Onofre Agostini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Onofre Santo Agostini)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Onofre Agostini
Deputado Onofre Agostini
Deputado federal de  Santa Catarina
Período 1 de fevereiro de 2011 até
1 de janeiro de 2015
Deputado estadual de  Santa Catarina
Período :1990 - 1994
:1995 - 1999
:2000 - 2002
:2003 - 2006
:2007 - 2010
Prefeito de Curitibanos Bandeira curitibanos.JPG
Período 1973 - 1977
Antecessor Hélio Anjos Ortiz
Sucessor Wilmar Ortigari
Dados pessoais
Nome completo Onofre Santo Agostini
Nascimento 22 de março de 1940 (79 anos)
Ipê, Rio Grande do Sul
Nacionalidade  Brasileiro
Progenitores Mãe: Graciosa Fontana Agostini
Pai: Theodoro Agostini
Cônjuges Leoniza Carvalho Agostini (falecida)
Partido Aliança Renovadora Nacional (ARENA, 1972-1990)
Partido da Frente Liberal (PFL, 1990-2009)
Democratas (DEM, 2009-2011)
Partido Social Democrático (PSD, 2011-presente)

Onofre Santo Agostini (Ipê, 22 de março de 1940) é um político brasileiro filiado ao Partido Social Democrático (PSD).[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Theodoro Agostini e Graciosa Fontana Agostini, junto de sua família Onofre veio para Santa Catarina aos 4 anos de idade e trabalhou dos 13 aos 17 anos como office-boy em dois escritórios de contabilidade em Curitibanos. Aos 18 anos prestou o Serviço Militar e quando voltou casou-se com Leoniza Carvalho Agostini, que o deixaria viúvo anos depois.

Vida política[editar | editar código-fonte]

Em 1973, Onofre assumiu o cargo de prefeito de Curitibanos aos 33 anos de idade. Em 1978 candidatou-se a um cargo na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, não sendo eleito. Em 1982 foi viver em Florianópolis, local pelo qual exerceu vários cargos públicos. Onofre assumiu em 1990 o cargo de deputado estadual, eleito em 1989 com 16.532 votos para a 12ª legislatura (1991 — 1995). Depois foi reeleito quatro vezes. Em 2001 e 2002 se tornou presidente da Assembleia Legislativa. Em dezembro de 2007 Onofre foi Secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, lá ele ficou por dois anos e quatro meses. Em 2010 foi eleito com 90.691 votos para assumir o cargo de deputado federal na 54ª legislatura (2011 — 2015). No primeiro ano de seu mandato de deputado federal, Onofre declarou sua saída do Democratas para o Partido Social Democrático.[2]

Destaque[editar | editar código-fonte]

Onofre Agostini tem dirigido sua carreira aos direitos dos motoristas de ambulância. O deputado comunicou aos demais deputados federais que a canção “Anjos da Madrugada”, de autoria da cantora Paola Karime, seria o Hino Oficial dos Motoristas de Ambulância do Brasil. Foi eleito em 2013, pela revista Veja, no ranking dos melhores deputados do Brasil, o melhor deputado Federal da Câmara dos Deputados. O ranking dos parlamentares é feito anualmente por VEJA desde 2011, com a colaboração do Núcleo de Estudos sobre o Congresso (Necon), do Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Iesp-Uerj).[3][4]

Referências

  1. Perfil de Onofre Agostini em seu site. Arquivado em 27 de maio de 2010, no Wayback Machine. Acessado em 22 de novembro de 2010.
  2. Ex-presidente do DEM [Raimundo Colombo, confirma saída da sigla e nega ida para o partido de Kassab.] "Além do governador, todos os três deputados federais e sete deputados estaduais eleitos pelo DEM-SC vão se unir aos dissidentes e migrar para o PSD. Os federais são João Rodrigues, Onofre Agostini, além de Bornhausen." Publicado por R7. 6/05/2011. Acessado em 05/10/2011.
  3. «3° Seminário Nacional dos Motoristas Condutores de Ambulância». Consultado em 24 de outubro de 2013. Arquivado do original em 29 de outubro de 2013 
  4. Realização do 3º Seminário Nacional dos Motoristas e Condutores de Ambulância, em Belo Horizonte

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Helio Anjos Ortiz
Prefeito de Curitibanos
1973 — 1977
Sucedido por
Wilmar Ortigari


Ícone de esboço Este artigo sobre políticos ou política de Santa Catarina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.