Office for Inter-American Affairs

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido de es:Coordinator of Inter-American Affairs (desde setembro de 2012). Ajude e colabore com a tradução.
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou secção:

O Office of the Coordinator of Inter-American Affairs foi uma agência dos Estados Unidos que promovia a cooperação interamericana durante a década de 1940, especialmente em áreas comerciais e económicas. Foi iniciada em 16 de Agosto de 1940 como OCCCRBAR (Office for Coordination of Commercial and Cultural Relations between the American Republics) tendo simplificado o seu nome um ano depois, a agência funcionou até 1946, sob a chefia de Nelson Rockefeller tendo sido nomeado pelo Presidente Franklin Delano Roosevelt.[1]

Funções[editar | editar código-fonte]

Oficialmente a função da agência era a de trabalhar na "cooperação interamericana e na solidariedade hemisférica", Na realidade, os programas de cooperação e a solidariedade hemisférica constituíam instrumentos para atingir outros fins, a saber: enfrentar o desafio do Eixo no plano internacional e consolidar o Estado norte-americano como grande potência. Das próprias publicações americanas pode-se concluir que Washington estava convencido da necessidade de proteger sua posição internacional, a partir de medidas abrangentes (econômicas, políticas e de propaganda) que enfrentassem com sucesso o desafio nazista.

A agência era diretamente ligada ao Departamento de Segurança Nacional dos EUA, sendo subordinado ao Conselho de Defesa Nacional. A Agência era portanto parte do esforço de preparação para a guerra, em que se achava empenhado o governo Roosevelt, convencido de sua inevitabilidade desde o início do ano de 1939. Antes mesmo que os Estados Unidos entrassem na guerra, em 1941, a agência já estava agindo a todo o vapor no sentido de afastar das Américas a influência do Eixo.

Ao todo a Agência gastou cerca de 140 milhões de dólares em 6 anos de atividades. Nos tempos de maior ação, empregava 1.100 pessoas nos Estados Unidos e 200 no estrangeiro, além dos comitês voluntários de cidadãos norte-americanos (geralmente empresários) que apoiavam atividades em 20 países latino americanos. A estrutura se separava em 4 divisões: · Comunicações · Relações Culturais · Saúde · Comercial / Financeira.

Cada uma delas se subdividia em seções, com ampla margem de atuação. Comunicações abrangiam rádio, cinema, imprensa, viagens e esportes. Relações culturais incluíam arte, música, literatura, publicações, intercâmbio e educação. Saúde trabalhava com problemas sanitários em geral. A Divisão comercial/financeira lidava com prioridades de exportação, transporte, finanças e desenvolvimento.

Referências

  1. Thomson, Charles Alexander Holmes, Overseas information service of the United States Government, The Brookings Institution, 1948. Cf. p.4.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Documentos
  • Elizabeth Bentley deposición del 30 de noviembre de 1945, archivos del FBI 65-14603. (em inglês)
  • Elizabeth Bentley, Out of Bondage: The Story of Elizabeth Bentley, Devin-Adair Company, 1951.
  • "Underground Soviet Espionage Organization (NKVD) in Agencies of the United States Government, 21 Febrero 1946, FBI Silvermaster file (FBI file 65-56402), serial 573. {{en}]
  • Hottel to Director, 28 Febrero 1947, FBI Silvermaster file, serial 2437
  • Memo on Fahy, 17 Abril 1946, FBI Silvermaster file, serial 1364
  • FBI Silvermaster file
  • Venona decrypt 1714 KGB New York to Moscow, 5 December 1944.
  • Venona decrypt 55 KGB New York to Moscow, 15 January 1945.
  • Venona decrypt 326 KGB Moscow to New York, 5 April 1945;
  • Venona decrypt 3614–3615 KGB Washington to Moscow, 22 June 1945.
  • John Earl Haynes and Harvey Klehr, Venona: Decoding Soviet Espionage in America, Yale University Press (1999), pgs. 42-43, 111, 114, 187, 199-201, 204, 220, 331, 402.
  • United States National Archives and Records Administration, Records of the Office of Inter-American Affairs (OIAA) (Record Group 229), 1937-51
  • Overview for Records of the Office of Inter-American Affairs (RG 229). National Archives. Página visitada em 22 de marzo de 2006.
Bibliografía
  • Tio Sam chega ao Brasil - A penetração cultural americana, Gerson Moura, Editora Brasiliense, RJ
  • Gisela Cramer and Ursula Prutsch, "Nelson A. Rockefeller's Office of Inter-American Affairs (1940-1946) and Record Group 229" in: Hispanic-American Historical Review, 86:4 (November 2006), pp. 785–806
  • Maxwell, Allen Brewster, Evoking Latin American collaboration in the Second World War: A study of the Office of the Coordinator of Inter-American Affairs (1940–1946), PhD dissertation, Tufts University, Medford, MA., 1971.
  • Rockefeller Family Archives, Record Group #04, Record Group Name: Nelson A. Rockefeller, Personal, Washington, D.C. Files - Coordinator of Inter-American Affairs, Dates: August 1940-December 1944
  • Rowland, Donald W., History of the Office of the Coordinator of Inter-American Affairs, US Government Printing Office, 1947. (United States Office of Inter-American Affairs)