Pássaro de Fogo (folclore)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros possíveis significados, veja Pássaro de Fogo.
Ilustração de Ivan Bilibin para um conto de fadas Russo sobre o Pássaro de Fogo, 1899.

No folclore eslavo e nos contos de fadas russos, o Pássaro de Fogo (em russo: жар-пти́ца, zhar-ptitsa; em ucraniano: жар-пти́ця, zhar-ptytsia; Serbian: Жар-птица or Žar-ptica; em croata: Žar-ptica, Rajska ptica; em búlgaro: Жар-птица, Zhar-ptitsa; em macedônio/macedónio: Жар-птица, Žar-ptica; em polonês/polaco: Żar-ptak; em tcheco/checo: Pták Ohnivák; em eslovaco: Vták Ohnivák; em esloveno: Rajska/zlata-ptica) é um pássaro mágico brilhante de uma terra distante, que é ao mesmo tempo uma bênção e um portador de desgraça ao seu captor. Alguns acreditam que pode ver o futuro. Suas penas brilham intensamente mesmo depois de arrancadas. Comunica-se com humanos, orientando e aconselhando, mas pode lançar ilusões em quem não considera honrado.[1]

A lenda foi popularizada pelo balé O Pássaro de Fogo, composta em 1910 por Igor Stravinsky para os Ballets Russes de Serge Diaghilev.[2]

O Pássaro de Fogo foi adotado como o símbolo/logotipo Festival Eurovisão da Canção 2009, em Maio de 2009 e também como o conceito para a Tocha Olímpica dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, em Sóchi, na Federação Russa.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Fauna Fantástica». universo42. 5 de agosto de 2009 
  2. «O PÁSSARO DE FOGO: SUÍTE». Orquestra Filarmônica de Minas Gerais 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Pássaro de Fogo (folclore)
Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.