Operação: Tolerância Zero

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Operação: Tolerância Zero foi uma saga ocorrida nas histórias em quadrinhos do Universo Marvel, publicadas pela Marvel Comics, atingindo com mais impacto as histórias dos X-Men. Foi publicada nos E.U.A. em 1997.

O personagem principal desta saga é Bastion, que aparece como um misterioso e influente agente do governo. O evento teve suas raizes em um grande número de acontecimentos, dentre os quais se destacam o assassinato de Graydon Creed e a própria Saga Massacre. Com isso, a opinião popular, há muito tempo contrária à simples existência dos mutantes tornou-se praticamente unânime, aumentando o medo nas ruas e a intolerância entre essas duas raças.

Foi nesse cenário que Bastion, que já se infiltrava nas redes do poder há meses, preparando terreno para seus planos, conseguiu a aprovação de seu plano: o Programa Tolerância Zero. Esse programa reunia uma força-tarefa multinacional, disponibilizando instalações, recursos e pessoal, de maneira a acabar com a "ameaça mutante", prendendo ou assassinando todos os mutantes.

Aplicado de maneira precisa, o plano teve grande sucesso inicialmente, capturando os X-Men e tendo acesso à tecnologia da Mansão X, que foi saqueada pelo governo em nível molecular, restando apenas a estrutura. Porém, a revelação de que os Supra-Sentinelas de Bastion eram resultantes de alterações feitas ilegalmente em cobaias humanas fez com que Henry Gyrich e o Senador Robert Kelly (dois eminentes políticos contrários à causa mutante), se colocassem contra Bastion, liderando o processo que culminou com sua prisão e desativando o programa.

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.