Pacto de Leticia pela Amazônia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Pacto de Leticia pela Amazônia foi uma reunião idealizada pelos presidentes Iván Duque, da Colômbia, e Martín Vizcarra, do Peru. Foi assinado em 6 de Setembro de 2019 na cidade de Leticia, Colômbia, na fronteira com Brasil e Peru.

Países signatários do Pacto de Leticia.

Na reunião, uma lista de dezesseis pontos foi abordada, na qual os países signatários pretendem colaborar, em assuntos que, além do combate ao desmatamento, a criação de iniciativas de restauração florestal, o uso sustentável dos recursos naturais, ações de fortalecimento da mulher e de povos indígenas e a criação de campanhas educacionais sobre a importância daquela região.[1]

O pacto foi convocado em uma altura em que incêndios florestais na Bolívia e no Brasil causaram grande repercussão internacional e também uma crise diplomática entre o Brasil e a França de Emmanuel Macron.[2]

Todos os países amazônicos participaram do encontro, exceto a Venezuela, que não foi convidada pelos demais participantes.

Participação[editar | editar código-fonte]

Chefes de Estado e representantes que participaram presencialmente do encontro.[3]

Ausências[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências