Oxyuranus microlepidotus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaOxyuranus microlepidotus
Fierce Snake-Oxyuranus microlepidotus.jpg

Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Subfilo: Vertebrata
Classe: Reptilia
Ordem: Squamata
Subordem: Serpentes
Família: Elapidae
Género: Oxyuranus
Espécie: O. microlepidotus
Nome binomial
Oxyuranus microlepidotus
(McCoy, 1879)
Distribuição geográfica
Mapa de distribuição da serpente em vermelho
Mapa de distribuição da serpente em vermelho

A taipan-do-interior (Oxyuranus microlepidotus), também conhecido como o taipan-ocidental, cobra-de-pequena-escala, ou cobra-feroz. É uma serpente taipan (Oxyuranus) com uma toxina extremamente potente. Endémica da região semi-árida leste e central da Austrália. Os aborígenes que vivem nessas regiões nomeam-na de Dandarabilla. A espécie foi descrita pela primeira vez por Frederick McCoy em 1879 e, em seguida, um por William John Macleay em 1882, mas por 90 anos foi um mistério para a comunidade científica. Nunca mais espécimes foram encontrados e praticamente nada foi adicionado até o redescobrimento da espécie em 1972.

O taipan-do-interior é considerada a cobra mais venenosa do mundo baseada na dose letal da toxina em camundongo. Seu veneno, gota a gota, é de longe o mais tóxico a mamíferos; tem também o efeito mais danoso a células de coração humano dentre todos os de répteis testados. Ao contrário de outras serpentes, o taipan-do-interior é uma especialista na caça de mamíferos porque seu veneno é especialmente eficaz para matar espécies de sangue quente. Estima-se que uma mordida possui letalidade suficiente para, pelo menos, 100 homens adultos. Dependendo da picada, o veneno mostra-se fatal em 30 a 45 minutos, se a vítima não for tratada.

É um animal extremamente ágil, podendo atacar várias vezes quase instantaneamente e injetar veneno em todas elas. Contudo, esta serpente é tímida e solitária, preferindo evitar problemas. Tem um comportamento esquivo quando comparado a suas primas do litoral, que costumam ser agressivas. Ataca geralmente apenas quando se sente ameaçada como forma de defesa. A palavra "feroz" seu nome alternativo descreve o veneno e não o seu temperamento.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre cobras, integrado no Projeto Anfíbios e Répteis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.