Over the Hedge

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Over the Edge.
Over the Hedge
Pular a Cerca (PRT)
Os Sem-Floresta (BRA)
Over the hedge poster.jpg
 Estados Unidos
2006[1] •  cor •  83 min 
Direção Tim Johnson
Karey Kirkpatrick
Produção Bonnie Arnold
Produção executiva Bill Damaschke
Roteiro Len Blum
Lorne Cameron
David Hoselton
Karey Kirkpatrick
Baseado em Over the Hedge
(HQ criada por
Michael Fry &
T. Lewis)
Elenco Bruce Willis
Garry Shandling
Steve Carell
Wanda Sykes
Eugene Levy
Catherine O'Hara
Allison Janney
William Shatner
Avril Lavigne
Thomas Haden Church
Omid Djalili
Nick Nolte
Gênero animação, comédia, família
Distribuição Mundo Paramount Pictures
Portugal Lusomundo Audiovisuais
Lançamento Estados Unidos 30 de Abril de 2006 (estreia em Los Angeles)[1]
Estados Unidos 19 de Maio de 2006[1]
Brasil 7 de Julho de 2006[2]
Portugal 13 de Julho de 2006
Idioma inglês
Orçamento US$ 80 milhões[3]
Receita US$ 336 002 996[4]
Cronologia
Hammy's Boomerang Adventure
Página no IMDb (em inglês)

Over the Hedge (bra: Os Sem-Floresta /prt: Pular a Cerca) é um filme de animação feito por computador, baseado na tira em quadrinhos homônima, criada por Michael Fry e T. Lewis para a United Media. Dirigido por Tim Johnson e Karey Kirkpatrick, e produzido por Bonnie Arnold, o filme foi lançado em 19 de maio de 2006 nos Estados Unidos, em 7 de julho de 2006 no Brasil e em 13 de julho de 2006 em Portugal.

Produzido pelos estúdios DreamWorks (que já produziu Shrek e Madagascar) e distribuido pela Paramount Pictures (devido à recente aquisição que a Paramount fez da DreamWorks), o filme recebeu classificação indicativa livre em quase todos os países onde foi lançado.

Grandes nomes do cinema e da televisão estado-unidense, como Bruce Willis, Nick Nolte, Steve Carell, Thomas Haden Church, Allison Janney, William Shatner, Garry Shandling, Wanda Sykes, Eugene Levy e Catherine O'Hara, emprestaram suas vozes para os personagens do filme. A cantora canadense Avril Lavigne também emprestou sua voz para a personagem Heather, em seu primeiro trabalho no cinema.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Enquanto procura comida, o guaxinim R.J. entra na caverna de Vincent, o urso, que tem um carrinho cheio de comida humana retirada de uma parada de descanso próxima. R.J. acidentalmente acorda Vincent da hibernação e, em uma corrida para escapar, faz com que o carrinho caia da caverna ladeira abaixo e se espalhe pela estrada próxima onde é atropelado por um caminhão grande, acabando com toda a comida. Para evitar ser comido, R.J. promete a Vincent que substituirá completamente o estoque dentro de uma semana.[2]

Posteriormente R.J. encontra um conjunto habitacional suburbano recentemente construído, separado de um pequeno trecho de floresta por uma grande cerca verde. Lá, ele descobre um bando de animais acordados recentemente de sua hibernação, liderados por Verne, a tartaruga; os outros incluem Hammy, o esquilo, Stella, o gambá, os porcos-espinhos Penny e Lou, junto com seus filhos trigêmeos, Spike, Bucky e Quillo; e Ozzie, o gambá e sua filha Heather. Os animais estão assustados, pois a cidade foi construída durante a hibernação e eles temem que não possam procurar comida como antes. R.J. mostra a quantidade de alimento que os humanos consomem e desperdiçam e sugere que eles colham os alimentos; Verne hesita, mas os outros animais concordam. Eles fazem tentativas ousadas de roubar comida diretamente dos humanos sem saber que R.J. apenas está os usando para coletar comida para Vincent.[2]

Depois de ter suas latas de lixos reviradas pelos animais e testemunhar outros ocorridos envolvendo as criaturas pela vizinhança, a presidente da associação de moradores das casas, Gladys Sharp, chama um exterminador de animais chamado Dwayne LaFontant para lidar com os animais, que também instala uma armadilha mortal e ilegal chamada "Depelter Turbo" em seu quintal. Verne vê isso e tenta avisar os outros, mas R.J. insiste que eles ficarão bem. Temendo pela segurança do bando, Verne tenta devolver toda a comida que roubaram; ele e R.J. discutem, causando um pequeno tumulto no conjunto habitacional durante uma perseguição com um cachorro grande e empolgante do vizinho chamado Nugent e destruindo toda a comida que R.J. havia coletado para depois dar à Vincent. Verne perde a confiança de seus amigos após dizer à R.J. que "eles são estúpidos demais para saber o que é melhor para eles" na frente de todos os animais durante uma segunda discussão.[2]

Após pensar um tempo enquanto sozinho, Verne pensa sobre seus atos e faz as pazes com R.J. e pede desculpas aos animais, sendo recebido de volta por eles. R.J. convoca todos a invadir a casa de Gladys durante a noite antes de uma grande festa que ela pretende dar; R.J. faz com que Hammy desative o sistema anti-pragas para que eles possam atravessar o quintal. Com Stella disfarçada de gato para distrair o próprio gato de Gladys, Tiger, os outros entram na casa de Gladys e coletam toda a comida novamente. R.J. inadvertidamente revela sua verdadeira intenção aos animais, confessando que toda comida coletada será entregue a um urso em vez deles; eles são posteriormente descobertos por Gladys, que chama Dwayne para capturá-los. R.J. escapa com a comida, mas deixa os outros animais para serem capturados por Dwayne.[2]

Enquanto R.J. leva a comida para Vincent, ele é consumido pelo remorso e, em vez disso, usa o carrinho lotado de comida para derrubar o furgão de Dwayne da estrada, onde está o restante dos animais, enfurecendo Vincent; Dwayne é nocauteado enquanto os animais se libertam e Spike, Bucky e Quillo usam as habilidades que aprenderam em um videogame com R.J. para conduzir o furgão de volta ao conjunto habitacional. Verne convence o grupo a perdoar R.J., uma vez que ele voltou para salvá-los, e eles o salvam de Vincent. Eles retornam com o veículo para o bairro, colidindo com a casa de Gladys, e os animais fogem de volta para a floresta. Gladys e Dwayne cercam nos animais de um lado, com um cortador de grama e um aguilhão de gado, respectivamente, enquanto Vincent, que ressurge, tenta golpeá-los do outro. Para escaparem, R.J. dá a Hammy uma bebida energética, permitindo que o esquilo hiperativo exceda a velocidade da luz; Hammy arma uma armadilha para que Vincent, Gladys, e Dwayne sejam capturados pela armadilha "Depelter Turbo" enquanto os animais escapam, o que dá certo. A polícia e o controle dos animais chegam e Vincent é enviado para as Montanhas Rochosas, enquanto Gladys é presa por contratar o uso do "Depelter Turbo" ilegalmente; Dwayne tenta fugir da polícia pulando uma cerca de madeira para uma casa vizinha, mas é surpreendido por Nugent, que o morde na perna.[2]

R.J. e Verne pedem desculpas um ao outro e R.J. é aceito como novo membro do grupo, assim como Tiger, que fica apaixonado por Stella mesmo depois de saber que ela é uma gambá. Verne percebe que eles não tiveram a chance de procurar comida até Hammy revelar que, enquanto estava na velocidade da luz, ele coletou nozes suficientes para si mesmo para consumo durante um ano.[2]

Em uma cena pós-créditos, o grupo vai para a máquina de venda de comida automática do início do filme e R.J. faz com que vários salgadinhos caiam para a porta do aparelho. No entanto, a pilha grande impede a abertura do compartimento, frustando novamente o guaxinim.[2]

Elenco original[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Com classificação de 75% e "Certificado fresco" no consenso do Rotten Tomatoes diz [que] "Mesmo não sendo um clássico da animação, Over the Hedge é divertido e inteligente, e as piadas atendem aos membros da família de todas as idades."[5] No Metacritic, o filme tem uma classificação de 67/100, indicando "geralmente favorável."[6] O crítico Frank Lovece do Film International Journal concluiu que, "a adaptação pastelão animada da história em quadrinhos filosoficamente satírica da DreamWorks ... é um monte de risadas e possui uma história muito mais animada do que a maioria dos filmes de animação".[5] Ken Fox do TV Guide chamou-lhe de "uma sátira manhosa do americano ''o suficiente nunca é o suficiente" consumista e o progresso cego às custas do meio ambiente. É também muito engraçado, e as pequenas criaturas da floresta que compõem o elenco são um grupo de agradáveis matracas".[5]

O filme acumulou US$ 336.002.996 de receita mundial, tornando-se um sucesso comercial,[4] considerando seu orçamento de US$ 80 milhões.[3]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmios
Prêmios Categoria Indicação Resultado
Annie Awards Best Animated Feature[7] Indicado
Character Animation in a Feature Production Kristof Serrand Indicado
Character Design in a Feature Production Nicolas Marlet Venceu
Directing in a Feature Production Tim Johnson & Karey Kirkpatrick Venceu
Production Design in a Feature Production Paul Shardlow Indicado
Storyboarding in a Feature Production Thom Enriquez Indicado
Gary Graham Venceu
Voice Acting in a Feature Production Wanda Sykes Indicado
Critics' Choice Awards Best Animated Feature[8] Indicado
Kids' Choice Awards Animated Movie Indicado
Voice From an Animated Movie[9] Bruce Willis Indicado
Online Film Critics Society Awards Best Animated FIlm[10] Indicado
People's Choice Awards Favorite Family Movie[11] Indicado
Saturn Awards Best Animated Film[12] Indicado
Toronto Film Critics Association Awards Best Animated Film[13] Indicado

Referências

  1. a b c «'Over The Hedge' Premieres». CBS News. 1 de maio de 2006. Consultado em 1 de agosto de 2019 
  2. a b c d e f g h «Os Sem-Floresta - AdoroCinema». Consultado em 15 de novembro de 2019 
  3. a b «Over the Hedge (2006) - Financial Information». The Numbers. Consultado em 11 de julho de 2013 
  4. a b «Over the Hedge (2006)». Box Office Mojo. Consultado em 11 de julho de 2013 
  5. a b c «Over the Hedge». Rotten Tomatoes (em inglês). Flixster. Consultado em 2 de julho de 2015 
  6. «Over the Hedge». Metacritic (em inglês). CBS Interactive. Consultado em 2 de julho de 2015 
  7. «34th Annual Annie Nominations and Awards Recipients». Annie Awards. Consultado em 28 de setembro de 2014 
  8. Beachum, Chris (27 de janeiro de 2007). «'United 93' was Critics' Choice Awards' second-best picture». Los Angeles Times. Consultado em 28 de setembro de 2014 
  9. Gervich, Chad (29 de março de 2007). «Kids' Choice Awards grows up». Variety. Consultado em 28 de setembro de 2014 
  10. «Online critics nominate favorites». Variety. 3 de janeiro de 2007. Consultado em 28 de setembro de 2014 
  11. «2007 Nominees & Winners». People's Choice. Consultado em 28 de setembro de 2014 
  12. Tyler, Josh (20 de fevereiro de 2007). «Saturn Awards Correct Oscar Error». Cinema Blend. Consultado em 28 de setembro de 2014 
  13. «Past Award Winners». Toronto Film Critics Association. Consultado em 28 de setembro de 2014