Organização para Cooperação de Xangai

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Countries-SCO.png

A Organização para Cooperação de Xangai é um organismo internacional fundado em 14 de junho de 1996 por China, Rússia, Cazaquistão, Quirguistão, Tadjiquistão e Uzbequistão. Exceto pelo Uzbequistão, todos aqueles países eram membros do "Shanghai 5"; com a inclusão daquele país em 2001, a organização recebeu seu nome atual. Irã, Índia, Mongólia, Paquistão e Afeganistão são observadores.

Sua finalidade principal é a cooperação para a segurança (em especial, quanto a terrorismo, separatismo e extremismo), embora também trate de temas de cooperação econômica e cultural.

A organização tem sido criticada internacionalmente pelo teor anti-ocidental de suas posições, já tendo discutido em suas reuniões a formação de uma organização antagônica à OTAN, a substituição do dólar como moeda cambial, a formação de um cartel de gás natural e o incentivo ao armamento nuclear de seus membros. [1]

Referências

  1. José Arthur Sedrez (28 de fevereiro de 2013). A ignorada - e poderosa - aliança anti-ocidente (em português). www.josearthur.org. Página visitada em 01 de fevereiro de 2013.
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.