Ovo do Instagram

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ovo marrom sobre um fundo branco.

O ovo do Instagram é uma foto de um ovo postada na plataforma de mídia social Instagram, notável por se tornar um fenômeno global e um meme da internet em poucos dias após sua criação. Tem 54,6 milhões de curtidas, tornando-se tanto a postagem no Instagram mais curtida[1][2] quanto a postagem online mais curtida em qualquer site da história. O proprietário da conta foi revelado ser Chris Godfrey, um criativo de publicidade, que mais tarde trabalhou com seus dois amigos Alissa Khan-Whelan e CJ Brown em um comercial do Hulu apresentando o ovo, com o objetivo de aumentar a conscientização sobre a saúde mental.[3][4][5]

A foto foi originalmente tirada por Serghei Platonov, que a postou no Shutterstock em 23 de junho de 2015 com o título "ovos isolados no fundo branco".[6]

História[editar | editar código-fonte]

Em 4 de janeiro de 2019, a conta de usuário @world_record_egg foi criada no Instagram. O usuário anônimo publicou a foto de um ovo de pássaro marrom erguido diante de um fundo branco com a legenda "Vamos estabelecer um recorde mundial juntos e obter o post mais curtido do Instagram. Batendo o atual recorde mundial mantido por Kylie Jenner (18 milhões)! Nós podemos fazê-lo".[7][8] A foto de Kylie Jenner com sua filha recém-nascida Stormi tinha 18,4 milhões de likes até então.[9][10]

O ovo do Instagram logo recebeu o apelido de Eugene. Em menos de 10 dias Eugene atingiu a marca de 18,4 milhões de curtidas. Em seguida, continuou a aumentar mais de 45 milhões de curtidas nas 48 horas seguintes, ultrapassando o videoclipe "Despacito" e levando o recorde mundial de postagem online mais curtida (em qualquer plataforma de mídia) da história.[11][12][13][14] No início de fevereiro de 2019, o ovo tinha mais de 50 milhões de curtidas, o que é o recorde mundial não só no Instagram, mas também na comparação de todas as plataformas de mídia social.[15]

Depois que a conta foi verificada em 14 de janeiro, o post cresceu em popularidade e curtidas, aparecendo em diversos veículos de mídia por um efeito bola de neve.[7][13][14][16][17]

Até 18 de março, o posto havia acumulado mais de 53,3 milhões de curtidas, quase três vezes o recorde anterior de 18,4 milhões. Atualizações frequentes foram postadas por alguns dias na forma de stories do Instagram.[14][18]

Vários indivíduos tentaram alegar que eram os criadores da conta, com alegações sendo rejeitadas pelo "ovo" por mensagens diretas do Instagram.[19] Em 3 de fevereiro de 2019, o criador do ovo do Instagram foi revelado pelo serviço de streaming Hulu e pelo The New York Times como sendo Chris Godfrey, um publicitário britânico. Alissa Khan-Whelan, sua colega, também foi descoberta.[4]

Em 18 de janeiro de 2019, a conta postou uma segunda foto de um ovo, quase idêntica à primeira, exceto por uma pequena rachadura no canto superior esquerdo. Em 25 de fevereiro de 2019, a publicação acumulava 11,8 milhões de curtidas. Em 22 de janeiro de 2019, a conta postou a terceira foto de um ovo, desta vez duas rachaduras mais fortes puderam ser vistas. Em menos de 25 minutos, a publicação acumulava 1 milhão de curtidas e, em 25 de fevereiro, já havia acumulado 9,5 milhões de curtidas. Em 29 de janeiro de 2019, uma quarta foto de um ovo foi postada na conta, que tem outra grande rachadura no lado direito, atraindo 7,6 milhões de curtidas em 25 de fevereiro.[20] Em 1º de fevereiro de 2019, uma quinta foto de um ovo foi postada com costuras no lado direito, como é comum em bolas de futebol americano, referenciando o próximo Super Bowl. Esse post tinha acumulado 6,5 milhões de curtidas em 25 de fevereiro de 2019. A conta prometia que revelaria o que estava dentro do ovo em 3 de fevereiro, no serviço de vídeo por assinatura Hulu.[21]

A revelação do ovo pelo Hulu foi usada para promover uma animação sobre uma campanha de saúde mental. Uma legenda do clipe dizia: "Recentemente comecei a ceder (trocadilho com rachar, no original em inglês), a pressão da mídia social está me afetando. Se você também está tendo dificuldades, converse com alguém." O vídeo foi postado posteriormente na conta do Instagram @world_record_egg, que recebeu mais de 33 milhões de visualizações em maio de 2019.[22]

Referências

  1. Tasimone, Ashley (14 de janeiro de 2019). «An Egg Dethrones Kylie Jenner & Travis Scott's Baby for Most Liked Instagram Photo Ever». Billboard. Consultado em 14 de janeiro de 2019 
  2. «Egg photo breaks Kylie Jenner's record for most liked image on Instagram». Guinness World Records (em inglês). 14 de janeiro de 2019. Consultado em 10 de novembro de 2020 
  3. Specter, Francesca (4 de fevereiro de 2019). «Lifestyle: Instagram egg that beat Kylie Jenner's 'most liked' record revealed as mental health ad». Yahoo Style UK. Consultado em 4 de fevereiro de 2019 
  4. a b Bromwich, Jonah Engel; Maheshwari, Sapna (4 de fevereiro de 2019). «Meet the Creator of the Egg That Broke Instagram (Published 2019)». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 10 de novembro de 2020 
  5. Murdoch, Morgan Sung and Cassie. «The person behind the World Record Egg has been revealed». Mashable (em inglês). Consultado em 10 de novembro de 2020 
  6. Shamsian, Jacob. «The guy who took a photo of an egg that broke Instagram's world record is shocked it became a meme: 'Egg is just an egg'». Insider. Consultado em 10 de novembro de 2020 
  7. a b «An egg plans to dethrone Kylie Jenner as most liked Instagram post». FOX 5 San Diego (em inglês). 11 de janeiro de 2019. Consultado em 10 de novembro de 2020 
  8. CNN, Lisa Respers France. «Meet the egg that broke Kylie Jenner's Instagram record». CNN. Consultado em 10 de novembro de 2020 
  9. Ryan, Jackson. «Instagram's most-liked post is now just an egg, sorry Kylie Jenner» (em inglês). CNET. Consultado em 8 de setembro de 2020 
  10. «An Egg, Just a Regular Egg, Is Instagram's Most-Liked Post Ever». The New York Times. 13 de janeiro de 2019. Consultado em 8 de setembro de 2020. (pede subscrição (ajuda)) 
  11. Ohlheiser, Abby. «Congratulations to this egg on becoming Instagram's most-liked post ever». Washington Post (em inglês). ISSN 0190-8286. Consultado em 10 de novembro de 2020 
  12. McIntyre, Hugh. «Here Are All The Records 'Despacito' Broke On YouTube». Forbes (em inglês). Consultado em 10 de novembro de 2020 
  13. a b «Egg Photo Bests Kylie Jenner for Most Popular Instagram Post». Time. Consultado em 10 de novembro de 2020 
  14. a b c notes, Pass (14 de janeiro de 2019). «How an egg beat Kylie Jenner at her own Instagram game». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077. Consultado em 10 de novembro de 2020 
  15. Jonah Angel Bromwich, Sapna Maheshwari: Conheça o Criador Muitas vezes Ele Quebrou o Ovo Instagram. New York Times, 3 de Fevereiro de 2019. <ref name=bbc>As fendas de ovos mais apreciadas pelo Instagram para revelar um anúncio de saúde mental. BBC Newsbeat, 5 de Fevereiro de 2019
  16. Funston, Lindsay (14 de janeiro de 2019). «This Picture Of An Egg Just Beat Kylie Jenner For Most-Liked Instagram Of All Time». Delish (em inglês). Consultado em 10 de novembro de 2020 
  17. Darrah, Nicole (13 de janeiro de 2019). «Egg beats out Kylie Jenner for most-liked Instagram photo». Fox News (em inglês). Consultado em 10 de novembro de 2020 
  18. Porter, Jon (14 de janeiro de 2019). «Egg picture beats Kylie Jenner as most-liked Instagram post of all time». The Verge (em inglês). Consultado em 10 de novembro de 2020 
  19. Lorenz, Taylor (31 de janeiro de 2019). «The World-Record Instagram Egg Is Going to Make Someone Very Rich». The Atlantic (em inglês). Consultado em 10 de novembro de 2020 
  20. «Eugene | #EggGang (@world_record_egg) • Fotos e vídeos do Instagram». www.instagram.com. Consultado em 10 de novembro de 2020 
  21. «Eugene | #EggGang no Instagram: "The wait is over 😅 All will be revealed this Sunday following the Super Bowl 👀 Watch it first, only on @hulu. #EggGang #WeGotThis…"». Instagram. Consultado em 10 de novembro de 2020 
  22. Lieu, Johnny. «World record egg big reveal brings attention to mental health». Mashable (em inglês). Consultado em 10 de novembro de 2020