Públio Cornélio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Públio Cornélio
Tribuno consular da República Romana
Tribunato 389 a.C.
385 a.C.

Públio Cornélio (em latim: Publius Cornelius) foi um político da gente Cornélia nos primeiros anos da República Romana, eleito tribuno consular por duas vezes, em 389 e 385 a.C..

Primeiro tribunato consular (389 a.C.)[editar | editar código-fonte]

Em 389 a.C., foi eleito tribuno consular com Lúcio Vergínio Tricosto, Aulo Mânlio Capitolino, Lúcio Valério Publícola, Lúcio Emílio Mamercino e Lúcio Postúmio Albino Regilense.[1]

Durante seu mandato, os romanos, liderados por Marco Fúrio Camilo, nomeado ditador pela terceira vez, derrotou os volscos, que se renderam depois de setenta anos de guerra,[2] os équos e os etruscos, que estavam cercando a cidade aliada de Sutri.[3] Lúcio Emílio Fúrio Camilo ficou no comando de um contingente de soldados estacionados em Veios para enfrentar um eventual ataque etrusco enquanto o ditador conduzia a campanha.[3] Aulo Mânlio ficou responsável pelo comando da defesa de Roma.[3]

Segundo tribunato consular (385 a.C.)[editar | editar código-fonte]

Em 385 a.C. foi eleito novamente, desta vez com Tito Quíncio Capitolino, Lúcio Quíncio Cincinato Capitolino, Aulo Mânlio Capitolino, Lúcio Papírio Cursor e Cneu Sérgio Fidenato Cosso.[4]

Neste ano, Aulo Mânlio convenceu o Senado a nomear Aulo Cornélio Cosso ditador para enfrentar a enésima invasão dos volscos (apoiados por latinos e hérnicos) e por causa do alto grau de tensão interna por causa do avanço dos pedidos da plebe graças à ajuda do patrício Marco Mânlio Capitolino.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Tribuno consular da República Romana
SPQR.svg
Precedido por:
Quinto Fábio Ambusto

com Quinto Sulpício Longo
com Cesão Fábio Ambusto IV
com Quinto Servílio Fidenato IV
com Numério Fábio Ambusto II
com Públio Cornélio Maluginense II

Lúcio Valério Publícola II
389 a.C.

com Lúcio Vergínio Tricosto
com Públio Cornélio I
com Aulo Mânlio Capitolino
com Lúcio Emílio Mamercino II
com Lúcio Postúmio Albino Regilense

Sucedido por:
Tito Quíncio Cincinato Capitolino

com Lúcio Júlio Julo
com Lúcio Lucrécio Tricipitino Flavo II
com Quinto Servílio Fidenato V
com Lúcio Aquilino Corvo
com Sérvio Sulpício Rufo

Precedido por:
Marco Fúrio Camilo IV

com Lúcio Horácio Púlvilo
com Sérvio Cornélio Maluginense
com Quinto Servílio Fidenato VI
com Lúcio Quíncio Cincinato Capitolino
com Públio Valério Potito Publícola

Aulo Mânlio Capitolino II
385 a.C.

com Lúcio Quíncio Cincinato Capitolino
com Tito Quíncio Capitolino II?
com Públio Cornélio II
com Lúcio Papírio Cursor II
com Cneu Sérgio Fidenato Cosso II

Sucedido por:
Sérvio Cornélio Maluginense II

com Públio Valério Potito Publícola II
com Marco Fúrio Camilo V
com Sérvio Sulpício Rufo II
com Caio Papírio Crasso
com Tito Quíncio Cincinato Capitolino II (III?)


Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • T. Robert S., Broughton (1951). «XV». The Magistrates of the Roman Republic. Volume I, 509 B.C. - 100 B.C. (em inglês). I. Nova Iorque: The American Philological Association. 578 páginas