Olivia d'Abo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Olivia d'Abo
Olivia d'Abo
Nascimento 22 de janeiro de 1969 (49 anos)
Londres, Inglaterra
 Reino Unido
Ocupação Atriz, cantora, compositora
Atividade 1984–presente
Cônjuge Patrick Leonard (1995-presente)
Página oficial

Olivia Jane d'Abo (IPA[ˈdɑːboʊ]; Londres, 22 de janeiro de 1969)[1] é uma atriz, cantora e compositora americana nascida na Inglaterra, conhecida por sua interpretação das personagens Karen Arnold na série de televisão The Wonder Years (br: Anos Incríveis) e Nicole Wallace, uma vilã recorrente em Law & Order: Criminal Intent.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Como atriz[editar | editar código-fonte]

A estréia de d'Abo no cinema foi no papel coadjuvante de Princesa Jehnna em Conan the Destroyer (br: Conan, o Destruidor), lançado em junho de 1984.[2][3] Dois meses mais tarde,[4] interpretou o papel da camponesa Paloma em Bolero.

A partir de 1988, d'Abo passou a integrar o elenco principal da série The Wonder Years (Anos Incríveis, no Brasil), durante suas primeiras quatro temporadas. Sua personagem, Karen Arnold, era a irmã hippie do protagonista, Kevin Arnold. Em 1992 co-estrelou o episódio "True Q", da série Star Trek: The Next Generation, no papel de Amanda Rogers. Como a vilã Nicole Wallace, fez cinco aparições durante um período de seis anos na série policial Law & Order: Criminal Intent. Atualmente interpreta o papel recorrente de Abby Carter, ex-mulher do xerife Jack Carter, na série Eureka, do Sci-Fi Channel.

Teve diversos papeis coadjuvantes em programas de televisão e filmes, como Spirit of '76, de 1990, Greedy, de 1994, The Big Green e The Twilight Zone, de 2002. No teatro, integrou o elenco da produção de 2005 na Broadway de The Odd Couple, com Matthew Broderick e Nathan Lane.

Em obras de animação, dublou as vozes das personagens Star Sapphire e Morgaine le Fey em Justice League (2001) e Justice League Unlimited (2004); Tak em Invader Zim (2001–2002); a mestre jedi Luminara Unduli em Star Wars: The Clone Wars (2008); Carol Ferris em Green Lantern: First Flight (2009) e Sonya Blade em Mortal Kombat: Defenders of the Realm (1996).

Como cantora[editar | editar código-fonte]

Olivia d'Abo também é uma cantora, compositora, guitarrista e pianista.[5] Também compôs e tocou em diversas trilhas sonoras; seu single "Broken", por exemplo, foi destaque no filme Loving Annabelle.

Seu álbum de estreia, Not TV, contou com as seguintes canções:[5]

  • "Undertow"
  • "Half Mad and Never Pleased"
  • "Revolution"
  • "Ne'er Do Well"
  • "Medicine Girl"
  • "When I Was Bad"
  • "Addicted"
  • "Wide Open Spaces"
  • "Caroline"
  • "Catastrophe"

Entre outros projetos musicais dos quais d'Abo participou estão: backing vocals em "Help Yourself", canção de Julian Lennon, um dueto acústico da canção "Livin' on a Prayer", de Bon Jovi, que aparece no CD de sucessos This Left Feels Right, e um dueto com o cantor Seal, "Broken". D'Abo também é co-autora da canção "Love Comes from the Inside", interpretada pela cantora italiana Laura Pausini em seu primeiro álbum em inglês, From the Inside.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Olivia d'Abo nasceu em Londres, Reino Unido, filha de Maggie London, uma modelo e atriz, e Mike d'Abo, cantor e integrante da banda Manfred Mann.[6] Tem três irmãos e uma meia-irmã; juntamente com o irmão mais velho, Ben D'Abo, frequentou o ensino médio nos Estados Unidos, na Los Feliz Hills School (antiga "The Apple School"), em Los Angeles. Posteriormente Olivia frequentou a Pacoima Jr. High School, em Pacoima, Califórnia.

É prima em segundo grau de Maryam d'Abo, atriz conhecida por interpretar Kara Milovy no filme da série James Bond The Living Daylights (br: 007 Marcado para Morrer; pt: 007 - Risco Imediato), de 1987.

Olivia foi casada com o produtor musical e compositor Patrick Leonard, com quem teve um filho, Oliver, nascido em 11 de novembro de 1995. De 1998 a 2001 manteve um relacionamento com o ator Thomas Jane, com quem trabalhou em diversos projetos, incluindo The Velocity of Gary e Jonni Nitro; Jane dirigiu os últimos dois episódios do último, e d'Abo também compôs e interpretou a canção-título.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a. England & Wales, Birth Index: 1837–1983. England and Wales Civil Registration Indexes. Londres, Inglaterra: General Register Office. Lista 'Olivia Jane d'Abo' no índice de nascimentos registrados entre janeiro e março de 1969.
    b. Olivia d'Abo Biografia no site oficial.
  2. Dominique Mainon, James Ursini (ed.) Modern Amazons: Warrior Women on Screen, p. 39. Hal Leonard Corporation, 2006. ISBN 0879103272, 9780879103279.
  3. Conan the Destroyer, Rotten Tomatoes. Página acessada em 9-5-2011.
  4. Bolero, Rotten Tomatoes. Página acessada em 9-5-2011.
  5. a b Not TV - Inner Knot
  6. Olivia d'Abo - FilmReference.com

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.