Paladins

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paladins: Champions of the Realm
Desenvolvedora(s) Hi-Rez Studios
Publicadora(s) Hi-Rez Studios
Motor Unreal Engine 3
Plataforma(s) OS X
Microsoft Windows
PlayStation 4
Xbox One
Data(s) de lançamento 16 de setembro de 2016
Gênero(s) Tiro em primeira pessoa
MOBA
www.paladins.com

Paladins é um jogo eletrônico de tiro em primeira pessoa com multijogadores, baseado em equipes e gratuito para jogar, lançado como closed beta em 17 de novembro de 2014[1], e tendo seu beta aberto somente em 16 de setembro de 2016, dentro de uma semana do seu lançamento no Steam, o jogo havia atraído 750.000 (setecentos e cinquenta mil) downloads, de acordo com o International Business Times, foi um dos dez jogos mais populares pelos usuários no serviço.[2] Cada jogador controla um campeão com diferentes habilidades, e eles são divididos em duas equipes que competem para alcançar objetivos.

Em resposta a acusações de que o jogo seja um clone de Overwatch, o COO da Hi-Rez Studios, Todd Harris, disse que "Apesar de Overwatch ser um belo jogo, não serviu de inspiração para Paladins. O desenvolvimento de um jogo é um processo interativo com ideias que aparecem de projetos passados. Para o gênero de shooters com heróis, o jogo que merece mais crédito é Team Fortress 2. Lançamos um jogo de tiro baseado nas classes de Team Fortress 2 chamado Global Agenda, em 2010. Paladins foi concebido como uma versão de fantasia de Global Agenda, e, das aproximadamente 85 habilidades de combate presentes atualmente em Paladins, a grande maioria veio desse jogo que fizemos há 10 anos.

Dado o marketing para Overwatch, muitas pessoas nem sequer perceberam que alguns dos nossos heróis, como o mecha (abreviatura para um tipo de robô gigante) Ruckus ou Evie, estavam disponíveis e jogáveis no beta de Paladins muito antes das habilidades de personagens serem mostradas em Overwatch. E funcionalidades específicas, como Baús, também foram demonstradas em Paladins antes de aparecerem em Overwatch. As pessoas que estiverem interessadas podem ver essas imagens de gameplay no YouTube e tirar as suas próprias conclusões." Team Fortress 2".[3]

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Paladins é um jogo de tiro em primeira pessoa baseado em equipes que se foca em dois grupos de cinco jogadores cada, os quais competem por objetivos baseados em combate. O jogo é ambientado em um mapa colorido de fantasia sci-fi, onde cada jogador escolhe um dos mais de trinta campeões disponíveis. Cada campeão tem suas próprias armas, habilidades e estilo de luta; além disso, podem ser aprimorados e personalizados a partir de um sistema de cartas e skins.

Modos de jogo[editar | editar código-fonte]

Cerco: Cerco é um modo de jogo baseado em 4 rodadas onde cada equipe trabalha para ganhar pontos de objetivo a fim de ganhar a partida. Haverá um ponto de captura localizado sempre no meio do mapa, para capturar o ponto ao menos deve ter um jogador dentro da área de captura. Cada equipe tem uma barra de progresso de captura separada que não será esgotada de forma alguma. Se os jogadores de ambas as equipes estiverem no raio do ponto de captura, nenhuma das duas equipes será capaz de fazer progresso até que seus oponentes sejam removidos da área.

Carregamento: Carregamento é um modo de jogo no estilo Atacar/Defender com duas rodadas. A equipe de ataque deve escoltar o carregamento até o ponto localizado perto da base inimiga, enquanto os defensores tentam parar o carregamento tempo suficiente para que o time de ataque não chegue. Quando a primeira rodada está completa ambas as equipes trocam de lado. O carregamento só avança quando há no minimo um atacante perto dele e que não tenham defensores por perto. A carga começara a se mover para trás quando fica muito tempo sem avanço.

Sobrevivência: Sobrevivência é um modo de jogo baseado em rodadas de mata-mata. Para ganhar uma rodada, os jogadores devem derrotar todos da equipe adversária antes que a partir de um ponto da rodada começar a surgir uma névoa que causa dano ao ficar dentro dela, obrigando os jogadores a irem pro meio do mapa. A equipe que chegar a cinco rodas vencidas primeiro ganha a partida. (Atualmente, em 30/07/2017, este modo de jogo não está mais disponível, embora o modo chacina seja bastante semelhante)

Chacina: Chacina é um modo de jogo no estilo Mata-Mata. Para ganhar é necessário que um dos times faça 400 pontos primeiro ou quando o tempo acabar o time com mais pontos vence, estar no controle do ponto no meio do mapa faz com que ganhe 2 pontos por segundo, matar um inimigo acrescenta 4 pontos.

Classes e Personagens[editar | editar código-fonte]

Os jogadores têm a possibilidade de jogar com mais de trinta personagens (que no jogo, são chamados de campeões) diferentes, são divididos em quatro classes — Dano, Flanco, Tanque e Suporte. Com isso, para ter vantagem sobre o time adversário, precisam misturar essas classes e criar estratégias diferenciadas para atingir os objetivos do jogo.

Tanque (ou linha de frente): Ash, Barik, Fernando, Inara, Makoa, Ruckus, Torvald e Terminus;

Suporte: Grohk, Grover, Jenos, Mal'Damba, Pip, Seris e Ying;

Dano: Bomb King, Cassie, Drogoz, Kinessa, Lian, Sha Lin, Tyra, Viktor, Willo, Strix e Vivian;

Flanco: Androxus, Buck, Evie, Lex, Maeve, Skye, Zhin e Talus.

A classe de tanque (ou linha de frente) tem como objetivo proteger aliados e garantir a disputa pelo ponto. A classe de suporte, mesmo não sendo intitulada de Curandeira (aquele que cura algo), tem como principal função deixar seus aliados o máximo de tempo possível vivos, curando-os. A classe de Dano tem como função eliminar os inimigos, deixando a captura do ponto mais viável. E por fim, A classe de flanco, também tem como função eliminar os inimigos, flanqueando pelas laterais, não significando necessariamente que tenha que ser furtivamente.

  1. «Paladins (video game)». Wikipedia (em inglês). 12 de novembro de 2017 
  2. Oliver Cragg (23 de setembro de 2016). «Overwatch 'clone' Paladins takes Steam by storm with over 750k downloads». International Business Times. Consultado em 22 de outubro de 2016 
  3. Jonathon Dornbush (20 de setembro de 2016). «Paladins Developer Responds to Overwatch Comparisons». IGN. Consultado em 22 de outubro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]