Orango (Guiné-Bissau)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Orango
Orango Grande
Ilha de Orango,Guiné Bissau,2018.png
Geografia física
País Guiné Bissau
Localização Oceano Atlântico
Arquipélago Arquipélago dos Bijagós
Área 272,5  km²
Geografia humana
População 1 250 (2009)
Densidade 4,6  hab./km²
Maior cidade Eticoga
Administração
Região Bolama
Setor Uno

A ilha de Orango é uma ilha situada no Arquipélago dos Bijagós ,pertencente a Guiné Bissau. Situada  aproximadamente nas coordenadas geográficas 11°06'10.7"N 16°07'53.5"W ,tem uma área aproximada de 272.5 km²[1] e 1.250 Hab(2009)[2].A maioria pertence a etnia Bijagó. Outros grupos étnicos instalaram-se recentemente na ilha, entre os quais pescadores Nhomincas, vindos do Saloum (Senegal)l[3].

Biodiversidade[editar | editar código-fonte]

A ilha conjuntamente com as ilhas de Meneque, Orangozinho, Canogo e Imbone, bem como os ilhéus de Adonga, Canuopa e Anhetibe fazem parte do Parque Nacional de Orango[4] No parque existe uma colonia de hipopótamos e de acordo com as crenças religiosas da população local, o hipopótamo é um animal sagrado, pelo que não pode ser morto ou ferido. Outros animais que se podem encontrar são as tartarugas marinhas e manatins  africanos.[5]

.Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  1. «Island Directory ,UNEP». UNEP ,United Nations Environment Programme. 02 de maio de 1998. Consultado em 17 de maio de 2018.  Verifique data em: |data= (ajuda)
  2. «CENSOS 2009» (PDF). Instituto Nacional de Estatística da Guiné Bissau. Consultado em 17 de maio 2018. 
  3. «Parque Nacional de Orango PNO». IBAP Instituto da Biodiversidade e das Áreas Protegidas. Consultado em 17 de maio de 2018. 
  4. «presstur». Presstur. 10 de março de 2017. Consultado em 17 de maio de 2018. 
  5. Costa, Sandra Silva (25 de maio de 2017). «Suplemento Fugas ,Jornal Publico,Portugal». Jornal Público ,Portugal. Consultado em 17 de maio de 2018.