Palazzo dei Penitenzieri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o palácio de mesmo nome na Piazza dei Santi Apostoli, veja Palazzo Riario Della Rovere.
Fachada do Palazzo Della Rovere, na Via della Conciliazione.
Vista do interior do palácio.

Palazzo Della Rovere é um palácio em Roma, Itália, de frente para a Via della Conciliazione, e conhecido também como Palazzo dei Penitenzieri.

História[editar | editar código-fonte]

A construção deste palácio começou em 1480, encomendada pelo cardeal Domenico della Rovere, um parente do papa Sisto IV della Rovere, provavelmente com base num projeto do arquiteto florentino Baccio Pontelli. A obra terminou em 1490 e ao sul da Piazza Scossacavalli, destruída em 1937 juntamente com a Spina do Borgo, e fortemente baseado no estilo arquitetural do Palazzo Venezia, o mais importante edifício do século XV em Roma. Cinco salões do piano nobile são agora utilizados para recepções oficiais da Ordem do Santo Sepulcro.

Ele ganhou seu nome atual durante o pontificado do papa Alexandre VII, que mudou para lá os confessores papais conhecidos como "penitenzieri". Funciona atualmente como um hotel e sede da ordem.

Descrição[editar | editar código-fonte]

O edifício tem uma impressionante fachada com uma torre à esquerda. O nome de Domenico della Rovere está inscrito nas janelas do primeiro andar e o brasão na fachada é do papa Clemente XIV.

O interior tem um pátio em dois níveis: um inferior, com um pórtico com pilares octogonais e um fosso, e um superior, com jardins. O palácio é ricamente decorado, geralmente com cenas arquiteturais fantasiosas. A mais notável é o Teto dos Semi-deuses, uma galeria de figuras mitológicas e alegóricas pintadas por Pinturicchio em 1501.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]