Owen Garriott

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Owen Garriott
Nome completo Owen Kay Garriott
Nascimento 22 de novembro de 1930
Enid, Estados Unidos
Morte 15 de abril de 2019 (88 anos)
Huntsville, Estados Unidos
Nacionalidade Estados Unidos norte-americano
Cônjuge Helen Mary Walker
Evelyn L. Garriott
Filho(s)
Alma mater Universidade de Oklahoma
Universidade Stanford
Ocupação engenheiro elétrico
Carreira espacial
Astronauta da NASA
Tempo no espaço 69d 18h 56min
Seleção Grupo 4 da NASA 1965
Tempo de AEV 13h 43min
Missões
Insígnia da missão Skylab3-Patch.png Sts-9-patch.png
Aposentadoria 1986
Prêmios Medalha de Serviço
Distinto da NASA

Owen Kay Garriott (Enid, 22 de novembro de 1930Huntsville, 15 de abril de 2019) foi um astronauta norte-americano que participou dos programas Skylab e Spacelab, estações espaciais dos Estados Unidos em órbita terrestre nas décadas de 1970 e 1980.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Engenheiro eletrónico por formação profissional, Garriott completou o curso de piloto da Força Aérea Americana e trabalhou como oficial em eletrônica para a Marinha na década de 50 e professor de engenharia eletrônica na Universidade de Stanford.

Em 1965, foi selecionado como um dos cinco astronautas-cientistas da NASA e foi pela primeira vez ao espaço em 1973, na missão Skylab 3, que quebrou o recorde de permanência em órbita, quando a tripulação passou dois meses realizando diversos estudos do Sol e experiências sobre a adaptação humana à falta de gravidade.[1]

Dez anos depois, Garriott voltou ao espaço a bordo do ônibus espacial Columbia, numa missão internacional de dez dias ao Spacelab-1. A missão STS-9 realizou mais de setenta experiências científicas, principalmente para comprovar a capacidade do Spacelab como estação de trabalho capacitada a pesquisas de diversas áreas do conhecimento humano. Garriott operou a primeira estação de rádio amador do espaço, que desde então se expandiu como uma importante atividade entre dezenas de missões dos ônibus espaciais, da estação Mir e da ISS.[1]


Após deixar a NASA em 1986, ele se dedicou à consultoria para empresas aeroespaciais e participou de diversos conselhos de pesquisas da NASA.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 2008, seu filho Richard Garriott, que se tornou milionário no campo de jogos eletrônicos, pagou U$35 milhões para ir ao espaço na missão Soyuz TMA-13, para uma estadia na Estação Espacial Internacional, que o pai nunca conheceu, tornando-se o sexto turista espacial.[2]

Faleceu em 15 de abril de 2019 aos 88 anos de idade em Huntsville, no Alabama.[3]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Bio» (PDF). NASA. Consultado em 22 maio 2019 
  2. «Richard In Space». Richard in Space. Consultado em 22 maio 2019 
  3. «Enid-born astronaut Owen K. Garriott dies at age 88» (em inglês). The Ada News. 15 de abril de 2019. Consultado em 15 de abril de 2019