Póstumo Ebúcio Helva Córnice

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Póstumo Ebúcio Helva Córnice
Cônsul da República Romana
Consulado 442 a.C.

Póstumo Ebúcio Helva Córnice ou Cornicino (em latim: Postumus Aebutius Helva Cornicen) foi um político da gente Ebúcia nos primeiros anos da República Romana eleito cônsul em 442 a.C. com Marco Fábio Vibulano.

Consulado (442 a.C.)[editar | editar código-fonte]

Seu mandato ocorreu num período de tranquilidade em Roma, interna e externamente, tanto que Lívio só cita a estratégia adotada pelo Senado para restaurar aos aliados ardeatinos os territórios irregularmente anexados depois da intervenção de Públio Escápio na Assembleia das centúrias[1].

Mestre da cavalaria[editar | editar código-fonte]

Póstumo foi nomeado mestre da cavalaria (em latim: magister equitum) pelo ditador Quinto Servílio Prisco Fidenato durante a campanha contra os veios e fidenos, aliados contra Roma[2].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Cônsul da República Romana
SPQR.svg
Precedido por:
'Marco Gegânio Macerino II

com Tito Quíncio Capitolino Barbato IV

Marco Fábio Vibulano
442 a.C.

com Póstumo Ebúcio Helva Córnice

Sucedido por:
'Caio Fúrio Pácilo Fuso

com Mânio Papírio Crasso


Referências