Palácio Kikine

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Palácio Kikine
Кикины палаты
Palácio Kikine.
Estilo dominante Barroco Petrino
Arquiteto Andreas Schlüter (provável)
Inauguração 1714
Local São Petersburgo,  Rússia

O Palácio Kikine (em russo: Кикины палаты) é um dos edifícios mais velhos de São Petersburgo, na Rússia. O edifício foi comissão por Alexander Kikin em 1714. O nome do arquiteto é desconhecido, mas as semelhanças ao antigo Palácio de Peterhof são grandes, atribuindo o projeto a Andreas Schlüter.[1]

O palácio estava incompleto na época da desgraça e execução de Alexander Kikin em 1718. O edifício foi confiscado pela coroa e usado para abrigar a Biblioteca Real e o gabinete de curiosidades da Academia de Ciências da Rússia (mais tarde transferido para o Kunstkamera). A residência original de dois andares foi ampliada e o terceiro andar foi adicionado em algum ano da década de 1720.[2]

Depois de 1733 o edifício foi ocupado pelo escritório da Guarda Imperial Russa e seu hospital. Foi completamente remodelado em 1829, e sua decoração barroca foi removida. O edifício dilapidado foi danificado ainda mais por bombas aéreas nos anos 1940.[2] The dilapidated building was further damaged by aerial bombs in the 1940s.[3]

Foi Irina Benois, da família Benois, que restaurou o edifício à sua presumida aparência barroca Petrina em uma campanha que durou de 1952 a 1956. O Palácio Kikine abriga atualmente uma escola de música.

Ícone de esboço Este artigo sobre a Rússia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. A Enciclopédia de São Petersburgo
  2. a b «Palácio Kikine». Consultado em 20 de dezembro de 2016. Arquivado do original em 25 de maio de 2007 
  3. The Companion Guide to St Petersburg. (em inglês) ISBN 978-1-900639-40-8. Page 218.