Os Fuzis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Os Fuzis
 Brasil /  Argentina
1964 •  p&b •  80 min 
Direção Ruy Guerra
Roteiro Ruy Guerra / Miguel Torres / Pierre Pelegri
Elenco Átila Iório
Nelson Xavier
Joel Barcellos
Hugo Carvana
Paulo César Peréio
Género drama
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

Os fuzis é um filme brasileiro e argentino de 1964, do gênero drama, dirigido por Ruy Guerra.

Juntamente com Vidas Secas, de Nélson Pereira dos Santos, e Deus e o Diabo na Terra do Sol, de Gláuber Rocha, este filme faz parte da chamada "trilogia de ouro" do Cinema Novo.[1] [2]

Em novembro de 2015 o filme entrou na lista feita pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos.[3]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Um grupo de soldados é enviado ao nordeste do Brasil para impedir que cidadãos pobres saqueiem armazéns por causa da fome.


Elenco[editar | editar código-fonte]

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Festival de Berlim 1964 (Alemanha)

Referências

  1. Ruy Guerra - A autenticidade do cinema brasileiro, acesso em 31 de julho de 2016.
  2. Os Fuzis, de Ruy Guerra A Hora e a Vez de Augusto Matraga, de Roberto Santos, acesso em 30 de julho de 2016.
  3. André Dib (27 de novembro de 2015). «Abraccine organiza ranking dos 100 melhores filmes brasileiros». Abraccine. abraccine.org. Consultado em 26 de outubro de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]