Oséas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Oséas
Oseas jogador.jpg
Informações pessoais
Nome completo Oséas Reis dos Santos
Data de nasc. 14 de maio de 1971 (46 anos)
Local de nasc. Salvador (BA),  Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,86 m
Destro
Informações profissionais
Clube atual aposentado
Posição Atacante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1990–1992
1993–1994
1994–1995
1995
1995–1996
1997–1999
2000–2001
2002
2002–2003
2004
2004
2005
Brasil Galícia
Espanha Pontevedra
Brasil Maruinense
Brasil Uberlândia
Brasil Atlético-PR
Brasil Palmeiras
Brasil Cruzeiro
Brasil Santos
Japão Vissel Kobe
Brasil Internacional
Japão Albirex Niigata
Brasil Brasiliense
 ? 00000(?)
 ? 00000(?)
 ? 00000(?)
 ? 00000(?)
 ? 00000(?)
172 000(65)
42 0000(15)
10 0000(2)
44 0000(19)
24 0000(6)
12 0000(4)
19 0000(4)
Seleção nacional
1996 Brasil Brasil 2 00000(5)

Oséas Reis dos Santos[1] (Salvador, 14 de maio de 1971[2]) é um ex-futebolista brasileiro que atuava como atacante.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Revelado no Galícia, Oséas teve uma breve passagem pelo futebol sergipano, atuando pela equipe do Maruinense.

No Sergipe teve grandes atuações pelo campeonato estadual.

Projetou-se nacionalmente jogando pelo Atlético Paranaense, onde foi campeão brasileiro e artilheiro da série B em 1995 (com 14 gols). Ao lado de Paulo Rink, foi destaque do Campeonato Brasileiro da série A em 1996 e seus gols e atuações lhe valeram a convocação para três amistosos da Seleção Brasileira em 1996 (Camarões, Bósnia e Polônia).

Tornou-se ídolo no Atlético-PR, mas em seguida, foi contratado a peso de ouro pelo Palmeiras em 1997.

Teve um deslize ao marcar um impressionante gol contra, em uma partida contra o Corinthians em 1998, porém se redimiu ao marcar gols em partidas que decidiram títulos.

Fez gol nas finais da Copa Mercosul de 1998 e marcou na final contra o Deportivo Cáli na Copa Libertadores da América de 1999.

Porém, aquele que ninguém esquece foi contra o Cruzeiro na final da Copa do Brasil de 1998.

O Palmeiras precisava vencer o jogo por dois gols de diferença e até aos 44 minutos de segundo tempo o jogo estava 1 X 0 para o Verdão, placar que levaria a decisão para os pênaltis.

Após uma rebatida do goleiro do Cruzeiro (Paulo César), Oséas, sem ângulo algum, acertou uma bomba que garantiu, no último minuto, o título para o Palmeiras. Deixou o Verdão em dezembro de 1999, indo para o Cruzeiro onde também se destacou por seus gols e alegria, vencendo a Copa Do Brasil de 2000, inclusive sendo artilheiro e a Sul Minas em 2001 fazendo gol na grande final.

Passou ainda por vários outros clubes, como o Internacional onde curiosamente foi o clube onde ganhou o seu único campenato estadual, em 2004 Japão

Depois de uma pequena passagem pelo Santos, foi a vez de Oséas tentar a sorte do outro lado do mundo, no Vissel Kobe, e após uma passagem rápida pelo Internacional, voltou ao Japão, agora pelo Albirex Niigata.

Aposentadoria como jogador[editar | editar código-fonte]

Depois de tantos anos atuando por grandes equipes do futebol nacional, em 2005 Oséas encerrou a carreira atuando pelo Brasiliense.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Atlético Paranaense
Palmeiras
Cruzeiro
Internacional

Outras Conquistas[editar | editar código-fonte]

Palmeiras
  • II Taça da Amizade: 1997[3]
  • Troféu Naranja: 1997[4]
  • Troféu Província de Lucca: 1999[5]
  • Taça Valle d'Aosta: 1999[6]

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Atlético Paranaense
Cruzeiro

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.