Olhos Azuis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para a característica fenotípica de alguns animais, veja Cor dos olhos.
Olhos Azuis
 Brasil
2010 •  cor •  105 min 
Direção José Joffily
Produção José Joffily
Heloísa Rezende
Roteiro Melanie Dimantas
Paulo Halm
Elenco David Rasche
Cristina Lago
Irandhir Santos
Gênero Drama
Música Jaques Morelenbaum
Direção de fotografia Nonato Estrela
Distribuição Brasil Imagem Filmes
Lançamento Brasil 28 de maio de 2010
Idioma Inglês
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Olhos Azuis é um filme brasileiro de 2010 dirigido por José Joffily. Foi gravado em Recife, em Petrolina e em Massangano, uma ilha no Rio São Francisco.[1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

No dia de se aposentar, o agente de aeroporto Marshall decide humilhar imigrantes latinos que tentam entrar em Nova York, que, segundo ele, têm inveja dos "olhos azuis" dos norte-americanos. Dentre os imigrantes estão um grupo de hondurenhos que se dizem praticantes de artes marciais, um casal de escritores argentinos, a dançarina cubana Calypso e o professor brasileiro Nonato. As entrevistas vão ficando tensas, até que a do brasileiro acaba em tragédia. Anos depois, Marshall vai ao Brasil e chega a cidade de Recife, onde conhece a prostituta Bia que aceita guiá-lo até Petrolina, cidade em que mora Luiza, a filha criança de Nonato.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Grande Prêmio Cinema Brasil (2011)
  • Vencedor na categoria:
Melhor trilha sonora original (Jaques Morelenbaum)
  • Indicado nas categorias:
Melhor diretor
Melhor filme
Melhor roteiro original
Festival do Cinema Brasileiro de Miami (2010)
  • Vencedor nas categorias:
Melhor ator (Irandhir Santos)
Melhor direção de fotografia
Festival de Paulínia (2009)[2]
  • Vencedor nas categorias:
Melhor filme
Melhor roteiro
Melhor atriz (Cristina Lago)
Melhor ator coadjuvante (Irandhir Santos)
Melhor montagem
Melhor som

Referências

  1. Pelli, Ronaldo (30 de maio de 2010). «Ator David Rasche diz que filmar no Brasil foi ponto alto da carreira». G1. Consultado em 27 de janeiro de 2014 
  2. Miguel Barbieri Jr. (20 de abril de 2011). «Olhos Azuis (resenha)». Veja São Paulo. Consultado em 29 de agosto de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.