Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de PUC-Minas)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
Puc-minas.gif

Vista parcial dos jardins do campus Coração Eucarístico da PUC Minas.
PUC Minas
Lema Conhecimento que transforma.
Fundação 12 de dezembro de 1958 (59 anos) (como Universidade Católica de Minas Gerais)
Tipo de instituição Privada
Filantrópica
Confessional
Mantenedora Arquidiocese de Belo Horizonte, através da Sociedade Mineira de Cultura
Localização Brasao de Belo Horizonte.png Belo Horizonte, Brasão de Minas Gerais.svg Minas Gerais
Funcionários 2.411[1]
Reitor(a) Dom Joaquim Giovanni Mol Guimarães
Vice-reitor(a) Profª Patrícia Bernardes
Docentes 2.312
Total de estudantes 63.528[2]
Graduação 47.434
Pós-graduação 12.580
Campus Arcos Brasao Oficial arcos mg.png
Belo Horizonte Brasao de Belo Horizonte.png
(Barreiro, Coração Eucarístico, Praça da Liberdade e São Gabriel)
Betim
Contagem
Guanhães Brasão de Guanhães MG.png
Poços de Caldas BRASAO POCOSDECALDAS.jpg
Serro BrasaoSerro.jpg

Uberlândia

Afiliações CRUB, Igreja Católica
Página oficial www.pucminas.br

A Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) é uma instituição de ensino superior, privada e católica brasileira situada em Belo Horizonte, capital do estado de Minas Gerais. Fundada em 1958 sob nome de Universidade Católica de Minas Gerais e o comando de Dom João Resende Costa, a PUC Minas é a universidade católica mais extensa do mundo e uma das mais reconhecidas Instituições de Ensino Superior brasileiras,[3] tendo, ao longo de sua existência, acumulado diversos prêmios.[4][5][6][7]

Com cerca de 56 mil alunos, matriculados em 56 cursos de graduação e de pós-graduação, ministrados por 2.312 professores e sustentados por uma infraestrutura técnica e administrativa que reúne aproximadamente 2.411 funcionários,[8] a PUC Minas é atualmente tida como uma das melhores universidades privadas do Brasil, muitas vezes sendo escolhida como a melhor.[9]

História[editar | editar código-fonte]

Em 1926, Belo Horizonte no tempo do modernismo, e a antiga Fazenda da Gameleira cedia lugar ao Seminário Coração Eucarístico. Durante de mais de 30 anos, a instituição dedicou-se exclusivamente à formação religiosa. Em 1958, Dom Cabral e um pequeno grupo de professores criaram a Universidade Católica de Minas Gerais, trazendo cursos de formação para professores e oferecendo à juventude que deixava os colégios da capital, a maioria religiosos, uma opção de universidade comprometida com os valores cristãos e os ideais de liberdade democrática e de justiça social. Tombado pelo Patrimônio Histórico e Cultural do Município, o rico conjunto arquitetônico do antigo seminário, no bairro Coração Eucarístico, emoldurado por jardins, é o portal de entrada da PUC Minas.

Hoje[editar | editar código-fonte]

Pátio interno da PUC Minas, com vista para a Faculdade Mineira de Direito

A maior concentração das atividades da PUC Minas encontra-se em Belo Horizonte, onde possui o campus principal no bairro Coração Eucarístico e unidades dispersas no Barreiro, no bairro São Gabriel e na Praça da Liberdade, além da sede da PUC Minas Virtual e mais outros campi em diferentes cidades da região metropolitana de Belo Horizonte, como Contagem e Betim.

Presente no ranking das melhores universidades da América Latina da QS World University Rankings, a PUC Minas segundo essa estrutura multicampi que reúne aproximadamente uma centena de prédios, laboratórios, bibliotecas, museus, salas multimédia, teatros, auditórios, hospitais veterinários, clínicas de fisioterapia, de odontologia e de psicologia, canal de TV e outros equipamentos faz com que ela se mantenha como líder no estado.

Reconhecida uma das melhores instituições brasileiras no ensino superior, a PUC Minas investiu e expandiu nos últimos anos suas atividades em pesquisa, pós-graduação e extensão, com a criação de cursos de Mestrado e de Doutorado, maior interação com o setor produtivo e científico e o estreitamento de relações com a sociedade, com ênfase nos projetos de inclusão social e de redução das diferenças.

A PUC Minas é pioneira no Brasil, pois foi criadora de um Laboratório de Estudos Climatológicos em 2003.[10] É um Centro de Excelência em Climatologia criado com a ajuda da Companhia Energética de Minas Gerais para o campo da pesquisa, especialmente para a previsão do tempo com três dias de antecedência nos 853 municípios do estado.

Fazem parte dessa postura os programas de educação continuada e a atuação em campos como assistência judiciária gratuita, atendimento à saúde e desenvolvimento de projetos voltados para os setores mais carentes da sociedade, com o envolvimento de seus professores e alunos, de forma a garantir altos padrões de qualidade.

O traço comum de sua atuação, em todas as áreas, é a preocupação com o avanço da ciência e do conhecimento e a sintonia que busca manter com os anseios da sociedade moderna e democrática.

A partir do segundo semestre de 2012, a então unidade de Betim, começou a ministrar o curso de Medicina na cidade, sendo que tal curso recebeu nota máxima mediante avaliação do Ministério da Educação.[carece de fontes?]

Museu de Ciências Naturais[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Museu de Ciências Naturais
Entrada do Museu de Ciências Naturais da PUC Minas.
Fotografia da exposição Era dos Répteis do Museu de Ciências Naturais da PUC Minas

O Museu de Ciências Naturais da PUC Minas é um museu brasileiro de ciências naturais, que por meio de exposições, educação e pesquisa, preserva o patrimônio natural, histórico e cultural do Brasil.

Possui coleções da fauna brasileira atual de mamíferos, aves, répteis e anfíbios, principalmente de espécies do cerrado. Desenvolve pesquisas nas áreas de paleontologia, zoologia e conservação da natureza.

O Museu conta com um Jardim de Borboletas, que é um local onde se encontram várias atrações para as borboletas, onde podem se abrigar e alimentar em todos os estágios de sua vida. Funciona também como uma ferramenta de Educação Ambiental para a conscientização da importância de se preservar a biodiversidade. Algumas das plantas que o Jardim possui e que fornecem néctar para as borboletas são o agerato, beijinho, bico de papagaio, camará, cosmos, duranta, flor de maio, sálvia de jardim, zínia, entre outras. As plantas hospedeiras de lagartas são o manacá de cheiro, cássias, jurubeba, maracujá, papo de peru, tanchagem, sanquésia, etc.

São oferecidas visitas monitoradas para grupos organizados, principalmente para crianças. As visitas são acompanhadas por educadores não-formais, que são universitários das áreas de Ciências Biológicas, História, Filosofia e Pedagogia. Os educadores são capacitados e ensinam o conteúdo das exposições esclarecendo quaisquer dúvidas a respeito do acervo do Museu.

Durante as férias de julho e janeiro o Museu de Ciências Naturais da PUC Minas oferece atividades de lazer educativo para crianças e adolescentes, que participam de atividades diferenciadas, relacionadas ao trabalho dos biólogos. São pacotes com duração de três horas que incluem oficinas, jogos educativos, visitas guiadas e lanche.

Centro de Excelência em Climatologia[editar | editar código-fonte]

O Centro de Excelência em Climatologia da PUC Minas é conhecido como TempoClima PUC Minas, está situado no Núcleo Universitário Contagem, possui excelência em estudos e serviços no setor de meteorologia, climatologia, geoprocessamento e hidrologia.[11]

O TempoClima PUC Minas possui convênios e contratos com jornais e redes de TV, prefeituras, empresas particulares e órgãos estaduais e federais que necessitam e/ou fornecem informações associadas ao tempo e clima no país.

Fornece diariamente previsões de tempo com até 7 dias de antecedência, monitoramentos do tempo 24 horas por dia, 7 dias por semana, e emissão de alertas de condições adversas como de tempestades severas, ocorrência de descargas atmosféricas, possibilidade de inundação, entre outros.

Cursos ofertados pelo TempoClima PUC Minas[editar | editar código-fonte]

Os cursos ofertados pelo Centro de Climatologia - PUC Minas TempoClima contam com a participação do corpo docente dos cursos de Geografia, Sistemas de Informação e Administração.[12]

  • Geoprocessamento
  • Clima & Saúde
  • Meteorologia básica para professores do ensino médio e fundamental
  • Arquitetura e Mudanças climáticas (Arquitetura e Clima: Novos desafios)

Sistema de Bibliotecas[editar | editar código-fonte]

Interior da Biblioteca no campus Coração Eucarístico

A Biblioteca da PUC Minas possui o maior acervo do estado de Minas Gerais e o maior do Brasil entre as instituições privadas. Atualmente são mais de 900 mil títulos das mais variadas áreas , além de oferecer acesso via web a mais de 16.000 e-books, ao Portal da CAPES com 38 mil títulos de periódicos eletrônicos e a 134 bases de dados. Somente no campus Coração Eucarístico são aproximadamente 400 mil livros e 10 mil teses.[13] Até julho de 2017, contava com mais de 54 mil usuários inscritos.[14]

A Biblioteca da PUC Minas, teve sua origem em 1963, com a fundação da Biblioteca da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Santa Maria, à qual posteriormente foram incorporados os livros da Biblioteca da Faculdade Mineira de Direito. A centralização só veio a se concretizar, de fato, em 1981, com a inauguração do prédio onde a Biblioteca da PUC Minas se encontra atualmente, constituindo-se num marco onde todos os esforços se voltaram para um atendimento mais racional e compatível com o crescimento das consultas e empréstimos.[15] O Sistema Integrado de Bibliotecas PUC Minas (SIB PUC Minas) é composto por 14 bibliotecas distribuídas nos campi, unidades e polos de ensino à distância da Universidade. Todas dispõem de auditório equipado com recursos multimídia.

Centro de Memória e de Pesquisa Histórica[editar | editar código-fonte]

O Diretório Central dos Estudantes da PUC Minas

O acervo do Centro de Memória e de Pesquisa Histórica da PUC Minas é composto por documentos textuais, iconográficos, cartográficos e audiovisuais, datando do ano de 1942, até os dias atuais. Há ainda acervos privados como o do DCE da PUC Minas e dos professores Arduíno Bolívar, João Camilo de Oliveira Torres e padre Alberto Antoniazzi. Os inventários dos fundos estão disponíveis pela internet e as consultas aos documentos são realizadas nas dependências do CMPH e devem ser agendadas previamente.[16]

PUC TV Minas[editar | editar código-fonte]

A PUC Minas conta com uma emissora de televisão universitária, a PUC TV Minas, que produz 13 programas próprios, além de programas especiais, interprogramas e produções em parceria com a TV Horizonte. No ar desde 1998, é transmitida pelo canal 12 da NET em Belo Horizonte. A PUC TV Minas é também parceira do Canal Futura.[17]

Mantenedora[editar | editar código-fonte]

Capela no Campus Coração Eucarístico da PUC Minas
Ver artigo principal: Sociedade Mineira de Cultura

A Sociedade Mineira de Cultura é um instituição da Arquidiocese de Belo Horizonte, presidida por Dom Walmor Oliveira de Azevedo, é a entidade mantenedora da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, do Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora, da Faculdade Católica de Uberlândia e do Colégio Santa Maria

Cursos[editar | editar código-fonte]

Vista de Belo Horizonte a partir do Instituto de Ciências Biologicas e da Saúde da PUC MG

Oferece cursos de graduação (bacharelado e licenciatura),[18] e graduação a distância através do "PUC Minas Virtual", Diretoria de Ensino a Distância da PUC Minas que oferece os cursos desde 1999.[19]

Graduação tecnológica[editar | editar código-fonte]

Os Cursos Superiores de Tecnologia são cursos de nível superior com duração média de 2 anos e meio, abrangendo os diversos setores da economia, abertos a candidatos com o ensino médio ou equivalente concluído.

Os cursos enquadram-se no segmento da educação profissional de nível tecnológico, são regulamentados pelo Conselho Nacional de Educação e avaliados e regulados pela Secretaria de Ensino Profissional e Tecnológico do Ministério da Educação. Segundo definição do MEC, tecnólogos são “profissionais graduados e com formação direcionada para aplicação, desenvolvimento e difusão de tecnologias, com formação em gestão de processos de produção de bens e serviços e capacidade empreendedora, em sintonia com o mundo do trabalho”.[20]

Mestrado e doutorado[editar | editar código-fonte]

Oferece ainda programas de Pós-graduação stricto sensu (Mestrado e Doutorado).[21]

Faculdades, departamentos, institutos e escolas[editar | editar código-fonte]

Faculdades


Institutos

Departamentos

Escolas

  • Escola de Teatro

Localização dos campi, unidades e núcleos[editar | editar código-fonte]

Campus/Unidades/Núcleos Endereço Bairro Cidade Site
Campus Arcos Avenida Yolando Sebastião Logli, 255 Distrito Industrial II Arcos http://www.pucminas.br/arcos
Unidade Barreiro Avenida Afonso Vaz de Melo, 1.200 Barreiro Belo Horizonte http://www.pucminas.br/barreiro
Campus Betim Rua do Rosário, 1.081 Angola Betim http://www.pucminas.br/betim
Campus Contagem Rua Rio Comprido, 4.580 Cinco Contagem http://www.pucminas.br/contagem
Campus Coração Eucarístico Avenida Dom José Gaspar, 500 Coração Eucarístico Belo Horizonte http://www.pucminas.br/coracaoeucaristico/
Campus Guanhães Avenida Vitória Régia, nº 200 Jardins II Guanhães http://www.pucminas.br/guanhaes/
Campus Poços de Caldas Avenida Padre Francis Cletus Cox, 1661 Jardim Country Club Poços de Caldas http://www.pucpcaldas.br
Unidade Praça da Liberdade Avenida Brasil, 2023 Funcionários Belo Horizonte http://www.pucminas.br/pracaliberdade
Unidade São Gabriel Rua Walter Ianni, 255 São Gabriel Belo Horizonte http://www.pucminas.br/saogabriel/
Campus Serro Praça João Pessoa, 74 Centro Serro http://www.pucminas.br/serro
Campus Uberlândia Rua Varginha, 149 Daniel Fonseca Uberlândia https://www.pucminas.br/unidade/uberlandia/Paginas/default.aspx

Pessoas notáveis[editar | editar código-fonte]

Question book-4.svg
Esta seção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde junho de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Alunos[editar | editar código-fonte]

Docentes[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «A PUC Minas» 
  2. «PUC Minas em números» 
  3. «Vaticano reconhece PUC Minas como maior Universidade Católica do Mundo». Consultado em 19 de junho de 2017. 
  4. «PUC Minas é premiada no TOP OF MIND». Consultado em 19 de junho de 2017. 
  5. «PUC TV MINAS premiada com melhor reportagem do ano». Consultado em 19 de junho de 2017. 
  6. «Monografia de aluno da PUC Minas premiada como a melhor do País». Consultado em 19 de junho de 2017. 
  7. «PUC Minas é premiada como a melhor universidade do país». Consultado em 19 de junho de 2017. 
  8. «A PUC Minas». PUC Minas. Consultado em 27 de setembro de 2017. 
  9. «PUC Minas eleita pela 6ª vez a melhor universidade privada do país». Consultado em 19 de junho de 2017. 
  10. «definição - PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATOLICA DE MINAS GERAIS». Consultado em 19 de junho de 2017. 
  11. «Apresentação do Laboratório TempoClima PUC Minas.». Consultado em 19 de junho de 2017. 
  12. «cursos oferecidos no laboratório TempoClima PUC Minas.». Consultado em 19 de junho de 2017. 
  13. Minas, Portal PUC. «Biblioteca PUC Minas». portal.pucminas.br. Consultado em 21 de junho de 2018. 
  14. Dias, Rodrigo. «noponto - Informativo eletrônico». portal.pucminas.br. Consultado em 21 de junho de 2018. 
  15. Minas, Portal PUC. «Biblioteca PUC Minas». portal.pucminas.br. Consultado em 21 de junho de 2018. 
  16. «Centro de Memória e de Pesquisa Histórica». Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Consultado em 22 de junho de 2018. 
  17. «PUC TV Minas». PUC Minas. Consultado em 27 de setembro de 2017. 
  18. «PUC Minas» (PDF). Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Consultado em 1 de fevereiro de 2014. 
  19. «O que é a PUC Minas Virtual?». Consultado em 19 de junho de 2017. 
  20. «Cursos de graduação tecnológica». Consultado em 19 de junho de 2017. 
  21. [1]
  22. «Patrus Ananias» 
  23. «Site oficial Rógerio Greco». Consultado em 20 de novembro de 2013. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]