Públicos do Cruzeiro Esporte Clube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ver artigo principal: Cruzeiro Esporte Clube

Maiores públicos do Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Exceto clássicos contra o Atlético (21 acima de 90.000), públicos presentes.[1]

  1. Cruzeiro 1–0 Villa Nova, 22 de janeiro de 1997, 132.834 (recorde do Mineirão).
  2. Cruzeiro 0–0 Bayern München (ALE), 21 de dezembro de 1976, 113.715 (recorde da Copa Intercontinental).
  3. Cruzeiro 1–0 Sporting Cristal (PER), 13 de agosto de 1997, 106.853 (recorde da Copa Libertadores).[2]
  4. Cruzeiro 3–1 Portuguesa, 29 de outubro de 1998, 103.294.
  5. Cruzeiro 2–2 Corinthians, 13 de dezembro de 1998, 92.859.
  6. Cruzeiro 1–0 Nacional (URU), 3 de junho de 1988, 90.946.

Maiores públicos em clássicos estaduais[editar | editar código-fonte]

O recorde de público pagante da história do clássico foi registrado em 4 de maio de 1969, com 123.351 pagantes, em partida realizada no Mineirão, válida pelo Campeonato Mineiro.[3]

Veja os vinte maiores públicos do clássico contra o Atlético
Data Partida Competição Estádio Público
4 de maio de 1969 Atlético 0-1 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 123.351[3]
9 de outubro de 1977 Atlético 1-3 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 122.534
8 de novembro de 1980 Atlético 1-0 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 115.983[3]
2 de junho de 1968 Atlético 1-2 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 110.432
15 de dezembro de 1974 Atlético 1-2 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 109.363
5 de dezembro de 1982 Atlético 2-1 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 108.935
2 de agosto de 1970 Atlético 2-2 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 106.155
3 de abril de 1977 Atlético 2-0 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 103.725
9 de dezembro de 1984 Atlético 1-0 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 99.174
27 de março de 1977 Atlético 2-0 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 99.044
29 de janeiro de 1978 Atlético 2-1 Cruzeiro Campeonato Brasileiro Mineirão 98.778
18 de setembro de 1966 Atlético 0-2 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 97.965
28 de setembro de 1969 Atlético 1-2 Cruzeiro Torneio Roberto Gomes Pedrosa Mineirão 97.928
8 de fevereiro de 1987 Atlético 0-0 Cruzeiro Campeonato Brasileiro Mineirão 94.381
10 de setembro de 1967 Atlético 0-0 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 93.577
7 de agosto de 1977 Atlético 0-0 Cruzeiro Campeonato Brasileiro Mineirão 91.696
5 de março de 1967 Atlético 0-4 Cruzeiro Torneio Roberto Gomes Pedrosa Mineirão 91.042
18 de fevereiro de 1979 Atlético 2-1 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 90.894
26 de novembro de 1967 Atlético 3-3 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 90.838
11 de fevereiro de 1987 Atlético 1-1 Cruzeiro Campeonato Brasileiro Mineirão 90.190
Maiores públicos no clássico contra o América

Públicos pagantes.[4]

  1. Cruzeiro 2–0 América, 62.589, 20 de dezembro de 1992.
  2. Cruzeiro 1–0 América, 54.733, 27 de abril de 1969.
  3. Cruzeiro 3–2 América, 49.134, 13 de dezembro de 1992.
  4. América 2–2 Cruzeiro, 48.991, 18 de agosto de 1968.
  5. Cruzeiro 1–0 América, 46.600, 5 de setembro de 1979.
  6. América 0–0 Cruzeiro, 46.526, 12 de novembro de 1967.
  7. Cruzeiro 2–1 América, 46.049, 3 de dezembro de 1978.
  8. Cruzeiro 3–2 América, 44.116, 23 de janeiro de 1966.
  9. América 2–1 Cruzeiro, 42.024, 3 de setembro de 1967.
  10. América 1–1 Cruzeiro, 40.457, 18 de abril de 1971 (45.212 presentes).[5].
  11. Cruzeiro 2–1 América, 39.678, 23 de setembro de 1984.
  12. América 1–1 Cruzeiro, 38.673, 9 de junho de 1971 (43.583 presentes).[5]
Maiores públicos no clássico contra o Villa Nova
  1. Cruzeiro 1–0 Villa Nova, 132.834, 22 de junho de 1997 (76.632 pagantes).
  2. Cruzeiro 3–1 Villa Nova, 87.701, 15 de setembro de 1965 (amistoso, rodada dupla, inauguração do Mineirão).

Maiores públicos antes da Era Mineirão[editar | editar código-fonte]

  • No Estádio Juscelino Kubitschek de Oliveira - Barro Preto (CEC) : Cruzeiro 1–1 Botafogo, 15.000, 01/07/1945. (**)
  • No Estádio Independência (SSFC) : Cruzeiro 0–2 Atlético, 26.000, 16/09/1956.
  • No Estádio Antônio Carlos - Lourdes (CAM) : Cruzeiro 0–3 Atlético, 20.000, 22/03/1931.
  • No Estádio Otacílio Negrão de Lima - Alameda (AFC) : Cruzeiro 1–0 Atlético, 11.357, 30/01/1955.
  • Contra o América Futebol Clube : Cruzeiro 2–1 América, 10.000, Independência, 04/12/1960. (**)
  • Contra o Villa Nova Atlético Clube : Cruzeiro 2–1 Villa Nova, 5.073, Barro Preto, 21/08/1960.
  • Contra adversários de outros estados : Cruzeiro 1–1 Fluminense, 22.000, Independência, 14/09/1960.

(**) Públicos estimados pelas rendas.

Recordes[editar | editar código-fonte]

  • Recorde de público presente em uma partida no Mineirão, 132 834 pessoas na partida contra o Villa Nova-MG realizada em 22 de junho de 1997, sendo cerca de 52 mil não pagantes, dentre eles mulheres e crianças, sendo a capacidade máxima do estádio Mineirão na época cerca de 130 mil.
  • Maior público no Mineirão em uma partida internacional: Final da Copa Intercontinental, 117 mil contra o Bayern (1976).
  • Maior público de uma final de Copa Libertadores: 95 472 pessoas na partida contra o Sporting Cristal (1997).
  • Segundo maior público pagante numa final de Copa do Brasil: 85 841 pessoas na partida contra o São Paulo, em 2000, atrás apenas de Botafogo 0 a 0 Juventude, em 1999, que teve 101 581 presentes (90 217 pagantes).
  • Recorde absoluto de público de todas as divisões do futebol brasileiro em 2003, com 597.563 pagantes em 23 jogos no Campeonato Brasileiro, média de 25.981 pagantes por partida.
  • Grupo seleto de clubes que venderam mais de 10 milhões de ingressos em campeonatos brasileiros.[7]

Médias no Brasileirão[editar | editar código-fonte]