Omamori

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Omamori dedicado ao estudo, Templo Tnejin

Omamori (御守 ou お守り omamori?) são amuletos japoneses comumente vendidos em santuários xintoístas e budistas, são dedicados a determinados kami do xintoísmo assim como a figuras budistas. O omamori consiste em um pedaço de papel ou madeira com uma mensagem de sorte, paz e fé escrita além do nome do templo ou santuário onde foi obtido,[1] então guardado dentro de um saquinho de tecido com um cordão para que seja amarrado em qualquer lugar, é comum vê-los pendurados dentro de automáveis da família, para trazer sorte. [2]

Os omamoris tradicionais não são vendidos em lojas, apenas em templos ou sede religiosas.[2]

Referências

  1. Brian Bocking (30 September 2005). A Popular Dictionary of Shinto. [S.l.]: Routledge. p. 215. ISBN 978-1-135-79738-6  Verifique data em: |data= (ajuda)
  2. a b Wagner J. Bull. Aikido - O Caminho Da Sabedoria - a Teoria. [S.l.]: Editora Pensamento. p. 164. ISBN 978-85-315-1320-6