Ouguela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ouguela
Castelo de Ouguela-Campo Maior.jpg
O castelo de Ouguela visto de sudeste
Distrito Portalegre
Concelho Campo Maior
Freguesia São João Batista
Área km²
População c. 60 hab. ([[]])
Fundação 1298 (foral)
Povoações de Portugal Flag of Portugal.svg

Ouguela é uma povoação da freguesia de São João Batista, no concelho de Campo Maior,[1][2] a 10 km da sede de concelho. Conta com cerca de 60 habitantes.[3]

Passou a formar juntamente com outras praças castelhanas, parte do Reino de Portugal pelo tratado de Alcanizes.[3][4][5]

Teve foral dado por D. Dinis a 5 de Janeiro de 1298, renovado por D. Manuel em 1 de Junho de 1512,[6] retendo até à reforma administrativa de 1836 o estatuto de vila sede de concelho independente, altura em que foi integrada no vizinho concelho de Campo Maior. Entretanto, dado o seu declínio, cerca de um século depois, em 1941, foi anexada, como mero lugar, à freguesia de São João Batista.

O seu castelo foi uma das praças-fortes[7][8] que defendia periodicamente o Alto Alentejo das invasões castelhanas.[3] Foi mandado edificar à roda de 1300, e cercado durante a crise de 1383-85, a Guerra da Restauração (1642 e 1662, tendo desta feita sido ocupado), a Guerra da Sucessão Espanhola (1709) e a Guerra das Laranjas (1801, ano em que foi de novo ocupado).[3][9]

Património[editar | editar código-fonte]

Títulos nobiliárquicos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. DIOGO, António Manuel Dias. Ara votiva de Ouguela, Campo Maior (" Conventus Pacensis"). Ficheiro epigrafico, 1984, no 8, p. 8-10.
  2. AMIGUINHO, Abílio. Intervenção socio-educativa em meio rural: da educação dos adultos à educação das crianças. 2014.
  3. a b c d «ouguela historia monumentos». badajozcapitalenlafrontera.com. Consultado em 2016-04-28. 
  4. MORENO, Humberto Baquero. AS RELAQGES DE FRONTEIRA NO SECULO DE ALCANICES (1250-1350); 0 TRATADO DE ALCANICES. 1998.
  5. MORENO, Humberto Baquero. Relações entre os reinos peninsulares (1290-1330). En Anales de la Universidad de Alicante. Historia medieval. Servicio de Publicaciones, 1996. p. 29-42.
  6. OLIVEIRA, Jorge. O Foral Manuelino de Marvão-contexto, antecedentes e leitura atualizada. 2012.
  7. RAMALHO, José Filipe. Castelo e fortificaçoes de Ouguela: metodologia para o projecto de salvaguarda e valorizaçao. Monumentos, 1996, no 5, p. 72-77.
  8. FERNÁNDEZ, ANTONIO J. CAMPESINO. Fortificaciones abaluartadas de Extremadura: planos inéditos de Moraleja, Zarça de Alcántara, Alcántara, Valencia de Alcántara y Alburquerque. 2006.
  9. VENTURA, António. O cerco de Campo Maior em 1801. Edições Colibri, 2001.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ouguela
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre História de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.