Pós-milenismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Escatologia cristã
Diferenças escatológicas
Apocalypse vasnetsov.jpg
Portal do cristianismo

O pós-milenismo é a escola escatológica que defende que Cristo virá pela segunda vez, ao término do Milênio. Muitos pós-milenistas creem que a era Milenar iniciou-se quando Cristo foi assunto ao céu e outros creem que ela surgirá quando o Evangelho houver sido pregado em toda terra, promovendo uma era áurea de justiça e paz para a humanidade.

O pós-milenismo espera que a grande maioria da população mundial se converterá à Cristo antes de Seu retorno glorioso. Compete à igreja cristã divulgar Seus ensinamentos, fazendo discípulas as nações, ensinando seus povos a aplicar os princípios do Reino de Deus em cada área da vida humana.

Alguns aderentes do pós-milenismo, principalmente do pós-milenismo contemporâneo, defendem uma interpretação preterista das profecias apocalípticas. Segundo eles, por exemplo, o sermão profético de Jesus, narrado em Mateus 24, cumpriu-se ainda naquela geração, com a queda de Jerusalém (em 70 d.C.) pelas mãos dos romanos.

Muitos pregadores e teólogos de renome foram pós-milenistas, entre eles Calvino, a maioria dos Puritanos, Jonathan Edwards, John Owen, Charles Hodge, Robert L. Dabney, W. G. T. Sheed, Benjamim B. Warfield, Oswald T. Allis, J. Marcellus Kik e muitos outros.[1]

Alguns afirmam que pós-milenismo foi descartado por muitos crentes após as duas grandes guerras, mas inúmeras obras pós-milenistas foram escritas durante esta época. [2] Além disso, recentemente ele tem sido notoriamente defendido por diversos teólogos e pensadores cristãos.

Referências

  1. Kenneth L. Gentry, He Shall Have Dominion: A Postmillennial Eschatology (Third Edition: Revised and Expanded), p. 145.
  2. Gentry, em He Shall Have Dominion, cita inúmeros teólogos pós-milenistas que viveram durante esta época. Além disso, ele menciona obras pós-milenistas escritas nesse período. Vide páginas 66-69.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Bahnsen, Greg L. Victory in Jesus: The Bright Hope of Postmillennialism. Texarkana, AR: Covenant Media Press, 1999. (ISBN 0-9678317-1-7)
  • Bass, Ralph E., Jr. Back to the Future: A Study in the Book of Revelation. Greenville, SC: Living Hope Press, 2004. (ISBN 0-9759547-0-9)
  • Bock, Darrell. Three Views of the Millennium and Beyond. Grand Rapids, MI: Zondervan, 1999.
  • Boettner, Loraine. The Millennium. Philipsburg, NJ: Presbyterian & Reformed, 1984. (ISBN 0-87552-113-4)
  • Davis, John Jefferson. The Victory of Christ's Kingdom: An Introduction to Postmillennialism. Moscow, ID: Canon Press, 1996.
  • DeMar, Gary. Last Days Madness: Obsession of the Modern Church. Power Springs, GA: American Vision, 1999. (ISBN 0-915815-35-4)
  • Fredrickson, George M. "The Coming of the Lord: The Northern Protestant Clergy and the Civil War Crisis." Religion and the American Civil War. Edited by Randall M. Miller, Harry S. Stout, and Charles Reagan Wilson. New York, NY: Oxford University Press, 1998.
  • Gentry, Kenneth L. He Shall Have Dominion: A Postmillennial Eschatology. Tyler, TX: Institute For Christian Economics, 1992.
  • Gentry, Kenneth L. Thine is the Kingdom: A Study of the Postmillennial Hope. Vallecito, CA: Chalcedon Foundation, 2003.
  • Kik, J. Marcellus. An Eschatology of Victory. Philipsburg, NJ: Presbyterian & Reformed, 1971.
  • Mathison, Keith A. Postmillenialism. An Eschatology of Hope. Philipsburg, NJ: P&R Publishing, 1999. (ISBN 0-87552-389-7) – Good one-volume overview of Postmillennialism. Written by a proponent.
  • Murray, Iain. The Puritan Hope: A Study in Revival and the Interpretation of Prophecy. London, UK: Banner of Truth Trust, 1971.
  • North, Gary. Millennialism and Social Theory. Tyler, TX: Institute For Christian Economics, 1990.
  • Sproul, R. C. The Last Days According to Jesus. Grand Rapids, MI: Baker Books, 1998. (ISBN 0-8010-1171-X)

External links[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Teologia ou sobre um teólogo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.