Olimpíada Brasileira de Biologia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A Olimpíada Brasileira de Biologia, ou OBB, é uma olimpíada de conhecimento para estudantes do Ensino Médio. Foi fundada em 2004 e é organizada pelo Instituto Butantan. Antes, era organizada pela Associação Nacional de Biossegurança (ANBio).

Os principais objetivos das OBB são estimular o interesse ativo em estudos biológicos e aproximar a universidade do ensino médio de biologia, diminuindo o tempo de defasagem entre as inovações científico-tecnológicas e sua divulgação aos estudantes de nível médio.[1][2][3]

Em 2011, o número de participantes foi de 32.000 estudantes de todo o Brasil.[4]

Em 2017, a olimpíada passou a ser organizada pelo Instituto Butantan[5] e conseguiu acima de 40.000 estudantes.

Fases[editar | editar código-fonte]

1ª Fase[editar | editar código-fonte]

Prova composta por 30 testes de múltipla-escolha abordando todo o conteúdo de biologia contido no link (conteúdo programático) do site da OBB.

2ª Fase[editar | editar código-fonte]

Prova composta por 100 testes de múltipla-escolha, abordando o mesmo conteúdo programático da 1ª Fase.

3ª Fase[editar | editar código-fonte]

Os alunos classificados para a 3ª fase serão capacitados e avaliados nas atividades práticas por uma equipe composta por pesquisadores e educadores do Instituto Butantan. Essa avaliação corresponderá a 50% da nota final da 3ª Fase.Os alunos ainda farão uma prova composta por 20 questões de múltipla-escolha elaborada pela equipe Butantan, onde cada questão apresentará 4 proposições que deverão ser classificadas como Verdadeiras ou Falsas.

Classificação[editar | editar código-fonte]

1ª Fase[editar | editar código-fonte]

O caráter dessa prova será classificatório para a 2ª Fase e somente poderão participar da 2ª Fase, os alunos que obtiverem o número de acertos igual ou superior ao da nota de corte, que é divulgado no site da OBB.

2ª Fase[editar | editar código-fonte]

Somente os 15 primeiros colocados (do primeiro ao décimo quinto) nesta fase poderão participar da 3ª Fase, que ocorrerá no Instituto Butantan.

3ª Fase[editar | editar código-fonte]

Quatro alunos (do primeiro ao quarto classificados na atual OBB) serão selecionados para representar o Brasil na atual IBO, quatro alunos (do quinto ao oitavo classficados na atual OBB) serão selecionados para representar o Brasil na atual OIAB e dois alunos (do nono ao décimo classificados na atual OBB) serão escolhidos como suplentes, no caso de algum dos classificados finais não poder participar das olimpíadas internacionais.

Conteúdo abordado[editar | editar código-fonte]

Citologia[editar | editar código-fonte]

  • Características gerais das células procarióticas e eucarióticas
  • Composição química da célula: Água e sais minerais; carboidratos, proteínas, lipídeos, ácidos nucleicos e vitaminas
  • Membrana plasmática: Composição química e estrutura; transportes e especializações
  • Citosol: Citoesqueleto e organelas citoplasmáticas
  • Enzimas
  • Metabolismo energético
  • Respiração aeróbica
  • Fermentação
  • Biologia molecular
  • Propriedades do DNA; tipos de RNA
  • Código genético e síntese proteica
  • Vírus
  • Núcleo e cromossomo
  • Divisões celulares: mitose e meiose
  • Gametogênese masculina e feminina
  • Imunologia: soros e vacinas

Botânica[editar | editar código-fonte]

  • Célula vegetal
  • Relações hídricas da célula vegetal e animal
  • Histologia vegetal: Meristemas e tecidos adultos
  • Morfologia e anatomia vegetal: Raízes, caules, folhas, flores, frutos e sementes
  • Fotossíntese e Fotorrespiração
  • Absorção vegetal, condução de seiva, transpiração e gutação
  • Hormônios vegetais
  • Crescimento e desenvolvimento
  • Movimentos vegetais
  • Fotoperiodismo
  • Reprodução vegetal
  • Briófitas
  • Pteridófitas
  • Gimnospermas
  • Angiospermas monocotiledôneas e dicotiledôneas
  • Algas
  • Fungos

Zoologia; Anatomia, Histologia, Fisiologia e Embriologia Animal[editar | editar código-fonte]

  • Protozoários e protozooses
  • Invertebrados: Poríferos, celenterados, ctenóforos, platelmintos, nematoides, gnathostomulidas, anelídeos, moluscos, tardígrados, artrópodes, equinodermes, protocordados
  • Vertebrados: Ciclóstomos, condricties, osteicties, anfíbios, répteis, aves, e mamíferos
  • Anatomia, histologia e fisiologia humana: Sistemas tegumentar, ósseo, muscular, digestório, respiratório, circulatório, imunológico, reprodutor, excretor, endócrino, e nervoso
  • Embriologia: Tipos de clivagens, fases da embriogênese, folhetos germinativos, e anexos embrionários

Genética e Evolução[editar | editar código-fonte]

  • Conceitos básicos: genes, alelos, genótipo, fenótipo
  • 1ª e 2ª leis de Mendel
  • Análise de genealogias
  • Dominância incompleta e codominância
  • Probabilidade aplicada à genética
  • Alelos múltiplos e sistemas ABO, Rh, e MN
  • Poli-hibridismo
  • Interações gênicas simples e epistática
  • Herança quantitativa (poligênica)
  • Pleiotropia
  • Herança do sexo: Ligada e influenciado pelo sexo
  • Genética de populações
  • Linkage e crossing-over
  • Mapas cromossômicos
  • Mutações
  • Genética bacteriana
  • Biotecnologia
  • Epigenética
  • Transgênicos
  • Herança citoplasmática: Plastos e mitocôndrias
  • Origem da vida
  • Teorias evolucionistas: Lamarckismo, darwinismo, e neodarwinismo
  • Evidências evolutivas
  • Tipos de evolução
  • Evolução das populações
  • Especiação
  • Evolução dos animais e das plantas
  • Evolução humana

Ecologia[editar | editar código-fonte]

  • Níveis de organização da biologia
  • Cadeias e teias alimentares
  • Fluxo de energia e circulação de materiais
  • Pirâmides ecológicas
  • Ciclos biogeoquímicos: água, carbono, nitrogênio, fósforo, cálcio, enxofre, oxigênio
  • Materiais radioativos
  • Efeito acumulativo
  • Populações
  • Comunidades
  • Nicho ecológico
  • Biodiversidade e riqueza de espécies
  • Sucessão ecológica
  • Ecossistemas aquáticos e terrestres
  • Interações ecológicas
  • Biomas do Brasil
  • Poluição do ar, da água e do solo

Etologia[editar | editar código-fonte]

Adaptação, otimização, aptidão abrangente, hereditariedade, aprendizagem e instinto, estratégias evolutivamente estáveis e seleção sexual.

Biossistemática[editar | editar código-fonte]

  • Análise de cladogramas
  • Classificação dos seres vivos:
  • Domínios arqueobactérias, eubactérias, eucariontes
  • Reinos Monera, Protista, Fungi, Vegetal e Animal

Noções de Farmacologia[editar | editar código-fonte]

  • Farmacocinética (dinâmicas de absorção, distribuição, ação e eliminação dos fármacos)
  • Transportadores de membrana e resposta aos fármacos
  • Metabolismo dos fármacos
  • Neurotransmissão: os sistemas nervosos autônomo e somático motor
  • Agonistas e antagonistas dos receptores nicotínicos e muscarínicos
  • Inibidores da acetilcolinesterase
  • Agentes que atuam na junção neuromuscular e nos gânglios autônomos
  • Agonistas e antagonistas adrenérgicos
  • Serotonina e Dopamina
  • Neurotransmissão e sistema nervoso central
  • Noções de anestésicos
  • Diuréticos
  • Sistema Renina-Angiotensina-Aldosterona
  • Farmacologia e base toxicológica do etanol
  • Drogadição e abuso de drogas
  • Histamina e Bradicinina
  • Anti-piréticos e Anti-Inflamatórios
  • Princípios gerais do tratamento antimicrobiano
  • Antibióticos
  • Agentes Antivirais, Antiretrovirais, e tratamento do HIV
  • Coagulação sanguínea e fármacos anticoagulantes
  • Prostaglandinas
  • Princípios de toxinologia e tratamento de envenenamento

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Agência FAPESP. «Inscrições abertas para a Olimpíada Brasileira de Biologia». Consultado em 27 de Janeiro de 2011 
  2. Portal Aprendiz. «Olimpíada Brasileira de Biologia abre inscrições para estudantes de Ensino Médio». Consultado em 27 de Janeiro de 2011 
  3. Portal Educação Pública - CECIERJ. «Resultados da Primeira Olimpíada Brasileira de Biologia». Consultado em 27 de Janeiro de 2011 
  4. Olimpíada Brasileira de Biologia. «LISTA DOS CLASSIFICADOS PARA A SEGUNDA FASE DA VII OBB». Consultado em 28 de Agosto de 2011 
  5. «Olimpiadas de Biologia | Home». Olimpiadas de Biologia. Instituto Butantan. Consultado em 20 de fevereiro de 2019