Pacto de São Sebastião

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Chama-se Pacto de São Sebastião a uma reunião promovida por Niceto Alcalá-Zamora e Miguel Maura que ocorreu na cidade basca de São Sebastião (Espanha) a 17 de Agosto de 1930. A esta reunião enviaram representantes praticamente todas as correntes republicanas.

Presidida por Fernando Sasiaín (presidente do Circulo Republicano de São Sebastião), a ela assistiram:

Nesta reunião foi constituído um comitê revolucionário, presidido por Alcalá-Zamora (que chegaria a ser o governo provisório da Segunda República Espanhola) visando acabar com a Monarquia na Espanha.

Este comitê estava em contato permanente com um grupo de militares com o que estudou um "pronunciamento militar" para trazer a república, que finalmente ficou previsto para 15 de Dezembro de 1930. Contudo, o capitão Fermín Galán Rodríguez adiantou-se a 12 de Dezembro, o que provocou o insucesso do pronunciamento e o fuzilamento de Galán e do também capitão Ángel García Hernández, feitos que se conhecem como Sublevação de Jaca.