Ofensiva de Yelnya

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cemitério dos soldados do Exército Vermelho em Yelnya.

Ofensiva de Yelnya do Exército Soviético (30 de agosto a 8 de setembro de 1941) fez parte da Batalha de Smolensk durante a Operação Barbarossa da Alemanha Nazista na Guerra Germano-Soviética.[1]

A ofensiva era contra o saliente semicircular de Yelnya, que o 4º Exército Alemão tinha estendido 50 quilômetros (31 milhas) ao sudeste de Smolensk formando uma área de preparação para uma ofensiva em relação a Viazma e, eventualmente, Moscou. Sob forte pressão em seus flancos, a Wehrmacht evacuou o saliente até o 8 de setembro de 1941, deixando para trás uma região devastada.

Como o primeiro reverso que a Wehrmacht sofreu durante Barbarossa e a primeira recuperação do território soviético pelo Exército Vermelho, a batalha foi coberta por propaganda nazista[2] e soviética[3] e serviu como um impulso moral para a população soviética.

Referências

  1. Glantz & House 2015, pp. 89–90.
  2. Stahel 2009, pp. 412–413.
  3. Werth 1964, p. 189–190.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre batalhas (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.