Ordem dos Economistas do Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ordem dos Economistas do Brasil
oeb.gif
Brasão da Ordem dos Economistas do Brasil
Fundação 11 de janeiro de 1935 (82 anos)
Sede São Paulo, SP
Línguas oficiais Português
Presidente Manuel Enriquez Garcia
Organização Celina Martins Ramalho (Vice-presidente)
Sítio oficial www.oeb.org.br

A Ordem dos Economistas do Brasil (OEB) é a entidade civil que visa difundir o conhecimento econômico por todo o país.

História[editar | editar código-fonte]

A Ordem dos Economistas do Brasil foi a primeira entidade do profissional Economista, sendo fundada no dia 11 de janeiro de 1935 na Faculdade de Ciências Econômicas de São Paulo. E pouco tempo após a sua fundação (em 15 de janeiro de 1936), já recebeu o reconhecimento de sindicato profissional (porém manteve o nome de Ordem dos Economistas de São Paulo).

Atuação da Ordem dos Economistas[editar | editar código-fonte]

A OEB tem muitos trabalhos na área cultural onde faz convênios e parcerias com várias organizações com o intuito espalhar o conhecimento econômico e financeiro na sociedade em geral. Atua na edição de livros, promove o cursinho preparatório para o Exame Nacional de seleção de candidatos aos cursos de mestrado em economia realizado pela ANPEC, promove cursos, palestras e oferece MBA nas áreas de Economia da Construção e Financiamento Imobiliário em parceria com FIPE/USP e ABECIP Economia e Direito em parceria com LFG. Além disso a OEB é responsável por promover o prêmio "Economista do Ano".[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Ordem dos Economistas do Brasil premia destaques de 2011». IG. 23 de agosto de 2011. Consultado em 23 de agosto de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.