hab./km²
Altitude 2 m
Clima equatorial
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,507 baixo PNUD/2010[4]
PIB R$ 285 961,70 mil IBGE/2014[5]
PIB per capita R$ 9 378,87 IBGE/2014[5]
Página oficial

Oeiras do Pará é um município brasileiro do estado do Pará. Localiza-se a uma latitude 02º00'11" sul e a uma longitude 49º51'16" oeste, estando a uma altitude de 2 metros. Sua população estimada em 2016 era de 31.257 habitantes. Possui uma área de 3931,859 km².

Localizada ao norte do Pará, na microrregião de Cametá, limitando-se ao norte com o rio Pará, a oeste com Bagre, ao sul com os municípios de Mocajuba e Baião e a leste com Limoeiro do Ajurú e Cametá. Segundo o IBGE (200), a população oeirense está estimada em 23.252 habitantes, o que corresponde a aproximadamente 3.500 famílias. Desses habitantes, 34,31% vivem na zona urbana e 65,69%, na zona rural. O município ainda tem como atividades econômicas básicas o extrativismo vegetal (madeira, açaí e palmito) e animal (pescado e mariscos), e a agricultura familiar de subsistência, com o cultivo da mandioca da qual se extrai a farinha, elemento básico da alimentação do povo. A maior parte das famílias do município vivem em média com meio salário mínimo, tendo que dividir essa renda entre a alimentação, vestuário, educação e saúde.

A Reserva Extrativista Arioca Pruanã é uma unidade de conservação federal criada por Decreto Presidencial em 16 de novembro de 2005 numa área de 83.445 hectares de floresta do município de Oeiras do Pará. É administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Em relação à questão educacional observa-se que grande parte da população ainda é analfabeta. Dos alunos que ingressam no Ensino Fundamental, cerca de 15% conseguem concluí-lo.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  3. «Estimativa populacional 2016» (PDF). Estimativa populacional 2016. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2016. Consultado em 30 de dezembro de 2016 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 22 de setembro de 2013 
  5. a b «PIB Municipal 2010-2014». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 30 dez. 2016 
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Pará é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.