Oskari Mantere

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Oskar Mantere
Oskar Mantere
Primeiro-ministro
Período 22 de dezembro de 1928
até 16 de agosto de 1929[1]
Ministro da Educação
Período 14 de dezembro de 1932
até 7 de outubro de 1936[1]
Ministro dos Assuntos Sociais
Período 14 de novembro de 1922
até 18 de janeiro de 1924[1]
Membro do Parlamento
Período 1 de abril de 1919
até 31 de agosto de 1939[1]
Dados pessoais
Nascimento 18 de setembro de 1874
Hausjärvi
Morte 9 de dezembro de 1942 (68 anos)
Helsinque
Nacionalidade finlandês
Profissão pedagogo
político

Oskar (Oskari) Mantere (Hausjärvi, 18 de setembro de 1874 – Helsinque, 9 de dezembro de 1942) foi um pedagogo e político finlandês, que serviu como 12.º primeiro-ministro da Finlândia[2] entre 22 de dezembro de 1928 e 16 de agosto de 1929.[3] É considerado um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento do sistema educacional finlandês.[4]

Mantere era graduado e pós-graduado em filosofia e trabalhou como inspetor de escolas públicas de Helsinque e professor de história. Mais tarde, presidiu o Conselho Nacional de Educação.[5] Ainda no âmbito acadêmico, ele publicou livros didáticos de história e deixou um grande acervo de trabalhos pedagógicos.[6]

Na política, Mantere associou-se ao Partido Nacional Progressista em 1918 e foi eleito ao parlamento no ano seguinte.[5] Ele também serviu como ministro da educação e dos assuntos sociais.[7]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um político finlandês é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.