Panchen Lama

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Khedrup Je, primeiro panchen lama.

Panchen Lama na escola Gelug do budismo é o nome atribuído ao número dois da hierarquia Budista, após o Dalai Lama. A sucessão dos Panchen Lamas formam uma linha de reincarnação tulku que se acredita que sejam encarnações do Buda Amitābha (ou Amida). O nome, que significa "grande sábio" ou "grande estudioso", é uma contração tibetana das palavras paṇḍita (sábio/estudioso em sânscrito) e a palavra tibetana chenpo (grande).

A atual (11.ª) encarnação do Panchen Lama é motivo de controvérsia: o governo da República Popular da China afirma que é Qoigyijabu, enquanto a Administração Central Tibetana/Governo tibetano no exílio defende que é Gedhun Choekyi Nyima; este último foi preso pelo governo chinês em 1995 e até 2008 ainda não foi visto em público.[1]

O reconhecimento dos Panchen Lamas sempre foi um assunto que envolvia o Dalai Lama.[2][3] O 10º Panchen Lama declarou que "segundo a tradição tibetana, a confirmação do Dalai ou Panchen deve ser mutualmente reconhecida"[4] O envolvimento da China neste assunto é visto por alguns como uma manipulação política para ter controle sobre o reconhecimento do próximo Dalai Lama[1] e fortalecer seu controle sobre o futuro do Tibete. O governo chinês por sua vez afirma que seu envolvimento não quebra a tradição em que o reconhecimento do Dalai Lama tradicionalmente recaia sob o imperador chinês.

Linhagem[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Lista de Panchen Lamas

Na linhagem de Panchen Lamas tibetanos, considerou-se haver quatro encarnações indianas e três tibetanas de Amitabha antes de Khedrup Gelek Pelzang, o primeiro Panchen Lama]]. A linhagem inicia-se em Subhuti, um dos discípulos originais de Gautama Buddha. Gö Lotsawa é considerado ser a primeira encarnação tibetana de Amitabha nesta linha.[5][6]

Referências

  1. a b French, Howard W. (29 de março de 2008) Chinese view of Dalai Lama bodes ill for its Tibet policy, International Herald Tribune (em inglês). Acessado em 2008-mai-10.
  2. et :Ya Hanzhang, Biographies of the Tibetan Spiritual Leaders Panchen Erdenis. Beijing: Foreign Language Press, 1987. pág. 350.
  3. When the sky fell to earth
  4. Panchen-lama. 1988. "On Tibetan Independence." China Reconstructs (atual China Today) (Janeiro): Vol. 37, No. 1. pp 8–15.
  5. Stein 1972, p. 84
  6. Das, Sarat Chandra. Contributions on the Religion and History of Tibet (1970), p. 82. Manjushri Publishing House, New Delhi. First published in the Journal of the Asiatic Society of Bengal, Vol. LI (1882).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre budismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Panchen Lama