Osso esfenoide

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Osso esfenoide
Osso esfenoide visível no centro à direita.
Gray145.png

Osso esfenoide, superfície superior.
Latim os sphenoidale
Recursos externos
Gray's subject #35 147
MeSH A02.835.232.781.802

O osso esfenoide (pré-AO 1990: osso esfenóide) (do latim sphenoidale) é um osso situado na base do crânio na frente das partes temporal e basilar do osso occipital. Apresenta um formato semelhante a uma borboleta ou morcego com as asas estendidas. Sua porção central é constituída por tecido ósseo esponjoso, em que os espaços medulares estão preenchidos basicamente por tecido adiposo (daí o característico hipersinal na ressonância magnética de crânio).  Dentro do corpo do esfenóide está o seio esfenoidal, um espaço preenchido por ar e revestido por mucosa do tipo respiratório. 

O esfenóide tem três importantes pares de apófises:  

  • a grande asa, cuja superfície interna contribui para a formação da base do crânio, correspondendo a porção anterior da fossa craniana média;  a superfície externa forma a parede lateral da órbita.
  • a pequena asa, que ajuda a formar a borda limitante entre as fossas cranianas anterior e média.
  • a apófise pterigóide, dividida em placas lateral e medial, ajuda a compor a fossa ptérigo-palatina.

No espécime abaixo, falta a pequena asa D.

Articulação[editar | editar código-fonte]

O osso esfenóide articula-se com os ossos:

Forames e fissuras[editar | editar código-fonte]

Juntamente com o osso frontal:

  • Fissura orbitária superior - Nervos oculomotor (III), troclear (IV) abducente (VI) e ramo frontal do trigémio (V¹), veia oftálmica
  • Fissura orbitária inferior - nervo maxilar (V²)

Galeria[editar | editar código-fonte]