Ordem Nacional do Mérito Científico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Out of date clock icon.svg
Este artigo ou seção pode conter informações desatualizadas.

Se sabe algo sobre o tema abordado, edite a página e inclua informações mais recentes, citando fontes válidas. Utilize o campo de resumo para uma breve explicação das alterações e, se achar necessário, apresente mais detalhes na página de discussão.

Ordem Nacional Mérito Científico Comendador.jpg
Barretes
National Order of Scientific Merit - Grand Cross (Brazil) - ribbon bar.png
Grã-Cruz
National Order of Scientific Merit - Commander (Brazil) - ribbon bar.png
Comendador

A Ordem Nacional do Mérito Científico é uma ordem honorífica concedida a personalidades brasileiras e estrangeiras como forma de reconhecimento das suas contribuições científicas e técnicas para o desenvolvimento da ciência no Brasil. Foi instituída em 16 de março de 1993 pelo decreto nº 772 e o decreto nº 4.115, de 6 de fevereiro de 2002 dispõe sobre a Ordem. A entrega das insígnias será, a princípio, no dia 13 de julho de cada ano, quando se comemora o nascimento de José Bonifácio de Andrada e Silva, Patriarca da Independência do Brasil e cientista universal do Iluminismo[1][2] (note-se que o art. 25 erra ao informar a data de nascimento, que foi, na verdade, 13 de junho). A última solenidade de entrega foi em 26 de abril de 2005 presidida pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pelo ex-ministro da Ciência e Tecnologia, Eduardo Campos[3].

Características[editar | editar código-fonte]

Graus[editar | editar código-fonte]

  • Grã-Cruz
  • Comendador
  • Medalha de prata, com a inscrição "Medalha Nacional do Mérito Científico", outorgada a pessoas jurídicas

Insígnia[editar | editar código-fonte]

Grã-Cruz

Faixa de fita vermelha com bordas em branco com roseta e medalha, placa, miniatura, barreta e botão.

Comendador

Colar de fita vermelha com bordas em branco e medalha, miniatura, barreta e botão para lapela.

Medalha Nacional do Mérito Científico

Em prata 900, nas dimensões de 50 mm de diâmetro por 3 mm de espessura, tendo na face da frente, estampado em alto relevo e ao centro, o busto de José Bonifácio, com a mesma efígie da medalha das insígnias da Ordem e circundado pela expressão: Ministério da Ciência e Tecnologia. No verso, impresso em baixo relevo a expressão "Medalha Nacional do Mérito Científico", distribuída em linhas horizontais.

Estojo

Tampa forrada internamente com cetim branco, berço em veludo vermelho, com fenda-encaixe para a barreta e o botão da lapela e espaço para a fixação da faixa, da placa e da miniatura. Revestido de percaline, adornada com a estampa das Armas da República, impressa em dourado, no centro da parte superior.

Diploma[editar | editar código-fonte]

Formato 21,05 x 29,7 cm, em papel opaline 180 gm, impresso na cor preta. Como fundo uma área reticulada a 20%, contornada por uma moldura branca de 1 cm, com a reprodução da medalha em alto-contraste, no centro.

Membros da Ordem[editar | editar código-fonte]

  • Conselho da Ordem
  • Secretário-Executivo - Secretário-Executivo do Ministério da Ciência e Tecnologia, Elton Santa Fé Zacarias

As atividades administrativas da ordem, de acordo com convênio firmado com o Ministério da Ciência e Tecnologia, são de responsabilidade da Academia Brasileira de Ciências (ABC) [1].

Conselho técnico[editar | editar código-fonte]

A ordem possui um conselho técnico, responsável por apreciar o mérito de cada proposta de nome para admissão ou promoção na ordem, bem como para o recebimento da medalha. A portaria do MCT nº 199, de 25 de abril de 2003 insituiu a atual comissão[4]:

Admissão ou promoção[editar | editar código-fonte]

A admissão, a promoção (após, no mínimo, dois anos) de membro da Ordem e a concessão da medalha de prata, são feitas através de decreto presidencial, depois de apreciado o mérito pelo Conselho Técnico e pelo Conselho da Ordem e podem ser concedidas post-mortem, neste caso, recebidos por seus descendentes diretos[1][2].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Ministério da Ciência e Tecnologia. «Ordem Nacional do Mérito Científico». Consultado em 23 de maio de 2008 
  2. a b Ministério da Ciência e Tecnologia. «Decreto nº 4.115 de 6 de fevereiro de 2002». Consultado em 23 de maio de 2008 
  3. Ministério da Ciência e Tecnologia. «Solenidades de Entrega da Ordem». Consultado em 23 de maio de 2008 
  4. Ministério de Ciência e Tecnologia. «Portaria MCT nº 199, de 25.04.2003». Consultado em 23 de maio de 2008 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]