Pabllo Vittar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pabllo Vittar
Pabllo se apresentando no Rio de Janeiro em 2015.
Informação geral
Nome completo Phabullo Rodrigues da Silva
Nascimento 1 de novembro de 1994 (22 anos)
Local de nascimento São Luís, Maranhão
Nacionalidade brasileira
Gênero(s)
Ocupação(ões)
Instrumento(s) Vocal
Extensão vocal Contratenor
Período em atividade 2013–presente
Gravadora(s) ONErpm (2015–16)
BMT Produções (2017–presente)
Influência(s)

Phabullo Rodrigues da Silva (São Luís, 1 de novembro de 1994), mais conhecido como Pabllo Vittar é um cantor, compositor e drag queen brasileiro.[1][2] Apesar de cantar profissionalmente desde 2013, só ganhou notoriedade na mídia no final de 2015, devido ao videoclipe da sua música "Open Bar", uma versão em português de "Lean On", do Major Lazer, que mistura pop e samba,[3] Em menos de 3 meses, o vídeo alcançou a marca de um milhão de visualizações no YouTube.[4]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em uma família humilde de São Luís, é filho de uma técnica de enfermagem. Phabullo não conheceu seu pai biológico, que abandonou sua mãe grávida. O artista possui uma irmã gêmea chamada Phâmela. Apesar de conter um H, seu nome e de sua irmã se pronunciam como "Pabullo" e "Pâmela". Embora nascido na capital maranhense, passou parte da infância e adolescência morando nas cidades de Santa Inês e Caxias ambas no interior do Maranhão, devido a dificuldades financeiras. Seu sonho sempre foi cantar, e aos 13 anos, ainda vivendo no interior, iniciou-se na música, fazendo parte do coral da igreja católica e fazendo imitação de grandes cantoras em festas de família, aniversários e escolas, mas não eram trabalhos profissionais.[5] [6]

No começo de sua adolescência, o artista começou a compor suas próprias músicas e decidiu que realmente queria se profissionalizar na área musical. Aos 14 anos de idade se assumiu homossexual, o que a mãe já desconfiava, e a irmã já sabia. As duas o aceitaram tranquilamente. Nesta época, começou a sair para a noite maranhense, fazer amizades, e conseguiu participar e ser aprovado em uma seleção de cantores numa casa de shows, e assim começou a se apresentar, mesmo menor de idade, cantando e dançando músicas suas e fazendo imitações por um pequeno cachê, mas ainda não era um trabalho profissional. Nesta época começou a se vestir como mulher, mas não ainda como drag queen. Com o tempo, passou a fazer shows em paradas gays em diversas cidades de seu estado, ficando conhecido no meio LGBT maranhense. Vittar teve uma passagem musical na cidade que morou, Caxias, no Maranhão, onde cantou na rádio Difusora Caxias, com o nome artístico de Pablo Knowles, na época, uma homenagem a cantora Beyoncé, da qual é fã.[7] [8]

Em 2009, aos 15 anos, saiu de Santa Inês, interior maranhense, com a mãe e a irmã, e se mudou para São Paulo, para tentar sua carreira profissional na música. Já havia comunicado à mãe seu desejo, e ela aceitou se mudar para apoiar o filho. Na capital paulista, o começo não foi fácil, e Pabllo Vittar trabalhou em lanchonetes e salões de beleza até alcançar a fama. Nesta época, começou a se montar como drag queen, e se apresentava dançando e cantando em boates na noite paulistana, mas ainda não eram trabalhos profissionais. Chegou a participar de alguns concursos de beleza e até a ganhar alguns deles. Em 2011, sua mãe casou-se, e mudou-se para a cidade mineira de Uberlândia. Vittar e a irmã foram juntos. Em Minas Gerais, Pabllo prestou vestibular para a Universidade Federal de Uberlândia, na qual foi admitido em 2013 no curso integral de design, mas após alguns períodos cursados, acabou trancando sua matrícula, devido a sua agenda de shows, que aumentou bastante devido a divulgação de seus vídeos musicais na internet: Juntava-se com amigos e gravava clipes musicais na casa deles, divulgando o conteúdo na mídia, o que chamou muita atenção de empresários do ramo de entretenimento. Descoberto por produtores, o artista iniciava sua carreira musical profissionalmente. Começou em bares e casas de shows com apresentações em Uberlândia e cidades da região, principalmente com suas performances de dança dos seus vídeos nas redes sociais. Nascia assim o nome Pabllo Vittar,[9]

Pabllo é uma adaptação de seu nome de batismo Phabullo, e Vittar foi uma criação sua. O artista informa que está na mídia para desconstruir gêneros e fala que o seu próprio nome, por si, já é seu alter ego. Pabllo contou que sofreu muito bullying na infância por ter gestos delicados e voz afinada, e os meninos o humilhavam e agrediam na escola. Um deles lhe jogou uma sopa quente em seu rosto. Em entrevistas, o cantor não se importa de ser chamada de O Pabllo ou A Pabllo, nem de ser tratado como homem ou mulher, embora afirme sentir-se muito realizado e feliz ao se vestir de mulher. Em entrevistas, revela que escolheu um nome artístico masculino por querer passar verdade ao público, pois não é transexual, já que só é e se sente de fato mulher quando está caracterizado no palco, e ao sair dele, se veste como um rapaz, inclusive divulgando fotos suas vestido como homem. É muito popular, simpático e carismático, e sempre interage com os fãs, mostrando ao público sua vida pessoal. Ele informa que não tem nenhuma contrariedade com sua identidade de gênero. Afirma-se como gay, gosta de rapazes, apesar de já ter namorado garotas, não gostou. Revela que se relaciona amorosamente com fãs sem nenhum problema.[10] Até hoje o artista mora em Uberlândia com a mãe, a irmã e o padrasto, fazendo shows no mundo inteiro.[11]

Carreira[editar | editar código-fonte]

2014–16: Início e Open Bar[editar | editar código-fonte]

Pabllo em junho de 2016.

Em 2014, participou do programa "Carona" da TV Integração, afiliada da Rede Globo em Minas Gerais. Na ocasião, Vittar cantou uma versão de "I Have Nothing" de Whitney Houston para o cantor Daniel, na época jurado do programa The Voice Brasil, que ficou ficou impressionado com sua potência vocal.[11] Se popularizou através da internet, através de seus videoclipes. Devido ao sucesso instantâneo, o cantor acabou se expandindo profissionalmente, lançando seu extended play (EP) de estreia, Open Bar, em dezembro de 2015. O material foi produzido por Rodrigo Gorky, do grupo Bonde do Rolê, Maffalda e pelo produtor carioca Omulu. Ainda no mesmo ano, deu inicio a sua primeira turnê, intitulada Open Bar Tour, na qual passou por diversas cidades do país, ganhando visibilidade no movimento LGBT nacional. De acordo com Pabllo, ele não tem um gênero definido, atendendo por ele ou ela.[12]

Em janeiro de 2016, Vittar entrou na TV, sendo apresentado como o novo vocalista da banda do programa Amor & Sexo da Rede Globo, em substituição de Léo Jaime na temporada de 2016.[13] No mesmo mês, o artista participou do videoclipe da música "Insight", de Luiza Possi.[14] Em abril de 2016, ele foi anunciado como garoto propaganda da mais nova campanha da AVON, Louca Por Cores.[15] "

2017–presente: Vai Passar Mal e reconhecimento[editar | editar código-fonte]

Em 12 janeiro de 2017, Vittar lançou seu primeiro álbum de estúdio Vai Passar Mal, que conseguiu a 3ª posição no iTunes em sua semana de estreia. O disco veio a bater o recorde nos aplicativos de música com Vittar alcançando 20 milhões de execuções com o álbum, tornando-se a primeira do segmento drag da história a ter, no mínimo, um milhão de execuções em cada faixa de seu disco.[16] Em 20 de janeiro, Vittar lançou o vídeo-clipe do segundo single do álbum, Todo Dia, em parceria com Rico Dalasam. Mais tarde, o clipe veio a se tornar o vídeo-clipe mais assistido mundialmente por uma drag queen, ultrapassando o clipe "Sissy That Walk" da estadunidense RuPaul.[17] Entre esse período, a canção alcançou o 1º lugar na lista "Viral 50 Global" do Spotify.[18] Sendo considerado como um dos hits do carnaval de 2017, Vittar se apresentou durante o festival junto de cantoras como Daniela Mercury e Anitta no Carnaval de Salvador. Em março, Pabllo deu início a sua segunda turnê, intitulada Vai Passar Mal Tour.[19][20] Em 19 de abril, Vittar lançou a música "K.O." acompanhada de vídeo-clipe.[21]

Após algumas semanas de especulação,[22] foi lançado em 1 de junho a canção "Sua Cara" de Major Lazer em parceria com Vittar e Anitta. O vídeo áudio da canção tornou-se imediatamente o mais acessado dos novos materiais disponíveis, alcançando a marca de 10 milhões de visualizações.[23]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdios[editar | editar código-fonte]

Álbum Detalhes
Vai Passar Mal
  • Lançado: 12 de janeiro de 2017
  • Formatos: CD, download digital
  • Gravadora: BMT Produções

Extended plays (EPs)[editar | editar código-fonte]

Álbum Detalhes
Open Bar
  • Lançado: 2 de dezembro de 2015
  • Formatos: EP, download digital
  • Gravadora: ONErpm

Singles[editar | editar código-fonte]

Como artista principal
Título Ano Álbum
"Open Bar" 2015 Open Bar
"Minaj" 2016
"Amante"
"Nêga" Vai Passar Mal
"Todo Dia"
(part. Rico Dalasam)
2017
"K.O."
Como artista convidado
Título Ano Álbum
"TOME CUrtindo" (Remix)
(Lia Clark part. Pabllo Vittar)
2017 Clark Boom
"Decote"
(Preta Gil part. Pabllo Vittar)
Todas as Cores

Outras aparições[editar | editar código-fonte]

Título Ano Outro(s) artista(s) Álbum
"Sua Cara" 2017 Major Lazer e Anitta Know No Better

Videoclipes[editar | editar código-fonte]

Título Ano Diretor(es) Notas
"Open Bar" 2015 Leocádio Rezende[3]
"Insight" 2016 Thiago Teitelroit[24] Participação especial; Videoclipe de Luiza Possi[14]
"Minaj" Leocádio Rezende[25]
"Amante"
"Nêga" Sandrow Almeidan, Pabllo Vittar e Leocádio Rezende[26]
"Todo Dia" 2017 Guilherme Batista e Fabrício Sassioto
"K.O." João Monteiro

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão
Ano Título Personagem Notas
2016–presente Amor & Sexo Vocalista da banda
2017 TVZ Apresentadora especial Episódio: "19 de abril de 2017"[27]
Web
Ano Título Personagem Notas
2015 Drag-se Ela mesma Episódio: "Out of Drag-se"[28]

Referências

  1. Época (27 de fevereiro de 2017). «Pabllo Vittar: tem drag no samba». 10h01 
  2. BOL (17 de maio de 2017). «Ressuscita! Conheça Pabllo Vittar em 10 curiosidades». 10h00 
  3. a b Sanches, Carolina (26 de janeiro de 2016). «Drag brasileira Pabllo Vittar lança clipe de estreia transformando Major Lazer em sambinha». Tv Globo. Consultado em 3 de fevereiro de 2016 
  4. Rocha, Pedro (08 de outubro de 2015). «Pabllo Vittar fala de carreira, sucesso e novos projetos em entrevista ao G1». Tv Globo. Consultado em 3 de fevereiro de 2016  Verifique data em: |data= (ajuda)
  5. Laranja, Ricardo (22 de dezembro de 2015). «Pabllo Vittar: "Estou aqui para desconstruir gêneros"». medium.com. Consultado em 3 de fevereiro de 2016 
  6. [[1]]
  7. Junior, Analio (22 de dezembro de 2015). «FAMA: Drag Queen maranhense bomba na web e substitui Léo Jaime no "Amor e Sexo" da Rede Globo!!!». Consultado em 3 de fevereiro de 2016 
  8. [[2]]
  9. Monteiro, Carolina (18 de dezembro de 2015). «Sucesso com 'Open bar', Pabllo Vittar se apresenta em Uberlândia». Correio de Uberlândia. Consultado em 3 de fevereiro de 2016 
  10. [[3]]
  11. a b «Jovem cantor Pabllo Vittar, conhece a TV Integração». Tv Globo. 06 de dezembro de 2015. Consultado em 3 de fevereiro de 2016  Verifique data em: |data= (ajuda)
  12. «Pabllo Vittar: "Estou aqui para desconstruir gênero"». Medium. 22 de dezembro de 2015. Consultado em 30 de abril de 2017 
  13. «Pabllo Vittar comemora sucesso no 'Amor & Sexo' e carreira de drag cantor: 'Duas paixões'». Tv Globo. 28 de janeiro de 2016. Consultado em 3 de fevereiro de 2016 
  14. a b Rocha, Pedro (29 de Janeiro de 2016). «Luiza Possi chama Pabllo Vittar e outros drags para o clipe maravilhoso de Insight». Consultado em 3 de fevereiro de 2016 
  15. Sousa, Felipe (25 de abril de 2016). «Avon escolhe Pabllo Vittar para estrelar sua mais nova campanha». pheeno. Consultado em 26 de abril de 2016 
  16. «Maranhense Pabllo Vittar bate recorde de visualizações no Spotify». O Imparcial. 9 de maio de 2017. Consultado em 9 de junho de 2017 
  17. Torres, Leonardo (6 de abril de 2017). «10 milhões: Pabllo Vittar supera número de visualizações de clipes de popstars internacionais». Pop Line. Consultado em 10 de abril de 2017 
  18. Torres, Leonardo (26 de janeiro de 2017). «"Todo Dia": música de Pabllo Vittar alcança 1º lugar na lista Viral 50 Global do Spotify». Pop Line. Consultado em 22 de fevereiro de 2017 
  19. «'Podem esperar uma super tour', diz Pablo Vittar». Meia Hora. 11 de março de 2017. Consultado em 10 de abril de 2017 
  20. Barboza, Joana (24 de março de 2017). «Entrevista O Carnaval inesquecível de Pabllo Vittar». Noize. Consultado em 10 de abril de 2017 
  21. «Clipe "KO" de Pabllo Vittar ultrapassa 2 milhões de views». O Imparcial. 19 de abril de 2017. Consultado em 9 de junho de 2017 
  22. Machado, Julie (15 de maio de 2017). «Pabllo Vittar, Anitta e Diplo fazem parceria». Pop Now. Consultado em 9 de junho de 2017 
  23. «Drag queen Pabllo Vittar comandará banda de "Amor & Sexo"». Mais JR. Dezembro de 2015. Consultado em 27 de janeiro de 2017 
  24. «Luiza Possi lança clipe de "Insight"». Rádio Transamérica. 1 de fevereiro de 2016. Consultado em 26 de fevereiro de 2016 
  25. «Pabllo Vittar sensualiza dentro de um motel no clipe de "Minaj"; vem assistir». 5 de fevereiro de 2015. Consultado em 5 de fevereiro de 2016 
  26. «Pabllo Vittar esbanja poder e sedução no videoclipe de "Amante"; confira». 9 de abril de 2016  Texto "http://pheeno.com.br/2016/04/pabllo-vittar-esbanja-poder-e-seducao-no-videoclipe-de-amante-confira/" ignorado (ajuda);
  27. «Pabllo Vittar apresenta o TVZ Ao Vivo desta quarta (19) - TVZ - Programas - MULTISHOW». MULTISHOW 
  28. «Pabllo Vittar, a drag cantora de Uberlândia vem para animar a festa 'Vish na Laje'». 16 de janeiro de 2015. Consultado em 3 de fevereiro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Pabllo Vittar