Ordem da Estrela Negra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ordem da Estrela Negra

A Ordem da Estrela Negra[1] (em francês: Ordre de l'Étoile Noire) foi uma Ordem de Cavalaria criada em 1 de Dezembro de 1889 em Porto-Novo por Toffa, futuro rei do Daomé (actual Benim). Aprovada e reconhecida pelo governo francês a 30 de Julho de 1894, após a constituição dos novos estatutos a 30 de Agosto de 1892 , a Ordem homenageava aqueles se distinguiam no desenvolvimento da influência francesa na costa oeste de África.

A Ordem tinha cinco classes:

  • Grã-Cruz (Grand-croix)
  • Comendador com emblema (Commandeur avec plaque)
  • Comendador (Commandeur)
  • Oficial (Officier)
  • Cavaleiro (Chevalier)

A Ordem foi extinta por decreto a 3 de Dezembro de 1963 e substituída pela Ordem Nacional de Mérito. Os titulares da nova Ordem podem usar as insígnias da antiga.

Portugueses distinguidos[editar | editar código-fonte]

Em Portugal, desde 1932, receberam autorização para envergar as insígnias da Ordem da Estrela Negra os seguintes portugueses.[2]

Referências

  1. Ordem da Estrela Negra - Les décorations Francaises por Marc Champenois
  2. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Estrangeiras». "Resultado da pesquisa depois de seleccionados: "País"="França"; "Ordem"="Estrela Negra". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 27 de maio de 2014 
Ícone de esboço Este artigo sobre a França é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.