Rizicultura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Orizicultura)
Ir para: navegação, pesquisa

Rizicultura ou orizicultura é a cultivo agrícola do arroz, um dos alimentos mais importantes da alimentação humana.[1]

Tradicionalmente é uma cultura asiática.[2] Nesta região do mundo, embora apresente relevo montanhoso (como é o caso do Japão, Nepal, Butão e Taiwan), a cultura de arroz é muito extensa. Técnicas milenares de cultivo foram desenvolvidas e existem na Ásia, fato que torna a região a maior produtora desta commoditie.[3]

Os maiores produtores de arroz em 2005 eram:

Os maiores produtores - 2005
(milhões de ton)
 China 185
 Índia 129
 Bangladesh 40
 Vietnã 36
 Tailândia 27
Indonésia 54
Mianmar 25
Filipinas 15
 Brasil 13
 Japão 11
Total Mundial 619
Fonte:[4]

Brasil[editar | editar código-fonte]

As lavouras podem ser irrigadas com a água obtida por gravidade, a partir de um ponto mais elevado, a partir de açudes ou de vertentes naturais, ou pode a água provir de rios e lagoas, por canais que a desviam do curso, às vezes com a utilização de sucção por bombas a diesel ou elétricas. Estas últimas são as mais utilizadas no estado do Rio Grande do Sul.

Tendo Cachoeira do Sul como a capital nacional do arroz, em comemoração a isso, a cidade sedia a Feira Nacional do Arroz (Fenarroz), o maior evento orizícola das Américas e o segundo no mundo.

O primeiro colocado no ranking nacional é o município de Uruguaiana, com uma produção de 590.329 toneladas, equivalente a 5,1% da produção orizícola do País, superando o segundo colocado (Itaqui) em cerca de 132 mil toneladas.[5]

Portugal[editar | editar código-fonte]

No vale do Mondego existem 4000 hectares.[6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Rizicultura e o manejo da água». Meio Ambiente - Cultura Mix 
  2. «A agricultura no Sudeste Asiático». Brasil Escola 
  3. FERREIRA, Carlos Magri.; DEL VILLAR, Patrício Mendez. «Cultivo do Arroz de Terras Altas: Importância Econômica». Embrapa 
  4. «Production: Crops». UN-FAO 
  5. IBGE Informações sobre a safra 2006
  6. Gazeta Rural n.º 234, 15 de outubro de 2014.