Over the Hedge

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Over the Edge.
Over the Hedge
Over the hedge poster.jpg
No Brasil Os Sem-Floresta
Em Portugal Pular a Cerca
 Estados Unidos
2006[1] •  cor •  83 min 
Direção Tim Johnson
Karey Kirkpatrick
Produção Bonnie Arnold
Produção executiva Bill Damaschke
Roteiro Len Blum
Lorne Cameron
David Hoselton
Karey Kirkpatrick
Baseado em Over the Hedge
(HQ criada por
Michael Fry &
T. Lewis)
Elenco Bruce Willis
Garry Shandling
Steve Carell
Wanda Sykes
Eugene Levy
Catherine O'Hara
Allison Janney
William Shatner
Avril Lavigne
Thomas Haden Church
Omid Djalili
Nick Nolte
Gênero animação, comédia, família
Distribuição Mundo Paramount Pictures
Portugal Lusomundo Audiovisuais
Lançamento Estados Unidos 30 de Abril de 2006 (estreia em Los Angeles)[1]
Estados Unidos 19 de Maio de 2006[1]
Brasil 7 de Julho de 2006[2]
Portugal 13 de Julho de 2006
Idioma inglês
Orçamento US$ 80 milhões[3]
Receita US$ 336 002 996[4]
Cronologia
Hammy's Boomerang Adventure

Over the Hedge (Brasil: Os Sem-Floresta /Portugal: Pular a Cerca) é um filme americano de animação digital do gênero comédia, baseado na tira em quadrinhos homônima, criada por Michael Fry e T. Lewis para a United Media. Dirigido por Tim Johnson e Karey Kirkpatrick (em sua estreia na direção de longas-metragens), e produzido por Bonnie Arnold, o filme foi lançado em 19 de maio de 2006 nos Estados Unidos, em 7 de julho de 2006 no Brasil e em 13 de julho de 2006 em Portugal.

Produzido pela DreamWorks Animation e distribuído pela Paramount Pictures, que adquiriu o estúdio DreamWorks Pictures no mesmo ano, o filme recebeu classificação indicativa livre em quase todos os países onde foi lançado.

Grandes nomes do cinema e da televisão estado-unidense, como Bruce Willis, Nick Nolte, Steve Carell, Thomas Haden Church, Allison Janney, William Shatner, Garry Shandling, Wanda Sykes, Eugene Levy e Catherine O'Hara, emprestaram suas vozes para os personagens do filme. A cantora canadense Avril Lavigne também emprestou sua voz para a personagem Heather, em seu primeiro trabalho no cinema.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Enquanto procura comida, o guaxinim R.J. entra na caverna de Vincent, o urso, que tem um carrinho cheio de comida humana retirada de uma parada de descanso próxima. R.J. acidentalmente acorda Vincent da hibernação e, em uma corrida para escapar, faz com que o carrinho caia da caverna ladeira abaixo e se espalhe pela estrada próxima onde é atropelado por um caminhão grande, acabando com toda a comida. Para evitar ser comido, R.J. promete a Vincent que substituirá completamente o estoque dentro de uma semana.[2]

Posteriormente R.J. encontra um conjunto habitacional suburbano recentemente construído, separado de um pequeno trecho de floresta por uma grande cerca verde. Lá, ele descobre um bando de animais acordados recentemente de sua hibernação, liderados por Verne, a tartaruga; os outros incluem Hammy, o esquilo, Stella, a doninha, os porcos-espinhos Penny e Lou, junto com seus filhos trigêmeos, Spike, Bucky e Quillo; e Ozzie, o gambá e sua filha Heather. Os animais estão assustados, pois a cidade foi construída durante a hibernação e eles temem que não possam procurar comida como antes. R.J. mostra a quantidade de alimento que os humanos consomem e desperdiçam e sugere que eles colham os alimentos; Verne hesita, mas os outros animais concordam. Eles fazem tentativas ousadas de roubar comida diretamente dos humanos sem saber que R.J. apenas está os usando para coletar comida para Vincent.[2]

Depois de ter suas latas de lixos reviradas pelos animais e testemunhar outros ocorridos envolvendo as criaturas pela vizinhança, a presidente da associação de moradores das casas, Gladys Sharp, chama um exterminador de animais chamado Dwayne LaFontant para lidar com os animais, que também instala uma armadilha mortal e ilegal chamada "Depelter Turbo" em seu quintal. Verne vê isso e tenta avisar os outros, mas R.J. insiste que eles ficarão bem. Temendo pela segurança do bando, Verne tenta devolver toda a comida que roubaram; ele e R.J. discutem, causando um pequeno tumulto no conjunto habitacional durante uma perseguição com um cachorro grande e empolgante do vizinho chamado Nugent e destruindo toda a comida que R.J. havia coletado para depois dar à Vincent. Verne perde a confiança de seus amigos após dizer à R.J. que "eles são estúpidos demais para saber o que é melhor para eles" na frente de todos os animais durante uma segunda discussão.[2]

Após pensar um tempo enquanto sozinho, Verne pensa sobre seus atos e faz as pazes com R.J. e pede desculpas aos animais, sendo recebido de volta por eles. R.J. convoca todos a invadir a casa de Gladys durante a noite antes de uma grande festa que ela pretende dar; R.J. faz com que Hammy desative o sistema anti-pragas para que eles possam atravessar o quintal. Com Stella disfarçada de gato para distrair o próprio gato de Gladys, Tiger, os outros entram na casa de Gladys e coletam toda a comida novamente. R.J. inadvertidamente revela sua verdadeira intenção aos animais, confessando que toda comida coletada será entregue a um urso em vez deles; eles são posteriormente descobertos por Gladys, que chama Dwayne para capturá-los. R.J. escapa com a comida, mas deixa os outros animais para serem capturados por Dwayne.[2]

Enquanto R.J. leva a comida para Vincent, ele é consumido pelo remorso e, em vez disso, usa o carrinho lotado de comida para derrubar o furgão de Dwayne da estrada, onde está o restante dos animais, enfurecendo Vincent; Dwayne é nocauteado enquanto os animais se libertam e Spike, Bucky e Quillo usam as habilidades que aprenderam em um videogame com R.J. para conduzir o furgão de volta ao conjunto habitacional. Verne convence o grupo a perdoar R.J., uma vez que ele voltou para salvá-los, e eles o salvam de Vincent. Eles retornam com o veículo para o bairro, colidindo com a casa de Gladys, e os animais fogem de volta para a floresta. Gladys e Dwayne cercam nos animais de um lado, com um cortador de grama e um aguilhão de gado, respectivamente, enquanto Vincent, que ressurge, tenta golpeá-los do outro. Para escaparem, R.J. dá a Hammy uma bebida energética, permitindo que o esquilo hiperativo exceda a velocidade da luz; Hammy arma uma armadilha para que Vincent, Gladys, e Dwayne sejam capturados pela armadilha "Depelter Turbo" enquanto os animais escapam, o que dá certo. A polícia e o controle dos animais chegam e Vincent é enviado para as Montanhas Rochosas, enquanto Gladys é presa por contratar o uso do "Depelter Turbo" ilegalmente; Dwayne tenta fugir da polícia pulando uma cerca de madeira para uma casa vizinha, mas é surpreendido por Nugent, que o morde na perna.[2]

R.J. e Verne pedem desculpas um ao outro e R.J. é aceito como novo membro do grupo, assim como Tiger, que fica apaixonado por Stella mesmo depois de saber que ela é uma doninha. Verne percebe que eles não tiveram a chance de procurar comida até Hammy revelar que, enquanto estava na velocidade da luz, ele coletou nozes suficientes para si mesmo para consumo durante um ano.[2]

Em uma cena pós-créditos, o grupo vai para a máquina de venda de comida automática do início do filme e R.J. faz com que vários salgadinhos caiam para a porta do aparelho. No entanto, a pilha grande impede a abertura do compartimento, frustando novamente o guaxinim.[2]

Elenco original[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

O filme foi originalmente criado na 20th Century Fox por meio de sua divisão de animação da 20th Century Fox. A ideia do filme foi concebida quando Don Bluth e Gary Goldman mostraram a história em quadrinhos ao seu chefe Chris Meledandri, que ficou impressionado com seu humor e adquiriu os direitos da história. Ele pediu à dupla de roteiristas Jeffrey Price e Peter S. Seaman que escrevessem o roteiro do projeto para a Fox Animation Studios de Bluth e Goldman. No entanto, em fevereiro de 2001, devido ao desempenho decepcionante de seu recente filme Titan A.E., ele foi posteriormente adquirido pela DreamWorks Animation, sob o CEO Jeffrey Katzenberg.[5]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

O filme seria lançado originalmente em novembro de 2005.[6] No entanto, em dezembro de 2004, a data foi alterada para maio de 2006. O filme foi exibido como um "work-in-progress" em 29 de abril de 2006, no Festival Internacional de Cinema de Indianápolis (de acordo com a cena em que o Depelter Turbo destrói um satélite, o filme foi realizado no subúrbio de Indianápolis)[7] e estreou em 30 de abril de 2006, em Los Angeles.[8] Nick Nolte, Bruce Willis, Avril Lavigne, Garry Shandling, Wanda Sykes, Catherine O'Hara e Steve Carell compareceram à estreia.[8] O filme foi lançado nos cinemas dos Estados Unidos em 19 de maio de 2006.[9] Em alguns cinemas de Nova York e Los Angeles, foi acompanhado por um curta-metragem de animação da DreamWorks Animation, First Flight.[9] O filme também foi exibido fora da competição em 21 de maio de 2006, no Festival de Cinema de Cannes.[10] [11]

Home media[editar | editar código-fonte]

Over the Hedge foi lançado em DVD pela divisão de entretenimento doméstico recém-formada da DreamWorks Animation e pela Paramount Home Entertainment em 17 de outubro de 2006.[12] Um curta-metragem baseado em Over the Hedge, intitulado Hammy's Boomerang Adventure, foi lançado com o DVD. O filme foi lançado em Blu-ray em 5 de fevereiro de 2019 pela Universal Pictures Home Entertainment como exclusivo do Walmart[13], e posteriormente teve um lançamento mais amplo em 4 de junho.[14]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

No fim de semana de estreia, o filme ficou em segundo lugar para O Código Da Vinci[15], mas sua receita bruta de US$ 38.457.003 não correspondeu aos outros títulos da DreamWorks Animation lançados nos últimos anos.[16] O filme teve uma média por sala de US$ 9.474 em 4.059 cinemas.[16] Em seu segundo fim de semana, o filme caiu 30% para US$ 27.063.774 por uma média de US$ 6.612 de 4.093 cinemas expandidos e terminando em terceiro[16], atrás de X-Men: The Last Stand e O Código Da Vinci.[17] Em seu terceiro fim de semana, o filme se segurou bem com uma queda de 24% para US$ 20.647.284 e mais uma vez ficando em terceiro atrás de The Break-Up e X-Men: The Last Stand, com uma média de US$ 5.170 em 3.993 cinemas.[18] O filme fechou em 4 de setembro de 2006, após 112 dias de lançamento, arrecadando US$ 155.019.340 nos Estados Unidos e Canadá, junto com US$ 180.983.656 internacionalmente para um total mundial de US$ 336.002.996[19], contra um orçamento de produção de US$ 80 milhões.[20]

Crítica especializada[editar | editar código-fonte]

Com classificação de 75% e "Certificado fresco" no consenso do Rotten Tomatoes diz [que] "Mesmo não sendo um clássico da animação, Over the Hedge é divertido e inteligente, e as piadas atendem aos membros da família de todas as idades."[21] No Metacritic, o filme tem uma classificação de 67/100, indicando "geralmente favorável."[22] O crítico Frank Lovece do Film International Journal concluiu que, "a adaptação pastelão animada da história em quadrinhos filosoficamente satírica da DreamWorks ... é um monte de risadas e possui uma história muito mais animada do que a maioria dos filmes de animação".[21] Ken Fox do TV Guide chamou-lhe de "uma sátira manhosa do americano ''o suficiente nunca é o suficiente" consumista e o progresso cego às custas do meio ambiente. É também muito engraçado, e as pequenas criaturas da floresta que compõem o elenco são um grupo de agradáveis matracas".[21]

O filme acumulou US$ 336.002.996 de receita mundial, tornando-se um sucesso comercial,[4] considerando seu orçamento de US$ 80 milhões.[3]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmios
Prêmios Categoria Indicação Resultado
Annie Awards Best Animated Feature[23] Indicado
Character Animation in a Feature Production Kristof Serrand Indicado
Character Design in a Feature Production Nicolas Marlet Venceu
Directing in a Feature Production Tim Johnson & Karey Kirkpatrick Venceu
Production Design in a Feature Production Paul Shardlow Indicado
Storyboarding in a Feature Production Thom Enriquez Indicado
Gary Graham Venceu
Voice Acting in a Feature Production Wanda Sykes Indicado
Critics' Choice Awards Best Animated Feature[24] Indicado
Kids' Choice Awards Animated Movie Indicado
Voice From an Animated Movie[25] Bruce Willis Indicado
Online Film Critics Society Awards Best Animated FIlm[26] Indicado
People's Choice Awards Favorite Family Movie[27] Indicado
Saturn Awards Best Animated Film[28] Indicado
Toronto Film Critics Association Awards Best Animated Film[29] Indicado

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

A trilha sonora do filme foi lançada em 16 de maio de 2006, pela Epic Records. Rupert Gregson-Williams compôs a trilha sonora original, enquanto Ben Folds contribuiu com três canções originais, junto com uma reescrita de sua canção "Rockin' the Suburbs" e um cover de "Lost in the Supermarket" do The Clash.[30]

Faixa Título Artista Duração
1 "Family of Me" Ben Folds 1:28
2 "RJ Enters the Cave" Rupert Gregson-Williams 4:37
3 "The Family Awakes" Rupert Gregson-Williams 2:33
4 "Heist" Ben Folds 3:02
5 "Lost in the Supermarket" Ben Folds (originalmente de The Clash) 3:30
6 "Let's Call It Steve" Rupert Gregson-Williams 3:40
7 "Hammy Time" Michael Whitlock 2:28
8 "Still" Ben Folds 2:38
9 "Play?" Rupert Gregson-Williams 1:49
10 "Rockin' the Suburbs" Ben Folds (apresentando uma parte falada por William Shatner) 4:57
11 "The Inside Heist" Rupert Gregson-Williams 7:38
12 "RJ Rescues His Family" Rupert Gregson-Williams 4:18
13 "Still (Reprise)" Ben Folds 6:07
Duração total: 48:45

Jogos eletrônicos[editar | editar código-fonte]

Um videogame baseado no filme foi lançado em 9 de maio de 2006. Desenvolvido pela Edge of Reality, Beenox e Vicarious Visions, foi publicado pela Activision para PlayStation 2, Microsoft Windows, Xbox, GameCube, Nintendo DS e Game Boy Advance.[31] Shane Baumel, Sami Kirkpatrick e Madison Davenport foram os únicos a reprisar seus papéis para o videogame enquanto todos os outros eram dublados por diferentes dubladores.

Três versões diferentes de Over the Hedge: Hammy Goes Nuts! foram lançados pela Activision no outono de 2006: um jogo de golfe em miniatura para Game Boy Advance, um jogo de ação e aventura para Nintendo DS e um jogo de plataforma para PlayStation Portable.[32]

Livros[editar | editar código-fonte]

A Scholastic publicou uma série de livros ilustrados relacionados ao filme. Over the Hedge: Meet the Neighbours e Over the Hedge: Movie Storybook foram ambos de autoria de Sarah Durkee e ilustrados por Michael Koelsch.[33] [34]

Possível sequência[editar | editar código-fonte]

Em maio de 2007, o CEO da DreamWorks Animation, Jeffrey Katzenberg, disse que apesar de a empresa ter superado as expectativas de Wall Street durante o segundo trimestre consecutivo de 2007, o filme não teria sequência devido ao desempenho de bilheteria do filme, dizendo "Estava perto. Quase.".[35]

Em outubro de 2010, um artigo foi postado no blog oficial Over the Hedge, explicando o que aconteceria se uma sequência fosse feita, dizendo que se a sequência não tivesse um desempenho tão bom quanto o primeiro, então a DreamWorks poderia perder dinheiro, e que uma sequência provavelmente não aconteceria até que a DreamWorks Animation fosse comprada por um grande estúdio, o que aconteceu em 2016, quando a NBCUniversal comprou a DreamWorks Animation.[36]

Referências

  1. a b c «'Over The Hedge' Premieres». CBS News. 1 de maio de 2006. Consultado em 1 de agosto de 2019 
  2. a b c d e f g h «Os Sem-Floresta - AdoroCinema». Consultado em 15 de novembro de 2019 
  3. a b «Over the Hedge (2006) - Financial Information». The Numbers. Consultado em 11 de julho de 2013 
  4. a b «Over the Hedge (2006)». Box Office Mojo. Consultado em 11 de julho de 2013 
  5. «Comics2Film: Over The Hedge». web.archive.org. 7 de abril de 2001. Consultado em 17 de setembro de 2021 
  6. Netherby, Jennifer; Netherby, Jennifer (9 de agosto de 2004). «In the pipeline». Variety (em inglês). Consultado em 17 de setembro de 2021 
  7. «Indianapolis International Film Festival April 26 - May 4, 2006 at Four Indianapolis Theaters». web.archive.org. 18 de outubro de 2007. Consultado em 17 de setembro de 2021 
  8. a b «Celebrity Circuit». www.cbsnews.com (em inglês). Consultado em 17 de setembro de 2021 
  9. a b «Dreamworks Animation Plans a New Animated Short Film to Soar With "Over the Hedge" in NY & LA (NASDAQ:DWA)». web.archive.org. 20 de março de 2012. Consultado em 17 de setembro de 2021 
  10. «OVER THE HEDGE». Festival de Cannes (em inglês). Consultado em 17 de setembro de 2021 
  11. «Weekend At Cannes». www.cbsnews.com (em inglês). Consultado em 17 de setembro de 2021 
  12. Over the Hedge Trims Up - IGN (em inglês), consultado em 17 de setembro de 2021 
  13. Over the Hedge Blu-ray (Blu-ray + Digital HD), consultado em 17 de setembro de 2021 
  14. Universal: Flushed Away and Shark Tale Heading to Blu-ray (UPDATED), consultado em 17 de setembro de 2021 
  15. «Domestic 2006 Weekend 20». Box Office Mojo. Consultado em 17 de setembro de 2021 
  16. a b c «Over the Hedge». Box Office Mojo. Consultado em 17 de setembro de 2021 
  17. «Domestic 2006 Weekend 21». Box Office Mojo. Consultado em 17 de setembro de 2021 
  18. «Domestic 2006 Weekend 22». Box Office Mojo. Consultado em 17 de setembro de 2021 
  19. «Over the Hedge». Box Office Mojo. Consultado em 17 de setembro de 2021 
  20. «Over the Hedge (2006) - Financial Information». The Numbers. Consultado em 17 de setembro de 2021 
  21. a b c «Over the Hedge». Rotten Tomatoes (em inglês). Flixster. Consultado em 2 de julho de 2015 
  22. «Over the Hedge». Metacritic (em inglês). CBS Interactive. Consultado em 2 de julho de 2015 
  23. «34th Annual Annie Nominations and Awards Recipients». Annie Awards. Consultado em 28 de setembro de 2014 
  24. Beachum, Chris (27 de janeiro de 2007). «'United 93' was Critics' Choice Awards' second-best picture». Los Angeles Times. Consultado em 28 de setembro de 2014 
  25. Gervich, Chad (29 de março de 2007). «Kids' Choice Awards grows up». Variety. Consultado em 28 de setembro de 2014 
  26. «Online critics nominate favorites». Variety. 3 de janeiro de 2007. Consultado em 28 de setembro de 2014 
  27. «2007 Nominees & Winners». People's Choice. Consultado em 28 de setembro de 2014 
  28. Tyler, Josh (20 de fevereiro de 2007). «Saturn Awards Correct Oscar Error». Cinema Blend. Consultado em 28 de setembro de 2014 
  29. «Past Award Winners». Toronto Film Critics Association. Consultado em 28 de setembro de 2014 
  30. «"Ben Folds Brings a Magical Sound to a Suburban Backyard in the 'Over the Hedge' Film Soundtrack Releasing on May 16th"». Epic Records. 25 de abril de 2006. Consultado em 17 de setembro de 2021 
  31. «"Find Out What Awaits Over the Hedge(TM) in Activision's New Video Game, Available Now at Retail Stores Nationwide"». Activision. 9 de maio de 2006. Consultado em 17 de setembro de 2021 
  32. «"Activision Begins Shipment of Over the Hedge™: Hammy Goes Nuts!"». DreamWorks Animation. 12 de outubro de 2006. Consultado em 17 de setembro de 2021 
  33. «Over the Hedge Movie Storybook». 2006. Consultado em 17 de setembro de 2021 
  34. «Over the hedge». 2006. Consultado em 17 de setembro de 2021 
  35. Bond,AP, Paul; Bond, Paul; AP (2 de maio de 2007). «2nd 'Hedge' fund drives DWA Q1». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 17 de setembro de 2021 
  36. «Why There Wasn't an Over the Hedge Sequel». Over the Hedge (em inglês). 19 de outubro de 2010. Consultado em 17 de setembro de 2021