Pan-STARRS

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Panoramic Survey Telescope and Rapid Response System (em português: Telescópio de Pesquisa Panorâmica e Sistema Rápido de Resposta) mais conhecido pela abreviatura Pan-STARRS é um projeto que tem por objetivo mapear constantemente o céu em busca de objetos próximos que possam apresentar risco de colisão com a Terra[1][2].

O telescópio PS1 que opera para o projeto está localizado no monte Haleakala no Havaí. Este telescópio está equipado com uma câmera de 1,4 gigapixels[1][3] e já propiciou a descoberta simultânea de 19 asteroides numa única noite em 29 de janeiro de 2011[4] além da descoberta do cometa C/2011 L4 que também é conhecido pelo nome deste projeto[5].

Referências

  1. a b «APOD: 2012 October 12». Astronomy Picture of the Day Index. 12 de outubro de 2012. Consultado em 13 de fevereiro de 2013. 
  2. Robert Lemos (24 de novembro de 2008). «Giant Camera Tracks Asteroids». MIT Technology Review. Consultado em 13 de fevereiro de 2013. 
  3. Nancy Atkinson (16 de junho de 2010). «Fully Functional Pan-STARRS is now Panning for Stars, Asteroids and Comets». Universe Today. Consultado em 13 de fevereiro de 2013. 
  4. Emily Baldwin (28 de fevereiro de 2011). «Pan-STARRS scoops 19 asteroids in one night». Consultado em 13 de fevereiro de 2013. 
  5. Tony Phillips (6 de fevereiro de 2013). «A Possible Naked-eye Comet in March». NASA Science News. Consultado em 13 de fevereiro de 2013. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.