Omicron2 Centauri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
ο2 Centauri
Dados observacionais (J2000)
Constelação Centaurus
Asc. reta 11h 31m 48,8s[1]
Declinação -59° 30′ 56,3″[1]
Magnitude aparente 5,14[1]
Características
Tipo espectral A2Ia[1]
Cor (U-B) -0,11[1]
Cor (B-V) 0,49[1]
Variabilidade α Cygni[2][3]
Astrometria
Velocidade radial -16,8 km/s[1]
Mov. próprio (AR) -7,12 mas/a[4]
Mov. próprio (DEC) 0,97 mas/a[4]
Paralaxe 0,5699 ± 0,1233 mas[4]
Distância 5700 ± 1200 anos-luz
1700 ± 400 pc
Magnitude absoluta -7,50 (visual)[5]
-7,78 (bolométrica)[5]
Detalhes
Massa 18[5] M
Raio 131[5] R
Gravidade superficial log g = 1,46 cgs[5]
Luminosidade 105 000[5] L
Temperatura 9 080[5] K
Rotação v sin i = 50 km/s[5]
Idade 10-12 milhões[6] de anos
Outras denominações
CD-58 4101, HR 4442, HD 100262, HIP 56250, SAO 239146.[1]
Omicron2 Centauri
Centaurus constellation map.png

Omicron2 Centauri (ο2 Cen, ο2 Centauri) é uma estrela na constelação de Centaurus. Tem uma magnitude aparente visual de 5,14,[1] sendo visível a olho nu em locais com pouca poluição luminosa. Está muito distante da Terra para ter sua distância medida com precisão; as medições de paralaxe da sonda Gaia indicam que está a aproximadamente 5 700 anos-luz (1700 parsecs) da Terra, mas com a alta incerteza esse valor pode ser de 4 700 até 7 300 anos-luz (1 400 a 2 200 pc).[4] A essa distância, sua magnitude é diminuída em 1,22 devido à extinção causada por gás e poeira no meio interestelar.[6]

Omicron2 Centauri é uma estrela supergigante luminosa de classe A com um tipo espectral de A2Ia[1] e temperatura efetiva de 9 080 K.[5] É uma estrela muito brilhante, com uma magnitude absoluta de -7,5 e luminosidade equivalente a 100 mil vezes a luminosidade solar. Possui massa 18 vezes superior à solar e raio de 131 raios solares. Está girando com uma velocidade de rotação projetada de 50 km/s, levando não mais que 132 dias para completar uma rotação.[5] É uma estrela variável do tipo Alpha Cygni, variando sua magnitude aparente entre 5,12 e 5,22 com períodos de 14 a 46 dias.[2][3]

Omicron2 Centauri forma uma estrela dupla visível a olho nu com Omicron1 Centauri, uma outra supergigante de quinta magnitude, separada por 4,6 minutos de arco na esfera celeste.[6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h i j «SIMBAD query result - omi02 Cen». SIMBAD. Centre de Données astronomiques de Strasbourg. Consultado em 4 de dezembro de 2016 
  2. a b Samus, N. N.; Durlevich, O. V.; et al. (janeiro de 2009). «VizieR Online Data Catalog: General Catalogue of Variable Stars (Samus+ 2007-2013)». VizieR On-line Data Catalog: B/gcvs. Bibcode:2009yCat....102025S 
  3. a b Saio, Hideyuki; Georgy, Cyril; Meynet, Georges (agosto de 2013). «Evolution of blue supergiants and α Cygni variables: puzzling CNO surface abundances». Monthly Notices of the Royal Astronomical Society. 433 (2). pp. 1246–1257. Bibcode:2013MNRAS.433.1246S. doi:10.1093/mnras/stt796 
  4. a b c d Gaia Collaboration: Brown, A. G. A.; Vallenari, A.; Prusti, T.; de Bruijne, J. H. J.; et al. (2018). «Gaia Data Release 2. Summary of the contents and survey properties». Astronomy & Astrophysics. 616: A1, 22 pp. Bibcode:2018A&A...616A...1G. arXiv:1804.09365Acessível livremente. doi:10.1051/0004-6361/201833051.  Catálogo Vizier
  5. a b c d e f g h i j Kaufer, A.; et al. (janeiro de 1996). «Long-term spectroscopic monitoring of BA-type supergiants. I. Hα line-profile variability.». Astronomy and Astrophysics. 305. p. 887. Bibcode:1996A&A...305..887K 
  6. a b c Kaler, James B (8 de abril de 2016). «Omicron 1,2 Centauri». Stars. Consultado em 5 de dezembro de 2016