Palácio Kadriorg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Palácio Kadriorg
Kadrioru Loss
Palácio Kadriorg em Tallinn
Arquiteto Gaetano Chiaveri
Nicola Michetti
Mikhail Zemtsov
Início da construção 1718
Inauguração 1725
Local Tallinn,  Estónia

O Palácio Kadriorg (em estônio: Kadrioru Loss, em alemão: Catherinethal) é um palácio Barroco Petrino construído para Catarina I da Rússia por Pedro, o Grande em Tallinn, na Estônia. Tanto o nome estônio como o nome alemão do palácio significam "vale de Catarina". Foi construído após a Grande Guerra do Norte com projetos feitos por Nicola Michetti, Gaetano Chiaveri e Mikhail Zemtsov. O palácio abriga atualmente o Museu de Arte de Kadriorg, uma filial do Museu de Arte de Estônia, exibindo a arte estrangeira dos séculos XVI ao XX.[1] O Museu Kumu, que mostra a arte Estoniana do século XVIII, está situada no mesmo parque que o Palácio Kadriog.[2]

Construção[editar | editar código-fonte]

Depois do cerco bem sucedido de Tallinn durante a fase final da Grande Guerra do Norte, em 1710, o czar Pedro o Grande da Rússia, comprou uma pequena mansão holandesa em Lasnamäe para sua esposa Catarina. A casa hoje é o resultado de uma restauração drástica ordenada por Nicolau I da Rússia em 1827.[2]

No entanto, os planos para um palácio maior na área logo se desenvolveram e a construção de um novo palácio, Kadriorg, foi iniciado em 25 de julho de 1718. Pedro e Catarina visitaram a residência inacabada em várias ocasiões, mas após a morte do imperador em 1725 Catarina mostrou nenhum interesse na propriedade. Ainda a grande sala com as iniciais de Catarina e a profusa decoração de estuque (atribuída a Heinrich von Bergen) permanece no edifício, enquanto muitos outros interiores foram alterados.[1]

O jardineiro Ilya Surmin foi responsável pelo jardim de flores com duas fontes e o chamado Jardim Miragem em vários níveis. O layout do parque compartilha semelhanças com o de Strelna, em São Petersburgo.[3]

Referências

  1. a b «Museu de Arte da Estônia» (em Estoniano). Consultado em 16 de fevereiro de 2013. 
  2. a b «Kadriorg» (em Estoniano). Consultado em 16 de fevereiro de 2013. 
  3. Peter Hayden. Parques Russos e Jardins. ISBN 978-0-7112-2430-8. Page 74.
Ícone de esboço Este artigo sobre um museu é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.