Pé na terra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Pé na terra é um grupo musical de música folclórica português que surgiu em 2005 na cidade do Porto. Com dois discos lançados o grupo, hoje um quinteto, aborda temas tradicionais da música de Portugal.

História[editar | editar código-fonte]

Os Pé na Terra hoje são um quinteto, mas quando surgiram em 2005, na cidade do Porto, eram um trio composto pelo núcleo: Cristina Castro (voz, acordeão e percussão), Ricardo Coelho (gaita-de-foles e flautas) e Tiago Soares (bateria e percussão).

Meses depois, a 1 de Abril de 2006, a banda deu o seu primeiro concerto no bar portuense Contagiarte, já com os novos membros: Tânia Pires (bandolim, melódica e voz), Rui Leal (contra-baixo) e Rui Pedro (guitarra clássica e guitarra portuguesa). O sexteto atuou nos festivais “Granitos Folk” (Porto), “Andanças” (S. Pedro do Sul) e participou na primeira incursão no panorama folk internacional no prestigiado “Festigal” em Santiago de Compostela.

Em 2007, saem de cena Tânia Pires, Rui Leal e Rui Pedro e chegam ao seio da banda: Adérito Pinto (baixo) e Hélio Ribeiro (guitarras e gaitas de foles). Dois músicos de Paços de Ferreira oriundos de outros géneros musicais com o rock e o heavy-metal. Na bagagem trazem as suas influências mais eléctricas injectando uma nova energia no som mais tradicional do trio original.

O álbum de estreia Pé na Terra foi lançado em 2007. Em 2008 a banda participou no concurso nacional do Eurofolk’J 08.

Entre 2007 e 2009, os Pé na Terra deu perto de 100 concertos. Correndo Portugal de lés a lés, o grupo viajou também até Espanha para actuar no “EuroFolk Festival” em Málaga, Espanha e no “EuroFolk J, Maiollati Spontini”, em Ancona, Itália.

Em 2009, através da Associação Adriano Correia de Oliveira, os Pé na Terra foram convidados a actuar num concerto em homenagem ao cantautor reinterpretando 3 temas da obra deste. Em 2010 o grupo lançou o seu segundo disco, simplesmente intitulado: 13, com a ajuda do engenheiro de som e produtor Pedro Rangel.

No final de 2012, o baixo é assumido por Sónia Midões.

O grupo tem actuado regularmente em Portugal continental, Madeira e Açores com algumas incursões pelo estrangeiro. Bélgica, França, Itália, Espanha.

Membros[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • Pé na Terra (2007)
  • 13 (2010)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]