Once Upon a Time (série de televisão)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Once Upon a Time (série))
Ir para: navegação, pesquisa
Once Upon a Time
Era Uma Vez (PT)
Once Upon a Time/Era Uma Vez (BR)
Informação geral
Formato Série
Gênero Fantasia
Drama
Aventura
Mistério
Duração 43 minutos
Estado Em exibição
Criador(es) Edward Kitsis
Adam Horowitz
País de origem  Estados Unidos
Idioma original Inglês
Produção
Produtor(es)
Produtor(es) executivo(s)
Editor(es) Geofrey Hildrew
Mark Goldman
Scot J. Kelly
Joe Talbot Hall
Cinematografia Steven Fierberg
Stephen Jackson
Distribuída por Disney–ABC Domestic Television
Elenco
Compositor da música tema Mark Isham
Empresa(s) de produção ABC Studios
Kitsis/Horowitz
Localização Vancouver, Colúmbia Britânica
Steveston, Colúmbia Britânica
Exibição
Emissora de televisão original Estados Unidos ABC
Brasil Canal Sony
Formato de exibição 720p (16:9 HDTV)
Formato de áudio Dolby Digital 5.1
Transmissão original 23 de outubro de 2011 – presente
N.º de temporadas 6
N.º de episódios 115 (lista de episódios)
Cronologia
Programas relacionados Once Upon a Time in Wonderland

Once Upon a Time é uma série americana de dramafantasia que aborda o gênero contos de fadas, que estreou em 23 de outubro de 2011, na ABC. A sexta temporada estreara no dia 25 de setembro nos EUA pelo canal ABC.O show se passa na fictícia cidade de Storybrooke, cujos moradores são personagens de vários contos de fadas que foram transportados para o "mundo real" e tiveram suas memórias reais roubadas por uma poderosa maldição. Os episódios normalmente apresentam o enredo principal em Storybrooke, e um enredo secundário de outro ponto da vida de um personagem antes da maldição ser lançada.

No Brasil, a série estreou em 2 de abril de 2012 pelo canal de TV paga Sony, que continua a exibir a série atualmente com episódios nas opções de áudio original com legendas e dublado. Em 3 de fevereiro de 2014, a série passou a ser exibida em TV aberta no Brasil pela Rede Record.[1] As 5 primeiras temporadas da série estão disponíveis na Netflix.e na sbt

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Ver também: episódios

A série se passa na cidade fictícia de Storybrooke, Maine, cujos moradores são todos personagens de contos de fadas que foram transportados da Floresta Encantada para o "mundo real" através de uma poderosa maldição obtida através de Rumplestiltskin e lançada pela Rainha Má . Após perderem a memória de suas vidas na Floresta Encantada, cada personagem ganhou uma nova identidade com empregos adaptados ao mundo moderno. A única esperança para eles reside em Emma Swan (Jennifer Morrison), filha da Branca de Neve (Ginnifer Goodwin) e do Príncipe Encantado (Josh Dallas), que foi transportada ainda bebê para o mundo real antes que a maldição fosse lançada. Como tal, ela é a única destinada a quebrar a maldição e restaurar as memórias dos personagens perdidos. Emma é auxiliada por seu filho Henry (Jared Gilmore), ao qual foi recentemente reunida depois de tê-lo dado para adoção logo após seu nascimento. Henry tem um livro de contos de fadas, que contém as histórias que foram apagadas após a maldição, e o responsável por fazer Emma (também denominada "A Salvadora") acreditar na magia e quebrar a maldição, devolvendo a todos suas memórias. Henry é também o filho adotivo de Regina (Rainha Má), o que cria um conflito e interesse comum entre as duas.

Os episódios geralmente são centrados em um personagem e possuem uma narrativa não linear, retratando dois segmentos: um mostrando o presente, os dias atuais dos habitantes de Storybrooke após a maldição, e outro revelando o passado de algum personagem antes da maldição, servindo de peça-chave para a compreensão do espectador sobre suas atitudes nos dias atuais.

1ª Temporada (2011–12)[editar | editar código-fonte]

A primeira temporada estreou em 23 de outubro de 2011. A temporada começa com a Rainha Má interrompendo o casamento da Branca de Neve e o Principe Encantado, anunciando que ela planeja destruir a felicidade de todos lançando uma maldição sobre todos do reino, que os levará a um lugar onde só ela terá um "final feliz". A maioria dos personagens de contos de fadas são transportados para a cidade de Storybrooke, onde eles foram despojados de suas memórias e identidades reais, além do congelamento, onde todos fazem todo dia a mesma coisa sem um motivo claro. Em seu aniversário de 28 anos, Emma Swan é trazida a Storybrooke por Henry Mills, seu filho que dera para adoção ainda bebê, na esperança de quebrar a maldição lançada por Regina Mills (sua mãe adotiva), a prefeita da cidade também conhecida como Rainha Má.

2ª Temporada (2012–13)[editar | editar código-fonte]

A segunda temporada estreou em 30 de setembro de 2012. Apesar de Emma ter quebrado a maldição, nenhum dos personagens voltam para a Floresta Encantada, ficando com suas memórias reais. Agora, todos tem que lidar com suas próprias identidades duplas, e com a introdução da magia em Storybrooke, o que torna os destinos dos dois mundos interligados, o que traz novas ameaças. Somos apresentados a dois novos vilões, o Capitão Gancho (Colin O'Donoghue) e a mãe de Regina, Cora (Barbara Hershey), também conhecida como Rainha de Copas. Dois agentes do nosso mundo também se infiltram em Storybrooke, com a missão de destruir a magia. Somos apresentados a Neal Cassidy/Baelfire (Michael Raymond-James (adulto) e Dylan Schmid (adolescente)), o pai biológico de Henry e filho de Rumplestiltiskin.

3ª Temporada (2013–14)[editar | editar código-fonte]

A terceira temporada estreou em 29 de setembro de 2013. A temporada foi dividida em duas partes, sendo a primeira focada em resgatar Henry das garras de Peter Pan (Robbie Kay), que tem o plano de roubar o coração de Henry ("O coração do Verdadeiro Crédulo") para colocar em si mesmo e se tornar imortal. A primeira parte se passa na Terra do Nunca. A crescente luta de poder com Pan continua em Storybrooke, o que acaba resultando na reversão completa da maldição de origem. Todos os personagens são devolvidos para a Floresta Encantada, deixando Emma Swan e Henry para trás em Nova York com suas memórias apagadas. Na segunda parte, os personagens são misteriosamente trazidos de volta para Storybrooke, mas tiveram suas memórias do ano anterior removidas, e a Bruxa Má do Oeste/Zelena (Rebecca Mader) da Terra de Oz aparece, planejando uma viagem no tempo para mudar seu passado. E mais uma vez, Emma é necessária para salvar a sua família. Conhecemos personagens marcantes em nossa infância, como Sininho (Rose McIver), a família Darwing (Peter Pan), além de outros personagens como Robin Hood (Sean Maguire) e Roland (Raphael Alejandro) que são considerados recorrentes a partir da quarta temporada.

4ª Temporada (2014–15)[editar | editar código-fonte]

A quarta temporada estreou em 28 de setembro de 2014. Um novo enredo adicionando elementos do filme Frozen, foi incorporado à série, onde os eventos da viagem no tempo da temporada anterior trazem Elsa (Georgina Haig) à Storybrooke, após a abertura da urna onde ela estava presa ser acidentalmente sugada para dentro do portal. Ao chegar a Storybrooke, Elsa procura por sua irmã Anna (Elizabeth Lail) com a ajuda de vários personagens, mas em meio à busca acaba encontrando-se a mercê de um plano da Rainha da Neve (Elizabeth Mitchell). Enquanto isso, Regina procura o autor do livro Once Upon a Time de Henry, para que ele possa finalmente dar a ela seu final feliz. No entanto, o Sr. Gold, com a ajuda de Cruella De Vil (Victoria Smurfit), Malévola (Kristin Bauer van Straten) e Ursula (Merrin Dungey), tem seus próprios planos para reescreverem as regras que regem os destinos dos heróis e vilões.

5ª Temporada (2015–16)[editar | editar código-fonte]

A quinta temporada estreou em 27 de setembro de 2015. Os personagens embarcam em uma missão para Camelot tentando encontrar Merlin (Elliot Knight), a fim de libertar Emma dos poderes das trevas. Para complicar a situação, o Rei Artur (Liam Garrigan) está determinado a alterar o equilíbrio entre a luz e as trevas usando a lendária espada Excalibur. Quando a história e o destino se colidem, consequências inusitadas levam os personagens para o Submundo à procura de salvar a alma perdida de um amigo, onde encontram também as almas daqueles com negócios inacabados e enfrentam um novo vilão, Hades (Greg Germann) , que pretende prender os heróis em seu domínio para sempre. Reencontramos alguns personagens antigos, como Peter Pan, Cora, Liam Jones, Neal Cassidy, Cruella, James, Mulan, Ruby, Dorothy, e muitos outros.

6ª Temporada (2016-17)[editar | editar código-fonte]

A sexta temporada foi anunciada em 3 março de 2016.[2] A cidade de Storybrooke está ameaçada pelo alter ego agora dividido do Dr. Jekyll (Hank Harris), o Sr. Hyde (Sam Witwer), que junto com seus companheiros da Terra das Histórias Ainda Não Contadas lutarão para derrubar os heróis. Após sua falha tentativa de se livrar de seu lado mau, Regina terá de lidar também com a sua auto personificação, a Rainha Má, que foi separada de si e deseja vingança contra os heróis.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Adam Horowitz e Edward Kitsis escreveram a série em 2004, Antes de entrarem na equipe de roteiristas de Lost, mas queriam esperar até que a série acabasse para se concentrarem neste projeto.[3] O roteiro do piloto foi escolhido no dia 04 de fevereiro de 2011.[4]

Em maio de 2011, Jane Espenson foi adicionada como um co-produtora executiva e Liz Tigelaar foi interposta como um consultora de produção.[5] Damon Lindelof atuou como consultor no piloto da série. Horowitz descreveu Kitsis Lindelof como seu "padrinho" , e disse "Eu posso estar errado, mas acho que esta é a primeira vez que é mostrado Branca de Neve com uma espada, ou grávida."[6]

Ambos, Horowitz e Kitsis, depois enfatizaram que a série vai focar mais em os próprios personagens e não apresentam uma história "complexa", que supostamente era o foco principal. "Nós não queremos que este seja um 'show' de mitologia", disse Kitsis. "Trata-se de personagens em primeiro lugar.[7] A série também tem uma premissa semelhante aos quadrinhos de Bill Willingham, ao qual ABC comprou os direitos em 2008, mas nunca conseguiu passar da fase de planejamento. Horowitz e Kitsis afirmam que enquanto os dois conceitos estão "no playground mesmo", eles acreditam que estão "contando uma história diferente".[8] A série surgiu como concorrente de Grimm.

Recepção[editar | editar código-fonte]

No Metacritic, foi atribuída uma pontuação de 66 em cada 100 com "avaliações favoráveis". E!'s Kristin dos Santos cita o show como um dos cinco novos shows da temporada 2011-12 para assistir. Matthew Gilbert do The Boston Globe deu ao show um grau "C+" comentando: "A partir de um par de produtores de Lost, esta é uma proposição amor-ou-ódio. A ambição é impressionante, já que nos pede para imaginar a Branca de Neve de Ginnifer Goodwin e a Rainha Má de Lana Parrilla modernas. Mas Jennifer Morrison é um 'chumbo de madeira', e as histórias passadas - uma coleção aleatória de contos de fadas - não prometem surpreender".

Em uma revisão do St. Louis Post-Dispatch, o crítico de TV Gail Pennington saudou como um dos "mais promissores shows de The Fall" e, ao contrário de Gilbert, teve notas altas para Morrison. USA's Today Robert Blanco colocou a série em sua lista dos dez melhores, declarando que "não há nada no ar igual a ele." Mary McNamara do Los Angeles Times diz preferir desta série a outro drama com tema de conto de fadas, Grimm, citando que a premissa leva o seu tempo construindo o charme e que o produtor "que tem parte pregado". Ela também deu excelentes críticas para o personagem de Morrison: "Sua Emma é previsivelmente cínica e espinhosa - de conto de fadas da princesa, minha tia Fanny - mas ela é forte e animada o suficiente para manter o público implorando para 'apenas mais alguns páginas' antes de ir para a cama."

Vários meios feministas ficaram satisfeitos com o show de seu toque feminista em contos de fadas. Avital Norman Nathman da revista Bitch afirmou que gostou do show de "infundir uma sensibilidade feminista" nas histórias. Genie Leslie em Feministing comentou que Emma era um "badass", que ela gostava como Emma estava "muito convencido de que as mulheres sejam capazes de tomar suas próprias decisões sobre suas vidas e seus filhos", e como Emma era um "bem-arredondado" caráter que era "feminino, mas não 'feminino'". Natalie Wilson da Sra. elogiou o show para um forte, "chutar o traseiro" liderança feminina, para a inclusão de várias mulheres fortes que se revezam fazendo a poupança com os homens, para subverter a fetichização do amor verdadeiro, e para lidar com a ideia de o que faz uma mãe de uma forma mais sutil. Wilson passou a afirmar sobre a liderança: "Sua busca de um" final feliz "não é sobre encontrar um homem ou ir a um baile todo gussied-se, mas sobre o trabalho de detetive, sobre a construção de um relacionamento com seu filho Henry, e sobre a busca a "verdade" a respeito de porque o tempo está ainda no mundo corrupto de Storybrooke."

Audiência[editar | editar código-fonte]

O episódio piloto da série obteve classificação de 4,0 na faixa etária 18-49 com 12.93 milhões de espectadores. Foi a estreia de temporada de maior audiência entre adultos de 18-49 e a maior estreia do ABC em cinco anos. Os outros próximos três episódios tiveram avaliações consistentes a cada semana com mais de 11 milhões de telespectadores. A série tornou-se o programa nº 1 não-desportivo com os telespectadores e jovens nas noites de domingo.

A primeira temporada estreou como a mais assistida série dramática. O Primeiro episódio da 2.ª Temporada, "Broken" atingiu 11 milhões de espectadores.[9]

Temporada Dia # Ep. Estreia da temporada Final da temporada Data Ranking Audiência

(em milhões)

Audiência

18–49 (#ranking)

Audiência em Live + DVR
Data Audiência
(em milhões)
Data Audiência
(em milhões)
1
Domingo
22
23 de Outubro de 2011
12.93[10]
13 de Maio de 2012
09.66[11] 2011–2012 #28 12.93[12] 6.1/10 (#18)[13] 13.47[14]
2 22
30 de Setembro de 2012
11.36[15]
12 de Maio de 2013
07.22[16] 2012–2013 #35 11.36[17] 5.6/9 (#18)[18] 14.91[19]
3 22
29 de Setembro de 2013
08.52[20]
11 de Maio de 2014
06.91[21] 2013–2014 #35 10.65[22] 6.9/8 (#12) 14.61[23]
4 22
28 de Setembro de 2014
09.34[24]
10 de Maio de 2015
05.51[21] 2014–2015 #54 10.89[22] 4.8/7 (#17) 13.38[23]
5 23
27 de Setembro de 2015
05.88[24] 15 de maio de 2016 04.07 2015–2016 TBA TBA TBA TBA
6 25 de Setembro de 2016 3.99 2016-2017

Outras mídias[editar | editar código-fonte]

Livros[editar | editar código-fonte]

Além do spin-off, Once Upon a Time ganhou um livro. Este que pode ser primeiro de uma série, escrito por Odette Beane leva o titulo de "Once Upon A Time - tale o Despertar" e é baseado na primeira temporada da série e tem a promessa de levar aos fãs uma visão totalmente diferente de seus personagens favoritos.

Quadrinhos[editar | editar código-fonte]

A histórias em quadrinhos, intitulada Once Upon a Time: Shadow of the Queen, foi lançada em 4 de setembro de 2013 em ambas as formas digitais e de capa dura. A história foi escrita por Dan Thomsen e Corinna Bechko, com arte de Nimit Malavia, Vasilis Lolos, Mike Del Mundo, Stephanie Hans e Mike Henderson. Shadow of the Queen detalha o que acontece depois que a Rainha Má leva o coração do Caçador. ela força a Caçador a cometer o mal, e tentar capturar a Branca de Neve, mais uma vez. O Caçador então enfrenta seu passado, e também conhece Chapeuzinho Vermelho, que está tentando lidar com seu alter ego. Juntos, eles se uenm e tenta salvar Branca de Neve antes que seja tarde demais.[25]

Em 14 de abril de 2014, uma continuação para a primeira revista em quadrinhos foi lançada, intitulada Once Upon a Time: Out of the Past.[26]

Spin-Off[editar | editar código-fonte]

Em fevereiro de 2013, Kitsis e Horowitz, juntamente com os produtores Zack Estrin e Jane Espenson, desenvolveram um spin-off com foco na obra, Alice no País das Maravilhas de Lewis Carroll.[27] A série foi intitulada de Once Upon a Time in Wonderland. O primeiro trailer foi revelado em abril de 2013, e o episódio piloto foi filmado no final de julho ou agaoi intitulada de Once Upon a Time in Wonderlaa o que acontece depois que a Rnd. O primeiro trailer foi revelado em abril de 2013, e o episódio piloto foi filmado no final de julho ou agosto.[35] Em 10 de maio de 2013, Aosto.[28] Em 10 de maio de 2013, ABC anunciou que tinha aprovado o spin-off e em 14 de maio de 2013, anunciou que o spin-off iria ao ar no horário 20h00ET de quinta-feira.[29] A série estreou em 10 de outubro de 2013, mas foi cancelado[30] depois de uma única temporada de treze episódios, que terminaram em 3 de abril de 2014.[31]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Kondolojy, Amanda. «'Once Upon a Time' estreia na TV aberta pelo canal Record». Boa Informação. boainformacao.com.br. Consultado em February 10, 2014. 
  2. Webb Mitovich, Matt (March 3, 2016). «Once Upon a Time Renewed for Season 6». TVLine. Consultado em March 3, 2016. 
  3. http://weblogs.variety.com/on_the_air/2010/10/exclusive-lost-exec-producers-horowitz-kitsis-sell-pilot-to-abc.html
  4. http://www.deadline.com/2011/02/abc-picks-up-marc-cherrys-hallelujah-pilot/
  5. http://www.hollywoodreporter.com/news/jane-espenson-liz-tigelaar-join-193496
  6. http://www.tvguide.com/News/Damon-Lindelof-Once-Upon-A-Time-ABC-1036165.aspx
  7. http://www.digitalspy.com/tv/s181/once-upon-a-time/news/a337329/once-upon-a-time-execs-the-show-is-about-character.html
  8. http://www.tvline.com/interstitial/?ref=http%3A%2F%2Fwww.tvline.com%2F2011%2F08%2F5-real-truths-once-upon-a-time%2F
  9. Seidman, Robert (10 de maio de 2012). «Updated: ABC Renews 'Once Upon a Time,' 'The Middle,' 'Modern Family,' 'Grey's Anatomy,' Suburgatory,' 'Revenge,' and 'Castle'» (em inglês). Consultado em 11 de maio de 2012. 
  10. Gorman, Bill (October 24, 2011). «Sunday Final Ratings: 'Once Upon A Time' Adjusted Up + Final Ratings For World Series Game 4 & Saints/Colts». TV by the Numbers. Consultado em October 24, 2011. 
  11. Bibel, Sarah (May 15, 2012). «Sunday Final Ratings: 'Once Upon A Time', Family guy', 'Survivor' Adjusted Up; ‘Survivor: Reunion', 'Dateline' Adjusted Down». TV by the Numbers. Consultado em May 16, 2012. 
  12. Gorman, Bill (May 24, 2012). «Complete List of 2011–12 Season TV Show Viewership: 'Sunday Night Football' Tops, Followed By 'American Idol', 'NCIS' & 'Dancing With The Stars'». Tvbythenumbers.zap2it.com. Consultado em May 25, 2012. 
  13. Gorman, Bill (May 24, 2012). «Complete List of 2011–12 Season TV Show Ratings: 'Sunday Night Football' Tops, Followed By 'American Idol', 'The Voice' & 'Modern Family'». TV By the Numbers [S.l.: s.n.] Consultado em May 24, 2012. 
  14. «2011–2012 Full Season Live+7 DVR Ratings: ‘Modern Family’ Leads Ratings and Viewership Gains,’Grimm’ Ranks Number One In Percentage Increases – Ratings | TVbytheNumbers». Tvbythenumbers.zap2it.com. June 11, 2012. Consultado em September 15, 2012. 
  15. «Sunday Final Ratings: 'Once Upon A Time', 'The Simpsons', 'Bob's Burgers' Adjusted Up; '666 Park Avenue', '60 Minutes' Adjusted Down & Final Football Numbers». Tvbythenumbers.zap2it.com. October 2, 2012. Consultado em October 2, 2012. 
  16. "Sunday Final Ratings: 'Survivor', 'Once Upon a Time', 'The Simpsons' & 'Revenge' Adjusted Up" from TV by the Numbers/Zap2It (May 14, 2013)
  17. Patten, Dominic (May 23, 2013). «Full 2012–2013 TV Season Series Rankings». Deadline. Consultado em May 24, 2013. 
  18. «Complete List Of 2012-13 Season TV Show Ratings: ‘Sunday Night Football’ Tops, Followed By ‘The Big Bang Theory,’ ‘The Voice’ & ‘Modern Family’ – Ratings – TVbytheNumbers». Consultado em January 11, 2014. 
  19. Bibel, Sara (June 10, 2013). «Live+7 DVR Ratings: Complete 2012–13 Season 'Modern Family' Leads Adults 18–49 Ratings Increase & Tops Total Viewership Gains; 'Hannibal' Earns Biggest Percentage Increase». TV by the Numbers. 
  20. Bibel, Sara (October 1, 2013). «Sunday Final Ratings: 'The Simpsons' & 'Bob's Burgers' Adjusted Up; 'Revenge' Adjusted Down». TV by the Numbers. Consultado em October 1, 2013. 
  21. a b Bibel, Sara (May 13, 2014). «Sunday Final Ratings: 'Once Upon a Time', 'American Dad' & 'America's Funniet Home Videos' Adjusted Up; 'Revenge', 'Cosmos' & 'Dateline' Adjusted Down». TV by the Numbers. Consultado em May 13, 2014. 
  22. a b «Full 2013-2014 TV Season Series Rankings». Deadline. May 22, 2014. 
  23. a b «Live+7 DVR Ratings: Complete 2013–14 Season ‘The Big Bang Theory’ Leads Adults 18–49 Ratings Increase; ‘Raising Hope’ Earns Biggest Percentage Increase, ‘The Blacklist’ Tope Viewership Gains – Ratings | TVbytheNumbers.Zap2it.com». tvbythenumbers.zap2it.com. Consultado em June 28, 2014. 
  24. a b «Sunday Final Ratings: 'Once Upon A Time', 'Resurrection' & 'Revenge' Adjusted Up; 'CSI' Adjusted Down». TV By the Numbers. September 30, 2014. 
  25. Byrne, Craig (March 28, 2013). «Marvel Plans A Once Upon A Time Original Graphic Novel». KSiteTV. Consultado em March 29, 2013. 
  26. http://www.amazon.com/dp/078519116X/ref=tsm_1_fb_lk
  27. Andreeva, Nellie. "Eddy Kitsis & Adam Horowitz’s ‘Once Upon A Time’ Spin-off Set In Wonderland Takes Shape, Zack Estrin & Jane Espenson Join." Deadline.com (March 19, 2013)
  28. Goldberg, Lesley (March 28, 2013). «'Once Upon a Time' Spin-off 'Wonderland' Casts Its Alice». The Hollywood Reporter Thehollywoodreporter.com [S.l.] Consultado em March 29, 2013. 
  29. Kondolojy, Amanda (May 14, 2013). «ABC 2013–14 Primetime Schedule: 'Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D.' on Tuesday, 'Revenge' Sticks With Sunday, 'Once Upon a Time' Spinoff on Thursday, 'DWTS' Downsized & More». TV by the Numbers. 
  30. Goldberg, Lesley (2014-03-28). «It's Official: ABC's 'Once Upon a Time in Wonderland' Canceled». The Hollywood Reporter. 
  31. Kondolojy, Amanda (March 28, 2014). «'Once Upon a Time in Wonderland' Canceled by ABC After One Season». TV by the Numbers. Consultado em March 28, 2014.