Píer Mauá (espaço público)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre um espaço público. Para outros significados, veja Píer Mauá.
Píer Mauá, em foto tirada do Museu de Arte do Rio, durante as obras de construção do Museu do Amanhã, em 2013.

O Píer Oscar Weinschenck, mais conhecido como Píer Mauá, é um espaço público situado no bairro do Centro, na Zona Central da cidade do Rio de Janeiro. Com cerca de 45 mil m² de área, integra a Orla Conde, um passeio público que margeia a Baía de Guanabara.

As obras de construção do píer tiveram início em 1948, tendo sido concluídas em 1953. A finalidade original do píer seria receber transatlânticos que desembarcariam turistas estrangeiros na cidade durante a Copa do Mundo FIFA de 1950, no entanto isso não ocorreu e o espaço ficou sem uma destinação específica durante décadas.[1][2] Desde dezembro de 2015 abriga o Museu do Amanhã, projetado por Santiago Calatrava e um dos principais museus do Rio de Janeiro.[3]

O nome Píer Oscar Weinschenck é uma homenagem a Oscar Weinschenck, ex-prefeito do município de Petrópolis. Weinschenck foi o engenheiro responsável pelo projeto de ampliação do Porto do Rio de Janeiro na década de 1940.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Futuro à beira-mar». O Globo. Consultado em 4 de abril de 2017 
  2. «Praça Mauá: os vestígios da história do Rio de Janeiro num lugar só». São Paulo São. 1º de agosto de 2016. Consultado em 15 de outubro de 2019 
  3. Silveira, Daniel (17 de dezembro de 2015). «Dilma participa da inauguração do Museu do Amanhã no Rio». G1. Consultado em 3 de abril de 2016 
  4. «O nome e o sobrenome do Píer Oscar Weinschenck». Porto Maravilha. 12 de dezembro de 2011. Consultado em 3 de abril de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Praça Mauá
Largos e Praças da
Orla Conde

Sucedido por
Praça Barão de Ladário