Overdose (banda)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para a banda Overdose, veja Overdose (desambiguação).
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Overdose
Informação geral
Origem Belo Horizonte, Minas Gerais
País  Brasil
Gênero(s) Heavy metal, thrash metal, speed metal groove metal
Período em atividade 1983 - 1997

2008
2016 - atualmente

Gravadora(s) Cogumelo Records
Afiliação(ões) Sepultura, Eminence, Sarcófago (banda)
Influência(s) Iron Maiden, Metallica, Pantera (banda)
Integrantes Bozó
Cláudio David
Sérgio Cichovicz
Bernardo Gosaric
Heitor Silva
Ex-integrantes Fernando Pazzini
Dilsinho
Ricardo Souza
André Márcio
Eddie Weber
Gustavo Monsanto
Jairo Guedez

Overdose é uma banda brasileira de heavy metal (inicialmente)/metal progressivo (mais tarde) surgida na década de 80, na cidade de Belo Horizonte.

História[editar | editar código-fonte]

Considerada uma das bandas mais antigas do cenário da música pesada no Brasil, foi formada em 1983. Com dois anos de carreira a banda lançou seu primeiro trabalho (1985) em um álbum dividido com a banda Sepultura (Século XX/Bestial Devastation).

Depois de várias turnês (incluindo tours com o Sepultura, e aberturas de shows para bandas como Testament, Kreator e outras) e cinco álbuns lançados no território nacional pela gravadora brasileira Cogumelo (Século XX, Conscience..., You're Really Big, Addicted to Reality e Circus of Death), a banda firma um contrato com a gravadora norte-americana "Futurist Label Group" (1993) e lança seu sexto CD a nível mundial, Progress of Decadence. Este acordo rendeu à banda duas turnês norte-americanas (USA e Canada), uma européia e vários festivais.

Foram mais de 90 shows no exterior só no ano de 1995, seguindo-se o lançamento de seu sétimo trabalho, Scars e mais duas turnês norte-americanas. Em seu primeiro contato com o público no exterior, o Overdose apresentou-se em 40 shows ao lado das bandas americanas Skrew e Spud Monsters. O grupo também se apresentou ao lado da banda Carnivore, a qual integra Peter Steele, vocalista da banda Type O Negative, em um show na famosa casa noturna de Nova Iorque, Lime Light.

Em sua segunda tour no exterior, o Overdose já passa a ser a banda principal com outra banda americana, Dead Orchestra. Em sua turnê européia a banda foi suporte para o Grip Inc. (banda do ex-baterista do Slayer, Dave Lombardo), tocou em alguns dos principais festivais deste continente, como: Dynamo Open Air (Holanda), Megafolies (França), Rock Affligem (Bélgica) e outros. Nestes festivais o Overdose dividiu o palco com bandas como Type O Negative, L7, Biohazard, Sick of It All, Mad Ball, Nail Bomb, Machine Head, Dog Eat Dog, entre várias outras.

Após uma breve respirada no Brasil a banda é convidada para tocar numa das duas maiores convenções de rádio dos Estados Unidos, "CMJ". O Overdose se apresentou novamente no Lime Light, na noite principal do evento, ao lado de bandas consagradas e outros nomes emergentes no cenário internacional, como: Skid Row, Korn, Clutch, Warrior Soul, X Cops, dentre outras.

Enquanto a banda aguarda nova viagem ao exterior, o Overdose apresenta seu mais novo reforço, Jairo Guedez, já conhecido do público como integrante da banda The Mist e guitarrista nos dois primeiros discos do Sepultura. A nova formação do Overdose conta ainda com mais um reforço, o novo baixista Gustavo Monsanto, proveniente da banda Angel Heart do Rio de Janeiro.

Em 2016, Cláudio David e Bozó se reuniram pra tocar no 53HC Music Fest, em Belo Horizonte. Um festival que reuniu bandas como Tormento, Worst e Sepultura.

Em 2017, o retorno do OverDose finalmente é confirmado. Com a formação atual tendo dois integrantes originais que são o Cláudio David , Bozó, além deles temos o guitarrista Sérgio Cichovicz que ja tocou entre (1992-2002, 2008), e os novos membros Bernardo Gosaric (baixo) e Heitor Silva(Bateria). O primeiro show confirmado vai acontecer no Bloco dos Camisas Pretas evento que ocorre desde 2013. Nesse show vai ter a participação do Helio Eduardo baterista original da banda e do baixista original Fernando Pazzini.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Atual formação[editar | editar código-fonte]

  • Cláudio David - guitarra (1983-1997, 2008, 2016-presente)
  • Pedro Amorim "Bozó" - vocal (1983-1997, 2008, 2016-presente)
  • Sérgio Cichovicz - guitarra (1992-2002, 2008, 2016-presente)
  • Bernardo Gosaric - baixo (2016-presente)
  • Heitor Silva - bateria (2016-presente)

Ex-membros[editar | editar código-fonte]

  • Fernando Pazzini - baixo (1983-1992, 2008)
  • Dilsinho - guitarra (1983-1984)
  • Ricardo Souza - guitarra (1983-1986)
  • Helio Eduardo - bateria (1983-1987)
  • André Márcio - bateria (1987-1997, 2008)
  • Eddie Weber - baixo (1993-1997)

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Coletânea[editar | editar código-fonte]

Flag of Brazil.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Brasil, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.