Otto Gross

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde junho de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Otto Gross
Nome completo Otto Hans Adolf Gross
Nascimento 17 de março de 1877
Áustria
Morte 13 de fevereiro de 1919 (41 anos)
Berlin, Alemanha
Nacionalidade austríaco
Ocupação psiquiatra
Influências
Ideias notáveis Liberação sexual

Otto Gross (Áustria, 17 de março de 1877 - Berlin, 13 de fevereiro de 1919) foi um psiquiatra austríaco, inspirador da teoria bleueriana da esquizofrenia.

Gross foi atendido por Jung[1] na segunda década do século XX. Este homem foi um dos primeiros responsáveis pela "liberação sexual". Havia elaborado um delírio segundo o qual o fim do mundo era iminente e não poderia ser evitado se o culto a Ishtar não fosse realizado de maneira imperiosa. José Maria Alvarez, no livro Fundamentos de Psicopatologia Psicoanalitica, nos conta que o culto em questão implicava uma luta contra o paternalismo e a prática intensiva de relações sexuais entre homens e mulheres, como forma de libertar estas últimas da alienação masculina, tema este ao qual se entregava sem freio apoiando-se do uso de diversas drogas. Em razão de seus comportamentos desafiadores para a moral da época, foi também chamado por alguns de anarquista.

Otto morreu em 1919, de fome, em Berlin.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um anarquista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.