Personal digital assistant

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de PDA)
Ir para: navegação, pesquisa
Out of date clock icon.svg
Este artigo ou seção pode conter informações desatualizadas.

Se sabe algo sobre o tema abordado, edite a página e inclua informações mais recentes, citando fontes válidas. Utilize o campo de resumo para uma breve explicação das alterações e, se achar necessário, apresente mais detalhes na página de discussão.

Disambig grey.svg Nota: Para um partído político português, veja Partido Democrático do Atlântico.
PalmOne LifeDrive

Personal digital assistants - assistente pessoal digital,[1][2] (PDAs , handhelds), ou palmtop, é um computador de dimensões reduzidas (cerca de A6), dotado de grande capacidade computacional, cumprindo as funções de agenda e sistema informático de escritório elementar, com possibilidade de interconexão com um computador pessoal e uma rede informática sem fios — Wi-Fi — para acesso a e-mail e internet.

Os PDAs de hoje possuem grande quantidade de memória e diversos softwares para várias áreas de interesse.

Os modelos mais sofisticados possuem modem (para acesso à internet), câmera digital acoplada (para fotos e filmagens), tela colorida, rede sem fio embutida.

Os PDAs guardam das agendas eletrônicas somente as dimensões, pois sua utilidade e aplicabilidade estão se aproximando cada vez mais rapidamente dos computadores de mesa.

A principal finalidade de um assistente digital pessoal (PDA) é atuar como um organizador eletrônico ou agenda portátil de planejamento diário. Ele é fácil de usar e capaz de compartilhar informações com seu PC. Ele deve ser uma extensão do PC, não um substituto.

Os PDAs, também chamados de handhelds ou palmtops, definitivamente evoluíram ao longo dos anos. Eles não somente gerenciam suas informações pessoais, como contatos, compromissos e listas de coisas a fazer. Os dispositivos de hoje também podem se conectar à internet, atuar como dispositivos de posicionamento global (GPS) e executar software multimídia. E ainda mais, os fabricantes combinaram os PDAs com telefones celulares, reprodutores multimídia e outros equipamentos eletrônicos.

Foi fundado por Tim Berners-Lee em 1994 para levar a Web ao seu potencial máximo, por meio do desenvolvimento de protocolos comuns e fóruns abertos que promovam a sua evolução e assegurem a sua interoperabilidade. Sites desenvolvidos segundo esses padrões podem ser acessados e visualizados por qualquer pessoa ou tecnologia, independente dos hardware ou software utilizados, como celulares (em Portugal, telemóveis) e PDAs, de maneira rápida e compatível com os novos padrões e tecnologias que possam surgir com a evolução da internet.

Famílias[editar | editar código-fonte]

Existem duas famílias principais de PDA no mercado hoje: Os PalmOne e os Pocket PC.

Os PalmOne utilizam o sistema operacional Palm OS da PalmSource (ex-Palm Computing), um sistema estável, mas restrito quanto ao número de fabricantes que o adoptaram. A Palm passou a adoptar o sistema Windows Mobile nos terminais com função celular como é o exemplo do Palm Treo 700 e 750v e treo 500v.

Os Pocket PC utilizam o sistema Windows Mobile (com base no Windows CE da Microsoft), que é "compatível" com o Windows e foi adotado por uma gama bem variada de fabricantes de PDA. Hoje em dia a última versão do sistema operacional para Pocket PC é a Windows Mobile 6.1. Estes PDAs utilizam programas que possibilitam a troca de dados com programas do Windows dos computadores de mesa. Existem vários grupos de língua portuguesa de referencia, de desenvolvimento e ajuda aos utilizadores desta plataforma como http://www.wince.com.br/ http://www.pocketpt.net/

Números[editar | editar código-fonte]

O número de PDAs no mundo cresceu de forma exponencial por um curto período, mas pesquisas mostram que os Smartphones (desenvolvido através da "fusão" entre um PDA e um telefone celular) são maioria absoluta, com muito mais capacidade e velocidade em um aparelho muito menor e mais prático.

Atualmente os PDAs estão fazendo de tudo. Desde tocar MP3 e tirar fotos, até servir de controle remoto para os seus equipamentos electrónicos.

Sistemas operacionais[editar | editar código-fonte]

Existem também PDAs rodando o sistema operacional Linux. Um dos projectos mais conhecidos é o Pocket Linux, desenvolvido todo com base na distribuição do Debian, a ideia é criar um Linux extremamente fácil de manipular e utilizar, para substituir o sistema operacional proprietário de vários PDAs. A interface é simples e bem familiar aos usuários dos portáteis, e pode ser moldada através de temas que os próprios usuários podem criar, estes temas e configurações são salvos em XML podendo facilmente ser transportados para outros SO`s proprietários. O sistema tem um bom conjunto de aplicativos, como cliente de e-mail, leitor de música digital, jogos e até visualizadores de vídeo. O reconhecimento de escrita também está presente, e pode-se utilizar o teclado na tela do PDA. A indispensável sincronização com o PC também está disponível;

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Personal digital assistant

Referências

  1. Viken, Alexander (10 de abril de 2009). «The History of Personal Digital Assistants 1980 – 2000» (em inglês). Agile Mobility. Consultado em 24 de outubro de 2013. 
  2. «History of the HP 95LX computer». HP Virtual Museum (em inglês). Hewlett-Packard. Consultado em 24 de outubro de 2013. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um tipo de computador é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.