Ouro Verde (São Paulo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Município de Ouro Verde
Bandeira de Ouro Verde
Brasão de Ouro Verde
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 23 de março de 1953 (65 anos)
Gentílico ouroverdense
Lema Justitia honor et labor
"Justiça, honra e trabalho"
Prefeito(a) Valentim Ferrari (PV)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Ouro Verde
Localização de Ouro Verde em São Paulo
Ouro Verde está localizado em: Brasil
Ouro Verde
Localização de Ouro Verde no Brasil
21° 29' 20" S 51° 42' 00" O21° 29' 20" S 51° 42' 00" O
Unidade federativa São Paulo
Mesorregião Presidente Prudente IBGE/2008[1]
Microrregião Dracena IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Santa Mercedes, Tupi Paulista, Dracena, Presidente Venceslau e Panorama
Distância até a capital 651 km[2]
Características geográficas
Área 266,452 km² [3]
População 8 503 hab. estimativa IBGE/2018[4]
Densidade 31,91 hab./km²
Altitude 350 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,723 elevado PNUD/2000[5]
PIB R$ 64 563,671 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 7 996,49 IBGE/2008[6]

Ouro Verde é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localizado na Mesorregião de Presidente Prudente e na Microrregião de Dracena. Sua população, segundo estimativas do IBGE de 2018, era de 8 503[7] habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

Fundada em 23 de março de 1953, a origem do nome do município se dá a antiga agricultura cultiva em meados de 1950, o café. Devido à sua grande valiosidade e ao grande cultivo no município, deu-se o nome Ouro Verde. Fundada por Olavo Ribeiro do Val, o seu patrono. O mesmo já se destacou na educação, tendo repercussão nacional. A escola municipal "Julia Roseira Jerônimo" foi considerada a melhor escola do estado de São Paulo, e a quarta melhor do país. (SESI, 2008)[8]. Foi classificada, ainda, com base em estudo realizado pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), entre os sete municípios, que se destacaram pelo bom desempenho no IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – dentre os mais de 5.500 municípios brasileiros analisados, considerados os anos de 2005, 2007 e 2009. Ouro Verde, ainda, é conhecida na região como "Cidade da Música" pelo destaque na área musical com a formação de vários músicos profissionais que atuam como instrutores ou regentes de bandas e fanfarras por todo país. Ouro Verde também se destaca na área musical por ser conhecido com o "Berço do Projeto Guri" que atualmente atende mais de 300 alunos. O município ainda possui Banda Marcial que atende alunos da E.M.E.F Professor Nelson de Paula, Banda Mirim que atende alunos da E.M.E.F Professora Júlia Roseira Jerônimo e curso de luteria, que ensina os alunos a fabricarem seus próprios instrumentos musicais.(Portal Regional)[9] Cabe ressalvar, no entanto, que o índice do IDEB alcançado pela escola foi ascendente de 2005 a 2007. A partir desse ano passou a percorrer uma trajetória descendente, embora ainda permaneça acima do valor de referência. (IDEB, 2011)[10]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 21º29'22" sul e a uma longitude 51º42'01" oeste, estando a uma altitude de 350 metros. Sua população em 2010 era de 7794 habitantes.

Possui uma área de 266 km².

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2000

População total: 7148

  • Urbana: 6345
  • Rural: 803
  • Homens: 3586
  • Mulheres: 3565

Densidade demográfica (hab./km²): 26,82

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 17,89

Expectativa de vida (anos): 70,18

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,52

Taxa de alfabetização: 80,88%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,723

  • IDH-M Renda: 0,616
  • IDH-M Longevidade: 0,753
  • IDH-M Educação: 0,801

(Fonte: IPEADATA)

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Telecomunicações[editar | editar código-fonte]

A cidade foi atendida pela Companhia de Telecomunicações do Estado de São Paulo (COTESP) até 1973, quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP), que construiu em 1977 a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica, sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo para suas operações de telefonia fixa[11][12][13].

Administração[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. «Distâncias entre a cidade de São Paulo e todas as cidades do interior paulista». Consultado em 24 de janeiro de 2011. 
  3. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010. 
  4. «Estimativa populacional 2018 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de agosto de 2018. Consultado em 29 de agosto de 2018. 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  7. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome IBGE_POP_2018
  8. http://www.sesi.org.br/portal/main.jsp?lumChannelId=8A81818B1494CE240114994BB7805ED8
  9. http://www.abcrede.com.br/noticias/arte-e-entretenimento/cultura/ouro-verde-municipio-integra-pesquisa-inedita-pelo-bom-desempenho-no-ideb/
  10. http://www.portalideb.com.br/escola/194819-emef-julia-roseira-jeronimo-professora/ideb
  11. «Convênio de incorporação da COTESP pela TELESP em 25 de outubro de 1973». Portal da Câmara dos Deputados 
  12. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  13. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]