Olenna Tyrell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Olenna Tyrell
Olenna season 6 a.jpg
Dados Biográficos
Sexo Feminino
Também
conhecido (a)
como
Olenna Redwyne
A Rainha dos Espinhos
Título(s) Senhora Viúva de Jardim de Cima
Casa Redwyne (nascimento)
Casa Tyrell Tyrell (casamento)
Família Pai: Runceford Redwyne
Esposo: Luthor Tyrell
Filho: Mace Tyrell
Filha: Mina Tyrell
Filha: Janna Tyrell
Neto: Willas Tyrell
Neto: Garlan Tyrell
Neto: Loras Tyrell
Neta: Margaery Tyrell
Neto: Horas Redwayne
Neto: Hobber Redwayne
Neta: Desmera Redwayne
Status Viva (livros)
Morta (televisão)
Dados Técnicos
Criado (a) por George R. R. Martin
Personagem de As Crônicas de Gelo e Fogo
Game of Thrones
Primeira
Aparição
Livros:
A Storm of Swords (2000)
Televisão:
"Dark Wings, Dark Words" (2013)
Última
Aparição
Televisão:
"The Queen's Justice" (2017)
Temporada(s) 37
Intérprete Diana Rigg

Olenna Tyrell é uma personagem fictícia da série de livros de fantasia As Crônicas de Gelo e Fogo, do escritor norte-americano George R. R. Martin, e de sua adaptação televisiva Game of Thrones. Uma nobre do continente de Westeros, matriarca da Casa Tyrell e Lady de Highgarden, na Campina, ela tem o apelido de "Rainha dos Espinhos" por sua língua afiada. Mencionada no primeiro livro da série, A Game of Thrones (1996), ela aparece a partir do terceiro, A Storm of Swords (2000). Na série da HBO ela é interpretada pela atriz Diana Rigg.

Perfil[editar | editar código-fonte]

Olenna Tyrell, conhecida como Rainha dos Espinhos por sua língua afiada, é a matriarca da Casa Tyrell, uma das mais ricas e poderosas de Westeros. Mãe de Mace Tyrell e avó de Loras e Margaery Tyrell, em solteira pertencia à Casa Redwyne. Ela é descrita como uma velha mulher estranha e vilã, com um espírito perverso e conhecida por declarar abertamente sua opinião.[1] Olenna está na casa dos sessenta, tem cabelos brancos e é muito pequena; tem mãos macias, com magros dedos finos e um hálito azedo de mulher velha. É uma rígida defensora dos interesses dos Tyrell.[2]

Nos livros[editar | editar código-fonte]

Em A Storm of Swords, Olenna manipula para levar Sansa Stark para Highgarden para casar com seu neto Willas. O plano é frustado pelos Lannister que forçam Sansa a se casar com o anão Tyrion Lannister, numa manipulação feita às pressas por Tywin Lannister. Em troca, Olenna sabota o plano de Tywin de casar sua filha viúva do rei Robert Baratheon, Cersei Lannister, com Willas, o herdeiro de Highgarden. De acordo com Petyr Baelish, o "Mindinho", para proteger Margaery, sua neta, da crueldade do rei Joffrey Baratheon após o casamento de ambos, Olenna foi a responsável por envenenar o rei. Margaery viria depois a se casar com or irmão mais novo de Joffrey, Tommen Baratheon.[1]

Em A Feast for Crows, ela comparece ao velório de Tywin e, depois de uma troca de farpas entre as duas, convida Cersei a voltar a discutir o casamento de Joffrey com Margaery, planejamento interrompido pela morte do patriarca dos Lannister. Depois da morte de Joffrey, Olenna negocia o casamento de Margaery com Tommen. Cersei também descobre que Olenna tem uma fortuna em ouro guardada pelos Tyrell desde antes da Conquista de Westeros por Aegon Targaryen. [3]

Na televisão[editar | editar código-fonte]

Olenna Tyrell não aparece nas duas primeiras temporadas da série Game of Thrones.

3ª temporada (2013)[editar | editar código-fonte]

Após saber dos abusos que Sansa Stark sofreu de Joffrey Baratheon, Olenna descobre que a neta Margaery poderia evitar o mesmo destino, usando o amor do jovem rei pela violência. Varys a adverte que "Mindinho" tem intenções para Sansa, que, dada a morte ou desaparecimento de todos os seus irmãos, é agora a chave para o Norte. Ela então planeja secretamente casar Sansa com seu neto, Loras. O plano porém é frustado pelo próprio Loras, que inadvertidamente revela isso para seu novo amante, um espião de Baelish; este informa o plano para Tywin Lannister, que por sua vez obriga Sansa a casar-se com seu filho Tyrion. Para assegurar a Campina, Tywin ordena à Cersey que se case com Loras. Olenna é a princípio contra porque Cersei é muito velha para Loras (e portanto improvável que possa ter mais filhos) e por causa do escandaloso incesto entre ela e o irmão, Jaime Lannister; mas após Tywin ameaçar fazer Loras se integrar à celibatária Guarda Real, o que faria os filhos de Joffrey e Margaery serem os herdeiros da Campina, ela cede e parabeniza Tywin por conseguir o melhor para a filha.[4]

4ª temporada (2014)[editar | editar código-fonte]

Olenna conspira com Baelish para matar Joffrey, para proteger Margaery da natureza bestial do rei. É ela quem na verdade o acaba envenenando, usando um veneno que Baelish conseguiu contrabandear para dentro da festa de casamento numa gema do colar de Sansa. Admitindo silenciosamente suas ações, Olenna aconselha Margaery a se familiarizar com seu novo jogo, Tommen Baratheon, o irmão mais novo e herdeiro de Joffrey, antes que Cersei o vire contra ela. Olenna retorna a Highgarden pouco depois.[5]

5ª temporada (2015)[editar | editar código-fonte]

Quando Loras Tyrell é preso pela recentemente reinstalada Fé Militante por sua homossexualidade, Margaery escreve para a avó que retorna para Porto Real para proteger seus netos das maquinações de Cersei. Porém, acreditando erroneamente que a prisão de Loras é apenas um meio de humilhar a Casa Tyrell, ela assiste desamparada o testemunho de Olyvar que incrimina seu neto e à prisão de Margaery por testemunhar falsamente em frente aos deuses para proteger o irmão. Depois, ela tem um confronto com o Alto Pardal mas não consegue a libertação dos netos. Um encontro secreto com "Mindinho", chantageado por Olenna por causa de seu papel de cúmplice no assassinato de Joffrey, lhe dá bastante informação sobre a relação adúltera de Cersei com Lancel Lannister, agora um membro da Fé Militante. Isto faz com que Olenna consiga que a Fé Militante prenda Cersei.[6]

6ª temporada (2016)[editar | editar código-fonte]

Brasão de armas da Casa Tyrell.

Olenna dá passos para tentar libertar os netos do Alto Pardal e retomar o poder da Fé Militante, mas o plano cai por terra quando o rei Tommen anuncia a união da Coroa com a Fé, tornando-se uma marionete nas mãos do Alto Pardal. Margaery finge lealdade à Fé e consegue instruir Olenna a sair da cidade quando o fanático religioso ameaça sua vida. O plano de vingança de Cersei e seus aliados acaba causando a destruição do Grande Septo de Baelor numa explosão, matando o Alto Pardal, Margaery, Loras, Mace e centenas de outras pessoas. Uma aflita Olenna é convidada a ir a Dorne por Ellaria Sand, que tomou o poder neste reino e declarou rebelião aberta contra os Lannister. Em Dorne, Ellaria apresenta Varys, que persuade Olenna a apoiar Daenerys Targaryen, tendo ele sido um legalista da Casa Targaryen por muito tempo. Olenna envia a frota dos Tyrell a Meereen, em Essos, para ajudar a transportar as tropas de Daenerys para Westeros.[7]

7ª temporada (2017)[editar | editar código-fonte]

Durante uma reunião com Daenerys em Pedra do Dragão, Olenna mostra seu mal-estar inicial com o plano de Tyrion Lannister de atacar Porto Real usando as forças de Dorne e da Casa Tyrell, mas eventualmente acaba concordando após Tyrion explicar detalhadamente os detalhes do ataque. Após o encontro, Daenerys pede que ela fique na sala para uma conversa com ela. Depois de Daenerys prometer vingar a família Tyrell, Olenna lhe diz para não escutar "os homens inteligentes" como Tyrion , que é como ela se manteve viva todos estes anos, ignorando-os. Ela então diz a Daenerys para rebanhar a ovelha (os senhores de Westeros) através do medo e ser o que ela é, um dragão.

Numa manobra militar de surpresa enquanto os Imaculados de Daenerys tomam um Rochedo Casterly quase sem defesas, Jaime Lannister e seu exército, acompanhado do traidor Randyll Tarly e suas forças, atacam a Campina e esmagam as forças da Casa Tyrell em Highgarden. Sabedora de seu destino, Olenna aguarda por ele em seu quarto. Ela pergunta como será sua morte e Jaime lhe diz que convenceu Cersei a que, ao invés de horrendas torturas imaginadas pela irmã, fosse rápida e indolor, e lhe mistura um veneno dentro de um copo de vinho. Olenna toma a bebida sem pestanejar e dá um último recado a Jaime: que ele transmita a Cersei que ela foi a causadora da morte de Joffrey, filho deles, e queria que ela soubesse disso.[8]

Referências

  1. a b A Storm of Swords, Capítulo 68: Sansa VI.
  2. A Feast for Crows, Capítulo 12, Cersei..
  3. A Feast for Crows, Capítulo 16, Jaime II.
  4. «Game of Thrones Season 3». HBO. Consultado em 5 de agosto de 2017 
  5. «Game of Thrones Season 4». HBO. Consultado em 5 de agosto de 2017 
  6. «Game of Thrones Season 5». HBO. Consultado em 5 de agosto de 2017 
  7. «Game of Thrones Season 6». HBO. Consultado em 5 de agosto de 2017 
  8. «Game of Thrones Season 7». HBO. Consultado em 5 de agosto de 2017