Pai Talabi de Oxoguian

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Virgilio Diegues Veiga ou Talabi de Oxoguian ( In memória - São Vicente, 5 de novembro de 1981) babalorixá do Candomblé de São Paulo, filho do babalorixá Oyajide, teve sua casa na Cidade de São Vicente bairro Vila Margarida. Ali iniciou muitos filhos-de-santo, recebia nas festa dos Orixás grandes nomes da política, deputados, prefeitos e outros, manteve intercâmbio com a África e alguns sacerdotes, trazendo alguns para o Brasil.

Pai Talabi faleceu vítima de má circulação em 5 de novembro de 1981, foi sucedido na casa pelo Babá kekerê Ojumi que veio a falecer 07 anos depois. Uma neta de Talabi tomou conta da casa até a família tomar posse do imóvel e seus pertences.

Pai Talabi foi homenageado pela Câmara de Vereadores da cidade de São Vicente quando seu nome foi perpetuado com uma homenagem, seu nome Virgilio Diegues Veiga, foi dado a uma rua do bairro de Vila Margarida onde por muitos anos ele manteve o culto de Orixás. Fonte (Aganjusurema).