Onda cerebral

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde novembro de 2012). Ajude e colabore com a tradução.

Onda cerebral é a atividade elétrica produzida pelo cérebro. Estas ondas podem ser detectadas e medidas usando a Eletroencefalografia (EEG).

Ondas cerebrais, ocorrem no sistema nervoso central em todos os níveis. Em geral, essas ondas podem ser caracterizadas pela sua frequência, amplitude e fase. As propriedades desses sinais, podem ser obtidas usando Análise tempo-frequência. Em oscilações de larga escala, alterações de amplitude são consideradas resultado de alterações de sincronização nas células do sistema nervoso central, também conhecido como sincronização local. Além desta, atividades oscilatórias envolvendo estruturas neurais distantes (neurônios simples ou estruturas de neurônios), podem entrar em sincronia. Oscilações e sincronizações neurais, foram associadas a várias funções cognitivas, tais como: transferência de informação, percepção, controle motor e memória.[1] [2] [3]

Referências

  1. Fries, P. (2001). "A mechanism for cognitive dynamics: neuronal communication through neuronal coherence". TICS 9: 474–480.
  2. Fell, J; Axmacher N. (2011). "The role of phase synchronization in memory processes". Nat Rev Neurosci 12: 105–118.
  3. Schnitzler, A; Gross J. (2005). "Normal and pathological oscillatory communication in the brain". Nat Rev Neurosci 6 (4): 285–296. PMID 15803160.

Ver também[editar | editar código-fonte]